Sistemas de Informação Geográficos (SIG) em Arqueologia

Autores

  • Leandro Infantini Universidade do Algarve

DOI:

https://doi.org/10.20396/rap.v9i3.8641308

Palavras-chave:

Software livre. SIG. Arqueologia. Linha de costa. Pré-história.

Resumo

Os sistemas de Informações Geográficas (SIG ou GIS - Geographic Information System, em inglês) são sistemas de informação espacial, procedimentos computacionais e recursos humanos que permitem a análise, gestão ou representação do espaço e dos fenômenos que nele ocorrem. Na arqueologia, vem sendo utilizado desde a década de 60 do século XX, em campos tais como a criação de modelos preditivos de terreno, análises geomorfológicas e hidrológicas de sítios e reconstruções paleoambientais, alcançando resultados amplos na interpretação dos contextos investigados. Nesse sentido, a oficina apresentada na II Semana de Arqueologia da Unicamp, vinculando-se ao eixo temático Diálogos teórico-metodológicos contemporâneos, buscou demonstrar o uso dos chamados Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na Arqueologia, tanto na detecção de áreas com potencial arqueológico, como na interpretação de sítios e suas relações ambientais. O curso foi dividido em duas partes, sendo a primeira introdutória, dedicada à exploração dos diversos usos dos SIG na Arqueologia e da utilização de software livre e fontes livres de informação, e a segunda avançada, dedicada à análise de estudos de caso e à discussão das possibilidades de uso de tais ferramentas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Infantini, Universidade do Algarve

Universidade do Algarve

Referências

CÂMARA, G., DAVIS, C., MONTEIRO, A. M. V., (2001). Introdução à Ciência da Geoinformação. São josé dos Campos, DPI/INPE, p. 345. Disponível em: http://www.dpi.inpe.br/gilberto/livro/introd/

CÂMARA, G., SOUZA, R. C. M., FREITAS, U. M., GARRIDO, J., (1996). SPRING: Integrating remote sensing and GIS by object-oriented data modelling. Computers & Graphics, 20: (3), p. 395-403.

EVANGELISTA, R. A., (2005). Política e Linguagem nos debates sobre software livre. Tese de mestrado, Universidade de Campinas, Campinas, p. 206.

FLORENZANO, T. G., (2008). Geomorfologia: Conceitos e tecnologias atuais. Oficina de textos, São Paulo, p. 318.

INFANTINI, L. R., (2012). Paisagem pré-histórica submersa da Baía de Armação de Pêra. Dissertação de Mestrado, Universidade do Algarve, Faro.

INFANTINI, L. R. . Software Livre em Arqueologia: Aplicação de SIG para o estudo da Pré-História do Algarve. In: V Jornadas Software Aberto para Sistemas de Informação Geográfica, 2012, Faro. Atas das 5as Jornadas de Software Aberto para Sistemas de Informação Geográfica SASIG. Faro: OSGeoPT, 2012. p. 109-118

INFANTINI, L. R. ; MOURA, D. ; BICHO, N. . Utilização de ferramentas SIG para o estudo da morfologia submersa da baía de Armação de Pêra (Algarve). In: Campar Almeida, A; Bettencourt, A.M.S.; Moura, D.; Monteiro-Rodrigues, S.; Alves, M.I.C. (Org.). Environmental changes and human interaction along the western atlantic edge / Mudanças ambientais e interação humana na fachada atlântica ocidental. 1ed.Coimbra: APEQ, CITCEM, CGOT, CEGUP, CCT, 2012, v. , p. 227-241.

JARVIS, A., H.I. REUTER, A. NELSON, E. GUEVARA, (2008). Hole-filled SRTM for the globe Version 4, available from the CGIAR-CSI SRTM 90m. Disponível em: http://srtm.csi.cgiar.org.

MATOS, J., (2008). Fundamentos da Informação Geográfica. Lisboa: Lidel edições técnicas, 5o edição, p. 424.

QUANTUM GIS DEVELOPMENT TEAM, (2011) - Quantum GIS Geographic Information System. Open Source Geospatial Foundation Project. Disponível em: http://qgis.osgeo.org

Downloads

Publicado

2015-10-23

Como Citar

INFANTINI, L. Sistemas de Informação Geográficos (SIG) em Arqueologia. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 9, n. 3[13], p. 114–121, 2015. DOI: 10.20396/rap.v9i3.8641308. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8641308. Acesso em: 4 dez. 2021.