Os cursos de arqueologia nas regiões nordeste e sudeste do Brasil e o seu viés social e material

Autores

  • Gabriela Monteiro Universidade Federal do Vale do São Francisco

DOI:

https://doi.org/10.20396/rap.v17i2.8664052

Palavras-chave:

Nordeste, Sudeste, Sociedade, Teorias arqueológicas, Cultura material

Resumo

A Arqueologia brasileira vem passando por uma nova fase em todos os seus campos: teóricos, metodológicos, temáticos e normativos. Nesta nova caminhada está sendo colocada, persistentemente, em pauta a importância de uma efetiva inclusão das sociedades atuais nas pesquisas, em oposição a um caráter mais tecnicista que sempre prevaleceu nesta ciência. À vista disso, será apresentado o contraste entre esse viés material e social, tendo como plano de fundo uma série de dados sobre os cursos de Arqueologia das universidades e faculdades do Nordeste e Sudeste – regiões nas quais estão situados os cursos mais antigos do país. A partir desses dados, pôde-se confirmar que alguns cursos estão assumindo um viés mais social em contraponto a sua origem histórica, em razão de uma demanda, sobretudo, dos alunos de graduação e das novas abordagens que vêm surgindo em todas as ciências humanas.  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriela Monteiro, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Mestranda em Arqueologia pela Universidade Federal do Vale do São Francisco. 

Referências

ARQUEOLOGIA. Sobre. Santos: Universidade Metropolitana de Santos. Disponível em: https://portal.unimes.br/cursos/arqueologia/39/. Acesso em: 11 out. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. UNIVASF. Brasília, DF: Ministério da Educação, 24 Mai. 2017. Assunto: Sobre o curso. Disponível em: http://portais.univasf.edu.br/arqueologia/arqueologia/sobre-o-curso. Acesso em: 11 Nov. 2019.

CURSO de Arqueologia. Sobre o curso. Recife: Universidade Federal de Pernambuco. Disponível em: https://www.ufpe.br/arqueologia-bacharelado-cfch. Acesso em: 10 out. 2020.

DEPARTAMENTO de Arqueologia. Sobre. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2019. Disponível em: http://www.arqueologia.uerj.br/#about. Acesso em: 11 out. 2020.

DHIS realiza curso de especialização em Arqueologia do Nordeste Brasileiro. Natal: UFRN, 11 jan. 2016. Disponível em: https://www.natal.rn.gov.br/bvn/detalheNoticia.php?valorRegistro=23315. Acesso em: 19 set. 2020.

FAVENI. Arqueologia e Patrimônio. Venda Nova do Imigrante: Faculdade Venda Nova do Imigrante. Disponível em: https://faveni.edu.br/cursos/pos-ead-em-arqueologia-e-patrimonio/. Acesso em: 11 out. 2020.

LIMAVERDE, Rosiane. Arqueologia Social Inclusiva: a Fundação Casa Grande e a gestão do patrimônio cultural da Chapada do Araripe, Nova Olinda, CE, Brasil. 2015. Tese (Doutorado em Arqueologia) – Faculdade de Letras – Universidade de Coimbra, Coimbra, 2015.

PESQUISA. Programa de Pós-graduação em Arqueologia. São Paulo: Universidade de São Paulo. Disponível em: https://sites.usp.br/ppgarqmae/pesquisa/. Acesso em: 11 out. 2020.

PÓS-GRADUAÇÃO Arqueologia e Patrimônio. Arqueologia e Patrimônio. Ipatinga: Faculdade Souza. Disponível em: https://fasouza.com.br/pos-graduacao-ead/pos-graduacao-em-arqueologia-e-patrim%C3%B4nio. Acesso em: 11 out. 2020.

PROARQ – Programa de Pós-graduação em Arqueologia. Apresentação. Laranjeiras: Universidade Federal de Sergipe. Disponível em: https://www.sigaa.ufs.br/sigaa/public/programa/apresentacao.jsf?lc=pt_BR&id=709. Acesso em: 26. Nov. 2019.

PROGRAMA de Pós-graduação em Antropologia. Apresentação. Minas Gerais: Universidade Federal de Minas Gerais, 2017. Disponível em: http://www.fafich.ufmg.br/ppgan/apresentacao/. Acesso em: 11 out. 2020.

PROGRAMA de Pós-Graduação em Arqueologia e Patrimônio Cultural. Áreas de concentração e Linhas de pesquisa. Cachoeira: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Disponível em: https://www.ufrb.edu.br/ppgap/estrutura-academica/2-conteudo/14-areas-de-concentracao-e-linhas-de-pesquisa. Acesso em: 26 Nov. 2019.

PROGRAMA de Pós-Graduação em Arqueologia. Principal. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em: http://www.museunacional.ufrj.br/ppgarq/. Acesso em: 11 out. 2020.

TRIGGER, Bruce. História do pensamento arqueológico. São Paulo: Odysseus, 2004. ISBN: 85-88023-57-1.

UFRN cria especialização em Arqueologia do Nordeste. Natal: Tribuna do Norte, 14 mai. 2013. Disponível em: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/ufrn-cria-especializacao-em-arqueologia-do-nordeste/250214. Acesso em: 19 set. 2020.

UNISA. Arqueologia, História e Sociedade. São Paulo: Universidade Santo Amaro, 2016. Disponível em: http://www.unisa.br/CURSOS/Pos-Graduacao/Presencial/Especializacao/Ciencias-Humanas/Arqueologia%2C-Historia-e-Sociedade-752. Acesso em: 11 out. 2020.

Downloads

Publicado

2022-01-31

Como Citar

MONTEIRO, G. Os cursos de arqueologia nas regiões nordeste e sudeste do Brasil e o seu viés social e material. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 17, n. 00, p. e022003, 2022. DOI: 10.20396/rap.v17i2.8664052. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8664052. Acesso em: 1 jul. 2022.