Arqueologia com a cidade

um movimento através da arqueologia no contexto urbano de São Paulo - SP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rap.v17i00.8668669

Palavras-chave:

Arqueologia urbana, Cidade de São Paulo, Arqueologia pública, Ressignificação, Arqueologia com a cidade

Resumo

A Arqueologia Urbana na Cidade de São Paulo propiciou o desenvolvimento de um novo conceito, extrapolando os já estabelecidos para essa temática: arqueologia na, da e para a cidade; porém, agregando-os e explorando aspectos que se aproximam da arqueologia pública, sintetizados na ideia de uma arqueologia com a cidade. Seu desenvolvimento, no entanto, se deu primeiramente através de aspectos relacionados a Sociomuseologia, em uma tarefa dentro da perspectiva de uma Ciência Social Nômade e pautada pelo processo de ressignificação. Junto a esses agrega-se o fator de se pensar uma cidade, das proporções de São Paulo, considerando-a, em seu todo, um sítio arqueológico e com uma perspectiva de não exclusão social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Piero Alessandro Bohn Tessaro, Universidade de São Paulo

Doutorado em andamento em Arqueologia no Museu de Arqueologia e Etnologia pela Universidade Estadual de Campinas.

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Identidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005.

BRUNO, Ernani S. História e Tradições da Cidade de São Paulo: metrópole do café (1872 - 1918). São Paulo: Hucitec, v. III, 1984.

BRUNO, Maria C. O. Musealização da Arqueologia: um estudo de modelos para o Projeto Paranapanema. Tese de Doutorado - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP. São Paulo. 1995.

BRUNO, Maria C. O. Arqueologia e Antropofagia: a musealização de sítios arqueológicos. Revista do Patrimônio, n. 31, p. 235-247, 2005.

CANTWELL, Anne-Marie; WALL, Diana D. Unearthing Gotham: the archeology of New York City. New Haven: Yale University Press, 2001.

CARNEIRO, Carla G. Ações Educacionais no Contexto da Arqueologia Preventiva: uma proposta para a amazônia. Museu de Arqueologia e Etnologia - USP. São Paulo. 2009.

CHAGAS, Mario. Museus Antropofagia da Memória e do Patrimônio. Revista do Patrimônio, n. 31, p. 15-25, 2005.

CORBIN, Alain. Saberes e odores: o olfato e o imaginário social nos Séculos XVIII e XIX. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

DE CERTEAU, Michel. História e Psicanálise: entre Ciência e Ficação. Belo Horizonte: Autentica, 2011.

DIAS, Maria O. L. S. Quotidiano e Poder em São Paulo no Século XIX. São Paulo: Brasiliense, 1994.

FRANCO, Maria Inês M. Museu da Cidade de São Paulo: um novo olhar da Sociomuseologia para uma megacidade. Tese de Doutoramento, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Lisboa. 2009.

FREUD, Sigmund. O Mal Estar na Cultura. Porto Alegre: L&PM, 2010.

FUNARI, Pedro P. A. Comparative Method in Archaeology and the study of Spanish Portuguese South American material culture. In: FUNARI, Pedro P. A.; ZARANKIN, Andrés; STOVEL, Emily Global Archaeological Theory. Boston: Springer, 2005. p. 97-106. DOI: https://doi.org/10.1007/0-306-48652-0_8

GARCÍA CANCLINI, Néstor. Culturas Híbridas: estratégias para entrar e sair da Modernidade. São Paulo: EDUSP, 2011.

GUARNIEIRI, Waldisa R. C. Museologia e Identidade. In: BRUNO, Maria Cristina O. Waldisa Rússio Camargo Guarnieri: textos e contextos de uma trajetória profissional. São Paulo: Pinacoteca do Estado; Secretaria de Estado da Cultura; Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus, v. I, 2010.

HODDER, Ian; HUDSON, Scott. Interpretacíon en Arqueología. Barcelona: Crítica, 2003.

LACAN, Jacques. O Mito Individual do Neurótico. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

LYONS, Diane; CASEY, Joanna. It's a Material World: the critical and on-going value of ethnoarchaeology in understanding variation, change and materiality. World Archaeology, v. 48, n. 5, p. 609-627, 2016. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/00438243.2016.1214619. DOI: https://doi.org/10.1080/00438243.2016.1214619

MAGNANI, José G. C. [. A. ]. Expedição São Paulo 450 anos: uma viagem por dentro da metrópole. São Paulo: Secretaria Municipal de Cultura; Instituto Florestan Fernandes, 2004.

MATSUDA, Akira. A consideration of public archaeology theories. Public Archaeology, London, v. 15, n. 1, p. 40-49, 2010. DOI: https://doi.org/10.1080/14655187.2016.1209377

MIZIARA, Rosana. Por uma História do Lixo. INTERFACEHS - Gestão Integrada em Saúde do Trabalho e Meio Ambiente, São Paulo, v. III, n. 1, p. 1 - 17, Jan/Abr 2008. Disponível em: http://www3.sp.senac.br/hotsites/blogs/InterfacEHS/wp-content/uploads/2013/07/art-6-2008-6.pdf.

PRADO, Antonio C.; DAUDÉN, Laura. Governo e prefeitura de SP usam “dor e sofrimento” para acabar com cracolândia. Istoé, São Paulo, 06 Janeiro 2012. Disponível em: https://istoe.com.br/185671_A+TERAPIA+DE+CHOQUE+DO+MEDICO+GERALDO+ALCKMIN+NA+CRACOLANDIA+DE+SAO+PAULO/. Acesso em: 08 Março 2022.

ROTHSCHILD, Nan A. Memorial: Bert Salwen, 1920 - 1988. Historical Archaeology, v. 24, n. 1, p. 104 - 109, 1990. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/25615763. DOI: https://doi.org/10.1007/BF03374119

SALWEN, Bert. Archeology in Megalopolis: Updated Assassment. Journal of Field Archaeology, 5, n. 4, 1978. 453-459. DOI: https://doi.org/10.1179/009346978791489574

SCHIFFER, Michael B. Archeological Context and Systemic Context. American Antiquity, v. 37, n. 2, p. 156-165, 1972. DOI: https://doi.org/10.2307/278203

SCHIFFER, Michael B. Behavioral Archaeology: first pricinples. Foundations of Archaeological Inquiry. Salt Lake City: University of Utah Press, 1995.

SCHIFFER, Michael B. Behavioral Archaeology: principles and practice. London: Equinox Publishing, 2010.

SOUZA, Rafael D. A. Louça Branca para a Paulicéia: Arqueologia Histórica da Fábrica de Louças Santa Catarina / IRFM - São Paulo e a produção da Faiança Fina Nacional (1913 - 1937). Dissertação de Mestrado - Museu de Arqueologia e Etnologia - USP. São Paulo. 2010.

SPINELLI, Evandro; GERAQUE, Eduardo. Projeto Prevê Demolir 30% da Cracolândia. Folha de São Paulo, São Paulo, Caderno Cotidiano, 18 Dezembro 2010. C1 e C4. Disponível em: https://acervo.folha.com.br/leitor.do?numero=18377&keyword=cotidiano&anchor=5514677&origem=busca&originURL=&pd=cef240e18ca515cb4d0628cc13517e3f. Acesso em: 08 Março 2022.

STASKI, Edward. Advances in Urban Archaeology. Advances in Archaeological Method and Theory, v. 5, p. 97-149, 1982. DOI: https://doi.org/10.1016/B978-0-12-003105-4.50008-X

STASKI, Edward. Living in Cities: an introduction. Historical Archaeology, v. Special Publication, n. 5, p. 9-11, 1999.

STASKI, Edward. Living in Cities Today. Historical Archaeology, v. 42, n. 1, p. 5-10, 2008. DOI: https://doi.org/10.1007/BF03377060

SYMANSKI, Luís C. P. Espaço privado e vida material em Porto Alegre no. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1998.

TAUNAY, Afonso. São Paulo nos Primeiros Anos: ensaio e reconstituição social (1554 - 1661). São Paulo: Paz e Terra, 2003.

TESSARO, Piero A. B. Pedaços de uma Paulicéia Espalhados pela Urbe: musealizando uma Arqueologia com a Cidade. Dissertação de Mestrado - Museu de Arqueologia e Etnologia - USP. São Paulo. 2014a.

TESSARO, Piero A. B. A Garrafa que Deixou de Ser: Arqueologia com a Cidade e Musealização. Revista de Arqueologia, v. 26, n. 2, p. 201-2016, 2014b. Disponível em: https://revista.sabnet.org/index.php/sab/article/view/389. DOI: https://doi.org/10.24885/sab.v26i2/1.389

TESSARO, Piero A. B. Archaeology with the City. CHAKIÑAN, Revista de Ciencias Sociales y Humaninades, Riobamba, n. 17, 01 Agosto 2022. ISSN 2550-6722. No prelo.

TESSARO, Piero A. B.; SOUZA, Rafael D. A. Arqueologia com a Cidade de São Paulo. Encontro de Arqueologia, Patrimônio e Turismo. Rio Claro: [s.n.]. 2011.

TOCCHETTO, Fernanda B. Fica dentro ou joga fora? São Leopoldo: Oikos, 2010.

WAGENSBERG, Jorge. O Gozo Intelectual. Campinas: Editora da Unicamp, 2009.

WICHERS, Camila M. Museus e Antropofagia do Patrimônio Arqueológico: (des) caminhos da prática brasileira. Tese de Doutorado - Departamento de Museologia - ULHT. Lisboa. 2011.

ZANETTINI, Paulo E. O Arqueólogo na Cidade. In: MAGNANI, José G. C. Expedição São Paulo 450 anos: uma viagem por dentro da metrópole. São Paulo: Secretaria Municipal de Cultura, Instituto Florestan Fernandes, 2004. p. 151-154.

ZANETTINI, Paulo E. Maloqueiros e seus palácios de barro: o cotidiano doméstico da Casa Bandeirista. Tese de Doutorado (Museu de Arqueologia e Etnologia - USP). São Paulo. 2005.

Downloads

Publicado

2022-05-10

Como Citar

TESSARO, P. A. B. Arqueologia com a cidade: um movimento através da arqueologia no contexto urbano de São Paulo - SP. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 17, n. 00, p. e022009, 2022. DOI: 10.20396/rap.v17i00.8668669. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8668669. Acesso em: 30 jun. 2022.