Banner Portal
Narrativas sobre o modo de vida dos povos amazônicos do passado e do presente em comunidades do Médio Solimões
PDF

Palavras-chave

Médio Rio Solimões
Vivência de campo
Comunidades tradicionais
Registros imagéticos
Unidades de conservação

Como Citar

ARAÚJO, G. L. H. de; AMARAL LIMA, A. M. Narrativas sobre o modo de vida dos povos amazônicos do passado e do presente em comunidades do Médio Solimões. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 18, n. 00, p. e023004, 2023. DOI: 10.20396/rap.v18i00.8670853. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8670853. Acesso em: 27 fev. 2024.

Resumo

A região do Médio Rio Solimões, como é conhecida a partir da confluência deste com o Rio Negro, concentra na cidade de Tefé um polo econômico regional e é local de atuação direta do núcleo de pesquisa arqueológica do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, que nos últimos anos vem estendendo suas investigações à áreas protegidas que compõem um mosaico de terras indígenas e unidades de conservação, com foco em proteção da biodiversidade em associação a modos de vida das populações tradicionais e suas práticas sustentáveis de exploração e manejo de recursos. A pesquisa apresentada tem como objetivo relatar a vivência de campo durante levantamentos de sítios arqueológicos em comunidades tradicionais do Médio Solimões a partir da percepção dos pesquisadores em conjunto com registros imagéticos e de fala das comunitárias e comunitários. Entendemos que pesquisar em áreas remotas da Amazônia é algo desafiador, todavia as vivências de campo têm nos ensinado o quão gratificante é compreender o passado com pessoas do presente.

https://doi.org/10.20396/rap.v18i00.8670853
PDF

Referências

ALENCAR, Edna Ferreira. Memórias de Mamirauá. Belém: Editora IDSM, 2010.

ALENCAR, Edna Ferreira. O tempo dos patrões “brabos”: fragmentos da história da ocupação humana da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã, AM. Amazônica, v. 1, n. 1, p. 178-199, 2009.

AMARAL, Márcio. A ecologia de assentamentos, interações sociais ameríndias e o contexto geográfico dos muiraquitãs no Baixo Amazonas. Cadernos do Lepaarq, v. 15, n. 30, p. 121-141. 2018. doi: https://doi.org/10.15210/lepaarq.v15i30.13816.

AMARAL, Márcio. ROSA, Patrícia. CASSINO, Mariana. Arqueologia e simbologia na região do Baixo Rio Juruá. XX Congresso da SAB - Memória, Patrimônio Cultural e Direitos Humanos, 2020.

BETANCOURT, Carla. La cerámica de dos montículos habitacionales en el área de Casarabe, Llanos de Moxos. in book: The Past Ahead. Language, Culture and Identity in the Neotropics. (pp.161-184), 2021.

BEZERRA, Márcia. “As moedas dos índios”: um estudo de caso sobre significados do patrimônio arqueológico para os moradores da Vila de Joanes, ilha de Marajó, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 6, n. 1, p. 57-70, jan.- abr., 2011.

BEZERRA, Márcia. Com os cacos no bolso: colecionamento de artefatos arqueológicos na Amazônia Brasileira. Revista do Patrimônio, n. 38, p. 85-99, 2018a.

BEZERRA, Márcia. “O machado que vaza” ou algumas notas sobre as pessoas e as superfícies do passado presente na Amazônia. Vestígios. Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, v. 12, n. 2, jul. – Dez. 2018. ISSN 1981-5875. ISSN (online) 2316-9699.

BEZERRA, Márcia. Os sentidos contemporâneos das coisas do passado: reflexões a partir da Amazônia. Revista de Arqueologia Pública, n.7, julho 2013. Campinas: LAP/NEPAM/UNICAMP. ISSN: 2237‐8294

BEZERRA, Márcia. Teto e afeto: sobre as pessoas, as coisas e a arqueologia na Amazônia. Belém: GKNoronha, 2017.

BIANCHEZZI, Clarice; SANTOS, Adriano Márcio dos; BASSI, Filippo Stampanoni; LIMA, Helena Pinto; MACHADO, Michel Carvalho; CRUZ, Alef Fernandes; BATISTA FILHO, Arnoud de Oliveira; PAIVA, Maurício de. Fragmentos: arqueologia, memórias e histórias de Parintins. 1. ed. – Parintins: Eskenazi Gráfica, 2021. 64 p. ISBN 978-65-00-38045-3.

CLEMENT, Charles R. et al. The domestication of Amazonia before European conquest. Proceedings of the Royal Society B – Biological Sciences, London, v. 282, 2015.

COSTA, Bernardo Lacale Silva da. Levantamento arqueológico na RDS Amanã – Estado do Amazonas. 2012. Dissertação (Mestrado em Arqueologia). Museu de Arqueologia e Etnologia. Universidade Estadual de São Paulo, São Paulo, 2012.

DRUMOND, Carlos. A carta de Diogo Nunes e a migração dos Tupi-Guarani para o Peru. Revista de História, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 95-102, 1950.

EMBRAPA. As Terras Pretas de Índios da Amazônia: o entendimento de sua formação e evolução. Disponível em: https://www.embrapa.br/busca-de-projetos/-/projeto/31443/as-terras-pretas-de-indio-da-amazonia-o-entendimento-de-sua-formacao-eevolucao

ESALQ. Dicionário Terminológico Bilingue - Plantas-https://www.esalq.usp.br/d-plant/.

GOLDMAN, Marcio. Os tambores do antropólogo: Antropologia pós-social e etnografia. Ponto Urbe, ano 2, versão 3.0, jul. 2008.

GOMES, Jaqueline, SANTOS, BARBI, Rafael Costa e; COSTA, Bernardo Lacale Silva da. Arqueologia comunitária na Reserva Amanã: história, alteridade e patrimônio arqueológico. Amazônica, Revista de Antropologia, Belém: v. 6, p. 385-417, 2014.

GOMES, Jaqueline. “Vestígios e marcas além das humanas”. GIS - Gesto, Imagem E Som. Revista De Antropologia, São Paulo, v. 6, n. 1, 2021. Doi: https://doi.org/10.11606/issn.2525-3123.gis.2021.174260.

GOMES, Jaqueline. Uma perspectiva ontológica para uma análise etnoarqueológica das paisagens do lago Amanã, Baixo Japurá, Amazonas. VESTÍGIOS – Revista Latino-americana de Arqueologia Histórica, v. 12, n. 2, jul./dez. 2018.

GOMES, Raymundo Ney da Cruz; LOPES, Rhuan Carlos dos Santos. Cacareco de índio e artefato arqueológico: conversas entre arqueólogos e famílias no Sítio Cedro, Santarém – Pará. Revista Arqueologia Pública, Campinas, n. 5, 2012.

HISSA, Sarah. A fotografia arqueológica: entre a mimese e a criação. Revista Habitus, Goiânia, v. 13, n. 2, p. 71-88, jul./dez. 2015.

HODDER, Ian. Symbols in Action. Londres: Cambridge University Press, 1982.

LIMA, Helena Pinto; MORAES, Bruno Marcos e PARENTE, Maria Tereza Vieira. Tráfico de material arqueológico, turismo e comunidades ribeirinhas: experiências de uma arqueologia participativa em Parintins, Amazonas. Revista de Arqueologia Pública, Campinas: LAP/NEPAM/UNICAMP, n. 8, dez. 2013.

LIMA, Márjorie; SILVA, Mauricio André., LIMA, Silvia Cunha; CASSINO, Mariana. Franco, & TAMANAHA, Eduardo. “Desafios das práticas arqueológicas e da preservação: dinâmicas socioculturais sobre e nos entornos dos sítios arqueológicos na Amazônia”. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 16, n. 2, 2021.

LOPES, Rafael. A tradição polícroma da Amazônia no contexto do Médio Rio Solimões (AM). Dissertação de Mestrado em Arqueologia. Programa de Pós-Graduação em Arqueologia) – Universidade Federal de Sergipe, Laranjeiras, 2018.

MAUSS, Marcel. Manual de Etnografía. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2006.

MAZZ, José; ROSTAIN, Stéphen; McKEY, Doyle. Cerritos, Tolas, Tesos, Camellones y Otros Montículos de Las Tierras Bajas de Sudaméricas. Revista de Arqueologia, v. 9, n. 1, 2016.

ROCHA, Bruna Cigaran da; BELLETTI, Jaqueline; RAPPY-DANIEL, Anne; MORAES, Claude de Paula; OLIVEIRA, Vinícius Honorato de. Na margem e à margem. Arqueologia amazônica em territórios tradicionalmente ocupados. Amazônica: Revista de Antropologia, v. 6, n. 2, p. 358-384, 2014.

SANTOS, Gilton Mendes dos. Plantas e Parentelas. Notas sobre a história da agricultura no Médio Purus. In: SANTOS, Gilton Mendes e APARÍCIO, Miguel (Orgs.) Redes Arawa. Ensaios de Etnologia no Médio Purus. Manaus: EDUA, 2016.

SCHAAN, Denise, MARQUES, Fernando, DIAS, Samara de Nazaré, GOMES, Raimundo, NASCIMENTO, Hannah, LIMA, André. Projeto: preservação, conservação, pesquisa e educação patrimonial no sítio histórico de Joanes. Relatório final. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 2006.

SCHAAN, Denise. Long-Term Human Induced Impacts on Marajó Island Landscapes, Amazon Estuary. Diversity, v. 2, 2010, p. 182-206. doi: 10.3390/d2020182.

SCHAAN, Denise, Sobre o exercício de pesquisar, ouvir, ensinar, conviver, tolerar...In: Arqueologia, patrimônio e multiculturalismo na beira da estrada: Pesquisando ao longo das Rodovias Transamazônica e Santarém-Cuiabá, Pará, Belém - Pará GKNoronha, 2013.

SILVA, Fabíola Andréia; PELLEGRINI, Ana Carolina. Imagens dos Asurini do Xingu refletindo sobre a importância dos acervos fotográficos nos museus. Revista Habitus. Goiânia, v. 17, n.1, p. 163-184, jan./jun. 2019.

SILVA, Marcus Vinícius Pereira Santos da. Arqueologia e fotografia: balanço e perspectiva, Laranjeiras: Universidade Federal de Sergipe. (Trabalho de conclusão de curso. Departamento de Arqueologia) - Universidade Federal de Sergipe, Laranjeiras, 2018.

SILVA, Maurício André. Arqueologia e conhecimentos tradicionais nas comunidades ribeirinhas: da terra para lousa. In: Colecionamento de coisas, de material arqueológico. 1. ed. Tefé: Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, v. 1, 2021, 120 p.

SOARES, Clóvis. Depoimento oral concedido ao pesquisador Márcio Amaral, 2017.

TAMANAHA, Eduardo Kazuo; AMARAL, Márcio; CASSINO, Mariana Franco; LIMA Silvia Cunha; NEVES, Eduardo Góes, FURQUIM Laura; LIMA Marjorie; SILVA Maurício, GOMES Jaqueline, GILBERTONI, Carla. Diálogos e práticas arqueológicas. In: Sociobiodiversidade da Reserva do Desenvolvimento Sustentável Amanã (1998-2018): 20 anos de pesquisas. Tefé: IDSM, 2019.

TUKANO, João Paulo. Depoimento oral concedido à pesquisadora Geórgea Holanda, 2018 e confirmado em 2022.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Revista Arqueologia Pública

Downloads

Não há dados estatísticos.