Allyn A. Young - Increasing Returns and Economic Progress

Autores

  • Antônio Barros de Castro Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.20396/rbi.v1i1.8648850

Palavras-chave:

Inovações - Apresentação

Resumo

Allyn Young parte, no seu artigo de 1928, da constatação de que o progresso econômico havia passado a ser concebido como algo que decorre da “natureza das coisas” e “não algo a ser explicado”.1 Como se se tratasse de um “fenômeno natural”, ironiza o autor. Inconformado com este juízo, Young se propõe a reabrir o tema, a partir de idéias lançadas por Adam Smith em A Natureza e as Causas da Riqueza das Nações. Com este propósito, introduz uma distinção entre dois tipos de mudança que podem ser sumariamente apresentados como se segue...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Barros de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor Emérito do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Membro do Institute for Advanced Study, Princeton, USA. Professor visitante nas Universidades do Chile, Cambridge (Inglaterra), Berkeley (USA) e Oxford. Atualmente é Professor permanente do Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento, do Instituto de Economia da UFRJ.

Downloads

Publicado

2009-07-30

Como Citar

CASTRO, A. B. de. Allyn A. Young - Increasing Returns and Economic Progress. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, SP, v. 1, n. 1, p. 11–28, 2009. DOI: 10.20396/rbi.v1i1.8648850. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rbi/article/view/8648850. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Ideias Fundadoras