“O Capitão Mendonça”, uma ficção científica machadiana? – considerações sobre o fantástico

Autores

  • Cilene Margarete Pereira Universidade Vale do Rio Verde

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v32i2.8635887

Palavras-chave:

Ficção Científica. Realismo no Brasil. Machado de Assis.

Resumo

O conto “O capitão Mendonça” foi publicado, por Machado de Assis, em abril e maio de 1870 no Jornal das famílias, aparecendo em livro em duas coletâneas organizadas por Raimundo Magalhães Jr., Contos Recolhidos (1956) e Contos fantásticos de Machado de Assis (1975). No prefácio de Contos Recolhidos, o crítico observava que “O capitão Mendonça” pertencia ao “gênero quase macabro” por tematizar a figura do autômato. A partir do diálogo promovido por Machado de Assis com a narrativa “O homem de areia” (1816-1817), do alemão E.T.A. Hoffmann, citado textualmente no conto do autor brasileiro, este estudo busca examinar as relações possíveis entre o conto machadiano e a ficção científica, gênero relacionado à literatura fantástica, que teria como “pai oficial” o romance Frankenstein de Mary Shelley, de 1818, texto que põe em evidência o desejo humano de cientificamente “decifrar e dominar a natureza”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cilene Margarete Pereira, Universidade Vale do Rio Verde

Atualmente é Professora de Teoria Literária e Literatura Brasileira do Programa de Mestrado em Letras da Universidade Vale do Rio Verde (UNINCOR) e editora da Revista RECORTE.

Referências

ASSIS, Joaquim Maria Machado de. O capitão Mendonça. MAGALHÃES JR, Raimundo (org.). Contos recolhidos. Rio de Janeiro: Ediouro, 1956.

CORTAZAR, Julio. Alguns aspectos do conto. Valise de Cronópio. Trad. Davi Arrigucci Jr.; João Alexandre Barbosa. São Paulo: Perspectiva, 1993.

FIKER, Raul. Ficção Científica: ficção, ciência ou uma épica da época? Porto Alegre: L&PM Editores, 1985. (Coleção Universidade Livre).

HOFFMANN, E.T.A. O homem de areia. In: MOREIRA COSTA, Flávio (org.). Os melhores contos fantásticos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006.

JORNAL DAS FAMÍLIAS. Paris: Garnier, 1863-1878.

MEYER, Marlyse. Folhetim, uma história. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

TAVARES, Bráulio. O que é ficção científica. 2ª Ed. São Paulo: Brasiliense, 1992.

TINHORÃO, José Ramos. Os romances em folhetins no Brasil (1830 à atualidade). São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1994.

TODOROV, T. Introdução à literatura fantástica. Trad. Maria Clara Correa Castello. São Paulo: Perspectiva, 1975.

VOLOBUEF, Karin. E. T. A. Hoffmann e o artista demoníaco. In: VOLOBUEF, Karin (org.). Mito e magia. São Paulo: Ed. UNESP, 2011.

Downloads

Publicado

2012-12-19

Como Citar

PEREIRA, C. M. “O Capitão Mendonça”, uma ficção científica machadiana? – considerações sobre o fantástico. Remate de Males, Campinas, SP, v. 32, n. 2, p. 279–291, 2012. DOI: 10.20396/remate.v32i2.8635887. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8635887. Acesso em: 2 out. 2022.