Notícias

PASOLINI E A CRÍTICA

2019-12-19

Já há algum tempo, na Itália e fora dela, Pier Paolo Pasolini vem sendo apresentado como um pensador do mundo contemporâneo, tornando menos importantes as compartimentações - em gêneros ou fases - pelas quais sua obra e suas atividades vinham sendo apresentadas. É o que se detecta em livros como o de Didi-Huberman, Sobrevivência dos vaga-lumes (Editora UFMG, 2011); ou, antes, em ensaios como o de Il pensiero meridiano (O pensamento meridiano), de Franco Cassano (Laterza, 1996); ou, nos mais recentes, Effetto Italian Thought (Efeito Italian Thought), organizado por E. Lisciani-Petrini e G. Strummiello (Quodlibet, 2017), e Decostruzione o biopolitica? (Desconstrução ou biopolítica?), coletânea reunida por Elettra Stimilli (Quodlibet, 2017).

Saiba mais sobre PASOLINI E A CRÍTICA

Edição Atual

v. 39 n. 2 (2019): Dossiê: Genealogias da escrita
Publicado: 2019-12-04

Apresentação

Dossiê

Resenhas

Ver Todas as Edições