Banner Portal
A dialética apocalíptica de Tennessee Williams em "The Chalky White Substance"
PDF

Palavras-chave

Dramaturgia
Teatro
Tennessee Williams
Era Reagan
Guerra fria

Como Citar

TOLEDO, Luis Marcio Arnaut de. A dialética apocalíptica de Tennessee Williams em "The Chalky White Substance". Remate de Males, Campinas, SP, v. 43, n. 2, p. 494–515, 2023. DOI: 10.20396/remate.v43i2.8671308. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8671308. Acesso em: 16 jul. 2024.

Resumo

Este trabalho analisa a peça em um ato The Chalky White Substance, escrita por Tennessee Williams em 1981, baseada na contextualização social, política e histórica daquele momento. Dessa forma, são apresentadas e discutidas as conjunturas da Guerra Fria e da ascensão do conservadorismo no governo de Ronald Reagan e suas conexões com a narrativa da peça. É definida a ideia de que esse governo utilizava uma linguagem apocalíptica para manter-se no poder com suas ideologias, assim, identificadas na narrativa dramática de Williams, ao figurar a Terceira Guerra Mundial, a devastação do planeta por bombas termonucleares e o esfacelamento humano como consequência. Pode-se dizer, portanto, que a peça é uma crítica social e política ao seu contexto histórico e possui um caráter épico intrínseco que apresenta a causalidade dos movimentos da ficção em seus conflitos, além de fazer um retrato caótico da vida pública no contexto do capitalismo.

https://doi.org/10.20396/remate.v43i2.8671308
PDF

Referências

CAPITAL NOW. Welfare State: o que é e quais suas características. 9 abr. 2020. Disponível em: <https://capitalresearch.com.br/blog/welfare-state/>. Acesso: 24 out. 2022.

CARVALHO, Sérgio de. Aspectos da forma dramática e breve comentário sobre o teatro épico e pós-dramático (palestra, 2010). Escritos de trabalhos de Sérgio de Carvalho. 2020a. Disponível em:<https://sergiodecarvalho.com/2020/04/10/aspectos-da-forma-dramatica-e-breve-comentario-sobre-teatro-epico-e-pos-dramatico-palestra-2010/>. Acesso: 13 out. 2022.

CARVALHO, Sérgio de. Dialética do drama nas lições estéticas de Hegel (apontamento inédito, 2017). Escritos de trabalhos de Sérgio de Carvalho. 2020b. Disponível em: <https://sergiodecarvalho.com/2020/07/26/dialetica-do-drama-nas-licoes-esteticas-de-hegel-apontamento-inedito-2017/>. Acesso: 13 out. 2022.

ELLIOT, T. S. A Terra devastada. Trad. Gualter Cunha. Lisboa: Relógio da Terra, 1972.

FILHOS DA Esperança. Direção de Alfonso Cuarón. Inglaterra/Estados Unidos, Universal Pictures, 2006. Filme (89 minutos). YouTube. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=SQ4fEcqY3Tk>. Acesso: 13 out. 2022.

FISHER, Mark. O realismo capitalista – é mais fácil imaginar o fim do mundo do que o fim do capitalismo. Trad. Rodrigo Gonsalves, Jorge Adeodato e Maikel da Silveira. E-book. São Paulo: Autonomia Literária, 2020.

GRESLÉ-FAVIER, Claire. Raising Sexually Pure Kids: Sexual Abstinence, Conservative Christians and American Politics. New York: Rodopi, 2009.

RAMOS, José Augusto M. A literatura apocalíptica e a ideia de ordem e de fim. Millenarium – Revista Portuguesa de Ciência das Religiões, ano I, n. 1, 2002, pp. 43-53. Disponível em: <https://revistas.ulusofona.pt>. Acesso: 5 out. 2022.

SADDIK, Annette. Tennessee Williams and the Theatre of Excess: The Strange, the Crazed, the Queer. Cambridge: Cambridge University Press, 2015.

SILVA, Rodrigo Cândido da. O pesadelo americano: cinema de horror e o conservadorismo na Era Reagan (1981-1989). Tese (Doutorado em História) – Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2021.

VIDAL, Camila Feix; WIETCHIKOSK, Luciana. Revisitando os Think Tanks na ascensão do conservadorismo estadunidense: American Enterprise Institute e Heritage Foundation. Perspectivas, São Paulo, v. 54, jul./dez. 2019, pp. 107-139. Disponível em: <https://periodicos.fclar.unesp.br>. Acesso em: 30 set. 2022.

VIZENTINI, Paulo Fagundes. A Guerra Fria: o desafio socialista à ordem americana. Porto Alegre: Leitura XXI, 2004.

WILLIAMS, Tennessee. The Travelling Companion and Other One-Act Plays. Annette Saddik (Ed.). New York: New Directions, 2008.

WILLIAMS, Raymond. A tragédia moderna. Trad. Betina Bischof. São Paulo: Cosac & Naif, 2002.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Licença Creative Commons

Downloads

Não há dados estatísticos.