Banner Portal
A presença da poesia italiana em Ipotesi, de Murilo Mendes
PDF

Palavras-chave

Murilo Mendes. Ipotesi. Poetas italianos.

Como Citar

AGUSTONI, Prisca. A presença da poesia italiana em Ipotesi, de Murilo Mendes. Remate de Males, Campinas, SP, v. 32, n. 1, p. 53–65, 2012. DOI: 10.20396/remate.v32i1.8636211. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8636211. Acesso em: 14 jul. 2024.

Resumo

O presente artigo aproxima livremente a coletânea Ipotesi, de autoria de Murilo Mendes, da produção de alguns dos poetas italianos mais instigantes e influentes, contemporâneos ao poeta brasileiro. A intenção dessa aproximação é a de verificar como, apesar das evidentes diferenças estilísticas e representativas que animam o universo lírico dos poetas aqui mencionados, Murilo chegou a partilhar e a incorporar na sua produção poética escrita em italiano certo estado de espírito decorrente do momento histórico-social (e cultural) que pairava sobre a Itália, uma ambiência cultural da qual ele se alimentou em função da sua prolongada estadia na capital italiana.

https://doi.org/10.20396/remate.v32i1.8636211
PDF

Referências

BERNARDINI, Aurora Fornoni. (org. e trad.). A coisa perdida. Agamben comenta Caproni. Florianópolis: UFSC, 2011.

CAPRONI, Giorgio. Poesie. 1932-1986. Milano: Garzanti, 1989.

HAMBURGER, Michael. A verdade da poesia. São Paulo: Cosac e Naify, 2007.

JASPERS, Karl. Raison et existence. Grenoble: Presses Universitaires de Grenoble, 1987.

MENDES, Murilo. Ipotesi. A cura di Luciana S.Picchio. Roma: Zone Editrice, 2004.

MICHELSTAEDTER, Carlo. La Persuasione e la Rettorica. Milano: Adelphi, 1994.

MONTALE, Eugenio. Ossi di seppia. Milano: Mondadori, 2001.

PASOLINI, Pier Paolo. Passione e ideologia. Milano: Garzanti, 1960, pp. 424-428.

RABONI, Giovanni. “Giorgio Caproni”. In CAPRONI, Giorgio. Poesie. 1932-1986. Milano: Garzanti, 1989, p.793-798.

SBARBARO, Camillo. Pianissimo. Milano: Il Saggiatore, 1983.

Licença Creative Commons
O periódico Remate de Males utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.