A Semana de 22 e a Poesia: contradições e desdobramentos

Autores

  • Leandro Pasini Universidade Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v33i1-2.8636452

Palavras-chave:

Teoria Literária. Crítica literária. Semana de Arte Moderna.

Resumo

O presente ensaio estuda a poesia modernista brasileira que foi apresentada na Semana de Arte Moderna de 1922. Diante da impossibilidade de se precisar com exatidão os poemas lidos então, este texto busca analisar a elaboração de questões problemáticas na poesia de alguns de seus participantes, principalmente Agenor Barbosa, Tácito de Almeida, Luis Aranha e Mário de Andrade. A proposta aqui é inquirir o modo como a poesia priduzida no contexto da Semana de Arte Moderna se relacionava criticamente com os estilos poéticos que a precederam. Questiona-se, dessa forma, que tipo de influência o contexto local, composto de Parnasianismo dominante e Simbolismo marginalizado, exerceu na incorporação brasileira das estéticas de vanguarda. Procura-se, igualmente, questionar a relação entre a poesia que se moderniza e o contexto local, a presença distintiva da realidade histórico-social brasileira. Aponta-se, por fim, para a relação entre as contradições do momento e seus desdobramentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Pasini, Universidade Federal de São Paulo

Letras, Literatura Brasileira, Teoria Literária, Poesia Modernista

Referências

ALMEIDA, Tácito de. Túnel e poesias modernistas-1922/1923. Estabelecimento de texto e estudo de Telê Porto Ancona Lopez. São Paulo: Art Editora, 1987.

AMARAL, Aracy. Artes plásticas na Semana de 22. São Paulo: Perspectiva, 1979.

ANDRADE, Mário de. A escrava que não é Isaura. Obra imatura. Belo Horizonte: Itatiaia, 1980.

ANDRADE, Mário de. Poesias completas. Edição crítica de Diléa Zanotto Manfio. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Edusp, 1987.

ANDRADE, Mário de. Aspectos da literatura brasileira. Belo Horizonte: Itatiaia, 2002.

ANDRADE, Oswald de. Modernismo. Estética e política. São Paulo: Globo, 1992.

ARANHA, Graça. A emoção estética na arte moderna. Obra completa. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1969.

ARANHA, Luís. Cocktails. Organização de Nelson Ascher e pesquisa de Rui Moreira. São Paulo: Brasiliense, 1984.

ARANHA, Luís. Paulicèa Desvairada. Klaxon: mensário de arte moderna. São Paulo, n. 4, p. 11, agosto de 1922. In: KLAXON − mensário de arte moderna. Edição fac-similar (192223). São Paulo: Livraria Martins, 1972.

ARAUJO, Carlos Alberto de. [Tácito de Almeida]. A mesma tempestade. Klaxon: mensário de arte moderna. São Paulo, n. 4, p. 6, agosto de 1922. In: KLAXON − mensário de arte moderna. Edição fac-similar (1922-23). São Paulo: Livraria Martins, 1972a.

ARAUJO, Carlos Alberto de. Paulicea desvairada. Klaxon: mensário de arte moderna. São Paulo, n. 7, p. 12-14, novembro de 1922. In: KLAXON − mensário de arte moderna. Edição fac-similar (1922-23). São Paulo: Livraria Martins, 1972b.

ARAUJO, Carlos Alberto de. Salvar. Klaxon: mensário de arte moderna. São Paulo, n. 6, p. 6, outubro de 1922. In: KLAXON − mensário de arte moderna. Edição fac-similar (1922-23). São Paulo: Livraria Martins, 1972c.

BANDEIRA, Manuel. Crônicas inéditas I. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

BATISTA, Marta Rossetti; LOPEZ, Telê Porto Ancona; LIMA, Yone Soares de. Brasil: 1º tempo modernista-1917/1929. Documentação. São Paulo: IEB, 1972.

BOAVENTURA, Maria Eugênia (Org.). 22 por 22: a Semana de Arte Moderna vista pelos seus contemporâneos. São Paulo: Edusp, 2008.

BRITO, Mário da Silva. História do Modernismo brasileiro I. Antecedentes da Semana de Arte Moderna. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1997.

CARVALHO, Ronald de. O espelho de Ariel e poemas escolhidos. Rio de Janeiro: Nova Aguilar; Brasília, INL, 1976.

DEL PICCHIA, Menotti del. O Gedeão do Modernismo: 1920-1922. Seleção e organização de Yoshie Sakiyama Barreirinhas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira; São Paulo: Secretaria de Estado da Cultura 1983.

GOLDSTEIN, Norma. Do Penumbrismo ao Modernismo: o primeiro Bandeira e outros poetas significativos. São Paulo: Ática, 1983.

GUELFI, Maria Lúcia Fernandes. Novíssima. Contribuição para o estudo do Modernismo. São Paulo: IEB, 1987.

KLAXON − mensário de Arte moderna. Edição fac-similar (1922-23). São Paulo: Livraria Martins, 1972.

SANTIAGO, Silviano (Org.). Carlos & Mário. Correspondência de Carlos Drummond de Andrade e Mário de Andrade. Rio de Janeiro: Bem-Te-Vi, 2002.

SCHWARTZ, Jorge (Org.). Caixa modernista. São Paulo; Minas Gerais: Edusp; Imprensa Oficial; Editora da UFMG, 2003.

Downloads

Publicado

2015-06-17

Como Citar

PASINI, L. A Semana de 22 e a Poesia: contradições e desdobramentos. Remate de Males, Campinas, SP, v. 33, n. 1-2, p. 191–210, 2015. DOI: 10.20396/remate.v33i1-2.8636452. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8636452. Acesso em: 29 jun. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)