Livro utópico e imaginação moral

Autores

  • Eduardo Ferraz Felippe Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v37i1.8647552

Palavras-chave:

Livro utópico. Ricardo Piglia. Autoria.

Resumo

O objetivo desse artigo é estudar o livro como poiesis na obra de Ricardo Piglia. Em um primeiro instante, cabe considerar que o livro não é tema, mas fundamento e metáfora da ficção e não pode ser entendido sem a indagação pela autoria. Após, o livro como nó conceitual suscita a apropriação de assinaturas, de memórias pessoais, a leitura da tradição e a crítica ao mercado; ao mesmo tempo, impulsiona miradas diversas na obra, especialmente em sua leitura de Macedonio Fernández, Ezequiel Martinez Estrada e da tradição crítica de língua inglesa. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Ferraz Felippe, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Professor do Departamento de História da UERJ

Referências

BLANCHOT, Maurice. O Livro por vir. Tradução: Leyla Perrone-Moisés. 2° ed. São Paulo: ed. WMF Martins Fontes, 2013.

BOLAÑO, Roberto. Literatura + Enfermedad = Enfermedad (Ensayo)

BORGES, Jorge Luis. “Tlön, uqbar, orbis tertius” In: Ficções. Tradução: Davi Arrigucci Jr. Companhia das Letras, 2007, p. 13- 34.

FERNÁNDEZ, Macedonio. Museo de la novela de la eterna. Edición critica. Paris; Madrid; Rio de Janeiro; São Paulo. ALLCA XX, 1996.

FOUCAULT, Michel. Arqueologia do saber. Tradução: Luiz Felipe Baeta Neves. 7° edição Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

FOSTER, Hal. “An Archival Impulse” In: October 110, Fall 2004, p. 3-22.

PAVESE, Cesare. Il mestiere di vivere: Diario (1935 – 1950) Torino: Einaudi, 1974.

PIGLIA, Ricardo. Los diarios de Emilio Renzi – Años de formación. Barcelona: Editorial Anagrama, 2015.

PIGLIA, Ricardo. Los diarios de Emilio Renzi – Los Años Felices. Barcelona: Editorial Anagrama, 2016.

PIGLIA, Ricardo. Respiração Artificial. Tradução: Heloisa Jahn São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

PIGLIA, Ricardo. Plata Quemada. Buenos Aires: Debolsillo, 2014.

PIGLIA, Ricardo. “Os Livros de minha vida. Páginas de uma autobiografia futura” In: Revista Peixe-Elétrico, v1, n°1, 2015.

PIGLIA, Ricardo. “Novela y utopia” [1985] In: Crítica y ficción. Buenos Aires: Debolsillo, 2014. (a)

PIGLIA, Ricardo. “Ficción y política en la literatura argentina” In: Crítica y ficción. Buenos Aires: Debolsillo, 2014. (b)

PIGLIA, Ricardo. “Notas sobre Macedonio en un diario” In: Clarín, Cultura y Nación 12 dic. 1985 In: CAMBLONG, Ana Maria e OBIETA, Adolfo. (org.) In: Museo de la Novela de la Eterna. publicado novamente em PIGLIA, Ricardo. Formas Breves (1999)

PIGLIA, Ricardo. “Notas en un diário” In: Antología personal. Buenos Aires: Fondo de Cultura Economica, 2014. (b)

PIGLIA, Ricardo. Nome falso: homenagem a Roberto Arlt. Tradução de Heloisa Jahn. São Paulo: Iluminuras, 2002.

PIGLIA, Ricardo. Alvo noturno. Tradução: Heloisa Jahn. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

PIGLIA, Ricardo. La Ciudad Ausente. Buenos Aires: Debolsillo, 1992.

POE, Edgar Alan. The narrative of Arthur Gordon Pym of Nantucket 1837 In: Edgar Alan Poe: Sixty-seven tales, The narrative of Artur Gordon Pym of Nantucket, The Raven and other poems. New York : Gramercy Books, 1990.

SCHWARZ, Adriano. “A tendência autobiográfica do romance contemporâneo: Coetzee, Roth e Piglia” In: Novos estudos –

CEBRAP, n. 95, São Paulo Mar. 2013.

TRILLING, Lionel. Sincerity and authenticity. Cambridge: Harvard University Press, 1973.

TRILLING, Lionel. The Opposing Self: Nine Essays in Criticism. New York: Viking Press, 1955.

TRILLING, Lionel. The Liberal Imagination: Essays on Literature and Society. New York: Viking Press, 1950.

WALSER, Robert. Jakob von Gunten. Um diário. Tradução: Sérgio Tellaroli. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

WHITE, Hayden. “Introduction: historical fiction, fictional history and historical reality”. (2005)

Downloads

Publicado

2017-08-28

Como Citar

FELIPPE, E. F. Livro utópico e imaginação moral. Remate de Males, Campinas, SP, v. 37, n. 1, p. 175–199, 2017. DOI: 10.20396/remate.v37i1.8647552. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8647552. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

3. O livro como metáfora metapoética