A Filosofia da História de Oswald de Andrade

Autores

  • Ulisses do Valle Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v37i1.8649235

Palavras-chave:

Poema-ensaio. Sentimento órfico. Utopia antropofágica.

Resumo

Este artigo buscou investigar e refletir sobre os elementos de uma filosofia da história no legado de Oswald de Andrade. Difusos em seus textos políticos e em seus manifestos estéticos, os elementos de uma filosofia da história oswaldiana ganhariam maior desenvolvimento e clareza em alguns ensaios “filosófico-poéticos”, por assim dizer, escritos por Oswald. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ulisses do Valle, Universidade Federal de Goiás

Possui graduação em História pela Universidade Federal de Goiás (2007), mestrado em História pela Universidade Federal de Goiás (2010) e doutorado em História pela Universidade Federal de Goiás (2013). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Goiás. Tem experiência na área de História, com ênfase em Teoria da História e História Moderna.

Referências

ANDERSON, Perry. Linhagens do estado absolutista. São Paulo: Brasiliense, 1998.

ANDRADE, Oswald de. O antropófago. In: ANDRADE, Oswald de. Estética e política. São Paulo: Globo, 1992, pp. 233-284.

ANDRADE, Oswald de. A crise da filosofia messiânica. In: ANDRADE, Oswald de. A utopia antropofágica. São Paulo: Globo, 2011a, pp. 138-215.

ANDRADE, Oswald de. A marcha das utopias. In: ANDRADE, Oswald de. A utopia antropofágica. São Paulo: Globo, 2011b, pp. 220-298.

ANDRADE, Oswald de. Manifesto Antropófago. In: ANDRADE, Oswald de. A utopia antropofágica. São Paulo: Globo, 2011c, p. 67-74.

AQUINO, Tomás de. Compêndio de Teologia. Seleção de textos. São Paulo: Abril Cultural, 1985, pp. 69-101. (Os Pensadores)

BENJAMIN, Walter. Capitalismo como religião. Revista Garrafa, nº 23, 2011, pp. 1-4.

CAMPOS, Haroldo. Serafim: um grande não-livro (Prefácio). In: ANDRADE, Oswald de. Serafim Ponte Grande. São Paulo: Ed. Globo, 2005, pp. 5-28.

CÂNDIDO, Antônio. Vários escritos. São Paulo: Ed. Duas Cidades, 2004.

CARPEAUX, Otto Maria. História da literatura ocidental, vol. 1. São Paulo: Leya, 2012.

DRAY, William. Filosofia da história. Rio de Janeiro: Zahar, 1969.

FREUD, Sigmund. Totem e tabu. Rio de Janeiro: Imago, s/d.

HELENA, Lúcia. Totens e tabus da modernidade brasileira: símbolo e alegoria na obra de Oswald de Andrade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1985.

LÖWITH, Karl. The Theological Background of Philosophy of History. Social Research, v. 13, nº 1, 1946, pp. 51-80.

NUNES, Benedito. Antropofagia ao alcance de todos. In: ANDRADE, Oswald. A utopia antropofágica. São Paulo: Globo, 2011, pp. 7-56.

OCKHAM, Willian. Obras selecionadas. São Paulo: Abril Cultural, 1985, pp. 386-404. (Os Pensadores)

OLIVEIRA, Vera Lúcia de. Poesia, mito e história no Modernismo Brasileiro. São Paulo: Ed. UNESP, 2002.

PLATÃO. Fédon. Platão. São Paulo: Abril, 1985, pp. 56-126. (Os Pensadores)

WEBER, Max. Os tipos de dominação. In: WEBER, Max. Economia e sociedade. São Paulo: UnB, 2004, pp. 139-198.

WEBER, Max. Sociologia da religião. In: WEBER, Max. Economia e sociedade. São Paulo: UnB, 2004, pp. 249-418.

Downloads

Publicado

2017-08-28

Como Citar

VALLE, U. do. A Filosofia da História de Oswald de Andrade. Remate de Males, Campinas, SP, v. 37, n. 1, p. 323–344, 2017. DOI: 10.20396/remate.v37i1.8649235. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8649235. Acesso em: 28 maio. 2022.