Os brilhos todos. Ensaio, crônica, artigo, entrevista, apresentação, nota, crítica, resenha, poesia etc., de Alexandre Eulálio

Autores

  • Mario Luiz Frungillo Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v37i1.8649823

Palavras-chave:

Alexandre Eulálio. Os brilhos todos. Carlos Augusto Calil

Resumo

Os brilhos todos é mais um dos “livros involuntários” de Alexandre Eulálio, que em vida publicou sob essa forma apenas A aventura brasileira de Blaise Cendrars, deixando aos amigos a tarefa de organizar em volume, da melhor forma que pudessem, as centenas de textos dos mais variados gêneros que deixou espalhados em jornais, revistas, catálogos de exposições, livros de outros autores, em forma de papéis avulsos etc. Essa falta de preocupação em fixar de forma mais duradoura e acessível seus trabalhos (que de certo modo modesto o coloca na ilustre companhia de Shakespeare e Bach) foi frequentemente lamentada. Diante da imensa diversidade, e não podendo contar sequer com a indicação do autor para compor volumes mais orgânicos, com uma temática mais definida, os organizadores se veem na contingência de preparar coletâneas como essa: diversas, dispersas, informes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mario Luiz Frungillo, Universidade Estadual de Campinas

Prof. Dr. do Depto de Teoria Literária do IEL

Referências

MEYER, Augusto. Guia do folclore gaúcho. Rio de Janeiro: Gráfica Editora Aurora, 1951.

MEYER, Augusto. Tópica na poesia popular. In: Preto & branco. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1956, pp. 207-213.

Downloads

Publicado

2017-08-28

Como Citar

FRUNGILLO, M. L. Os brilhos todos. Ensaio, crônica, artigo, entrevista, apresentação, nota, crítica, resenha, poesia etc., de Alexandre Eulálio. Remate de Males, Campinas, SP, v. 37, n. 1, p. 477–480, 2017. DOI: 10.20396/remate.v37i1.8649823. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8649823. Acesso em: 28 maio. 2022.