Apresentação

Autores

  • Eduardo Veras Universidade Federal de Mato Grosso
  • Sérgio Alcides Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v37i1.8649825

Palavras-chave:

Livro. Organismo poiético. Meios de comunicação.

Resumo

Desde a sua origem moderna – a instigante aventura de Montaigne –, o ensaio habilita um espaço discursivo de caráter experimental no qual o sujeito se põe em jogo na deriva de uma escrita provisional, assistemática e descontínua, que prescinde do direcionamento do plano prévio e das certezas conclusivas. Essa disposição experimental liberta o ensaio das grades classificatórias dos gêneros literários e dos saberes disciplinares, propiciando a configuração de textualidades de fronteiras permeáveis que corroem as convenções discursivas. Se na atualidade o domínio da literatura perdeu a nitidez de suas demarcações e se expande em direção de outros discursos e linguagens, colocando em questão a sua especificidade e autonomia, consideramos oportuno revisitar a escrita ensaística como prática de exploração liminar que desestabiliza as formas institucionalizadas da literatura. Esse propósito norteou a organização deste dossiê da revista Remate de Males a qual reúne um conjunto de artigos voltados para o estudo do ensaio e as escritas liminares de diversas literaturas (brasileira, hispano-americana, inglesa, alemã, francesa, espanhola, canadense) e épocas (do século XVIII à atualidade). Essa linha de indagação projeta-se, ainda, em alguns dos artigos avulsos, em duas resenhas e em uma entrevista que completam o volume. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Veras, Universidade Federal de Mato Grosso

Professor da Universidade Federal de Mato Grosso.

Sérgio Alcides, Universidade Federal de Minas Gerais

Professor da Universidade Federal de Minas Gerais

Referências

OVÍDIO. Tristezze. Ed. bilíngue. Introdução, tradução e notas de Francesca Lechi. Milão: BUR, 2008.

Downloads

Publicado

2017-08-28

Como Citar

VERAS, E.; ALCIDES, S. Apresentação. Remate de Males, Campinas, SP, v. 37, n. 1, p. 5–7, 2017. DOI: 10.20396/remate.v37i1.8649825. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8649825. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: O livro como organismo poiético