O desafio do Timor-Leste atual: em busca de uma identidade nacional ligada à língua portuguesa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v38i1.8651113

Palavras-chave:

Timor-Leste. Colônia portuguesa. Língua portuguesa.

Resumo

Produto de extensa pesquisa sobre educação em Timor-Leste, este artigo apresenta um recorte sobre os desafios da implantação da língua portuguesa naquele país, que a colocou como língua oficial de instrução na sua Constituição. O Timor é considerado um país transcontinental por apresentar seus domínios tanto no continente asiático, em sua porção norte, sob a influência do Pacífico, quanto na Oceania, em sua porção sul, ligada ao Oceano Índico. Antiga colônia portuguesa, provavelmente a menos prestigiada do Império Português ultramar, possui uma história eivada de desafios em busca de sua autonomia como nação. O objetivo do trabalho é apresentar, por meio das narrativas de antigos governadores portugueses no Timor do período colonial, Afonso de Castro (1824-1885) e Teófilo Duarte (1898-1958), as dificuldades do empreendimento colonial português naquelas terras frente à pluralidade linguística e cultural delas, ao espírito arredio dos seus habitantes em relação ao domínio português e aos obstáculos, conferidos pela distância da metrópole, para implantação definitiva da empresa colonial. Para isso, empreendeu-se pesquisa bibliográfica a livros e documentos na Biblioteca do Programa de Pós-Graduação e Pesquisa (PPGP) da Universidade Nacional de Timor Lorosa’e (UNTL), em Díli, Timor-Leste, assim como à Biblioteca do Instituto Nacional de Formação de Docentes e Profissionais da Educação (Infordepe), e entrevistas a professores, a formadores de professores e a estudantes no país. Como resultados, é possível identificar a dificuldade na implantação da língua portuguesa pela via educacional, em função da ausência de imersão nessa língua no espaço escolar, da grande oferta de línguas maternas para a comunicação cotidiana, do fortalecimento do movimento pela implantação de línguas maternas na escolarização inicial das crianças, ao mesmo tempo em que aponta a possibilidade de aquisição da língua portuguesa por seu povo pelo alcance do ciclo completo de escolarização até o nível superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helio José Santos Maia, Universidade de Brasília

Professor do Departamento de Métodos e Técnicas da Faculdde de Educação da Universidade de Brasília (FE/MTC/UnB), doutor em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (PPGE/FE/UnB), mestre em Ensino de Ciências (PPGEC/UnB), licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal da Bahia.

Maria Helena da Silva Carneiro, Universidade de Brasília

Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília. doutorado em Didática das disciplinas: Biologia - Paris VII - Reconhecido para fins de concurso: UFSC-1993, mestrado em Ecologia Humana - Université Paris Descartes, mestrado em Didática das Disciplinas - Biologia pela Universidade Paris VII.

Referências

BARBEDO DE MAGALHÃES, António. Timor-Leste – Interesses internacionais e actores locais. V. I: Da invasão australo-holandesa à decisão australo-indonésia de anexar, 1941-1974. Porto: Edições Afrontamento, 2007.

CASTRO, Afonso de. As possessões portuguezas na Oceania. Lisboa: Imprensa Nacional, 1867.

CORREIA, António A. Mendes. Timor português, contribuição para o seu estudo antropológico. Lisboa: Imprensa Nacional de Lisboa, 1954.

DRAKELEY, Steven. The History of Indonesia. Londres: Greenwood Press, 2005.

DUARTE, Teófilo. Ocupação e colonização branca de Timor. Coleção Fórum – Estudos Coloniais, 13. Secção, n. 2. Porto: Editora Educação Nacional, 1944.

FIGUEIREDO, Fernando Augusto. Timor, a presença portuguesa (1769-1945). Lisboa: Centro de Estudos Históricos – Universidade de Lisboa, 2011.

FREI, Henry. Japan’s Reluctant Decision to Occupy Portuguese Timor, 1 January 1942/ 20 February, 1942. Australian Historical Studies, n. 107, out. 1996. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1080/10314619608596014. Acesso em: 10 ago. 2016.

JONES, Gavin W. East Timor: Education and Human Resource Development. In: FOX, James J.; SOARES, Dionisio Babo (Orgs.). Out of the Ashes Destruction and Reconstruction of East Timor. Camberra: Publisher ANU e Press, 2003.

MENDES, Nuno Canas. A “Multidimensionalidade” da construção identitária em Timor-Leste: nacionalismo, Estado e identidade nacional. Lisboa: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas – Universidade Técnica de Lisboa, 2005.

SILVA, José Celestino. Relatório de Operações de Guerra no districto de Timor no anno de 1896. Lisboa: Imprensa Nacional, 1897.

SILVA, Kelly Cristiane da; SIMIÃO, Daniel Schroeter (Orgs.). Timor-Leste por trás do palco: cooperação internacional e a dialética da formação do Estado. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.

THE WORLD Factbook. East Timor. CIA – Central Intelligence Agency (site). EUA. Disponível em: https://www.cia.gov/library/publications/the-world-factbook/geos/tt.html. Acesso em: 20 nov. 2017.

XIMENES BELO, Dom Carlos Filipe. Os reinos antigos de Timor-Leste: reys de Lorosay e reys de Lorothoba, coroneis e datos. Porto: Editora Porto, 2013.

Downloads

Publicado

2018-06-07

Como Citar

MAIA, H. J. S.; CARNEIRO, M. H. da S. O desafio do Timor-Leste atual: em busca de uma identidade nacional ligada à língua portuguesa. Remate de Males, Campinas, SP, v. 38, n. 1, p. 240–267, 2018. DOI: 10.20396/remate.v38i1.8651113. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8651113. Acesso em: 27 nov. 2022.