O ciclo do Grande Hotel da Beira: Os documentários Grande Hotel, de Lotte Stoops; Grande Hotel, de Anabela Saint-Maurice; Hóspedes da Noite, de Licínio Azevedo e Amanhecer a andar, de Sílvia Firmino

Autores

  • Giulia Spinuzza Universidade de Lisboa

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v38i1.8651135

Palavras-chave:

Grande Hotel. Documentários. Oceano Índico.

Resumo

O objectivo deste artigo é analisar quatro documentários sobre o Grande Hotel da Beira, em Moçambique. Nesta pesquisa iremos focar as representações cinematográficas do Grande Hotel realizadas no pós-independência. Aprofundaremos as perspectivas que evidenciam o tecido pluricultural da cidade da Beira, fruto das conexões criadas através do Oceano Índico, e problematizaremos a relação entre o presente pós-colonial e o passado colonial. No final do texto iremos abordar também o último livro de João Paulo Borges Coelho (2017), Ponta Gea, cujo título se refere ao bairro beirense no qual está localizado o Grande Hotel.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giulia Spinuzza, Universidade de Lisboa

Doutora em Estudos Africanos pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, membro colaborador do CEsA/CSG (ISEG, ULisboa) e Bolseira de Investigação do Projecto NILUS-Narrativas do Oceano Índico no Espaço Lusófono (PTDC/CPC-ELT/4868/2014).

Referências

ALPERS, Edward. Maritime Mozambique. Tsingy, n. 18, 2015, pp. 15-34. Disponível em: https://www.academia.edu/24855175/Maritime_Mozambique_Tsingy_18_2015_. Acesso em: ago. 2017.

AMANHECER A andar. Direção de Sílvia Firmino. Portugal, CRIM, 2012. Documentário (97 min.).

COELHO, João Paulo Borges. Ponta Gea. Lisboa: Caminho, 2017.

COELHO, João Paulo Borges. Índicos indícios I – Setentrião: estórias. Lisboa: Caminho, 2005.

FALCONI, Jessica. Para fazer um mar. Literatura moçambicana e Oceano Índico. Diacrítica, v. 27, n. 3, 2013, pp. 77-92. Disponível em: www.scielo.mec.pt/pdf/dia/v27n3/v27n3a06.pdf. Acesso em: jul. 2017.

FERNANDES, Mário Gonçalves; MEALHA, Rui Passos; MENDES, Rui Paes. Beira, uma paisagem modernista na África Tropical. Urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana, v. 8, n. 1, jan./abr. 2016, pp. 155-166. Disponível em: www.scielo.br/pdf/urbe/2015nahead/2175-3369-urbe-2175-3369008001AO04.pdf. Acesso em: jul. 2017.

GRANDE HOTEL. Direção de Anabela de Saint-Maurice. Portugal, Ana Lucas, 2007. Documentário (52 min.). Disponível em: http://www.cultureunplugged.com/documentary/watch-online/play/7430/Grande-Hotel. Acesso em: jul. 2017.

GRANDE HOTEL. Direção de Lotte Stoops. Bélgica, Serendipity Films, 2010. Documentário (70 min.).

HÓSPEDES DA noite. Direção de Licínio Azevedo. Moçambique, Ébano Multimedia, 2007. Documentário (53 min.).

MAGALHÃES, Ana. Estação de Caminho de Ferro da Beira: apogeu e crítica do movimento moderno em Moçambique. In: Atas do Congresso Internacional Saber Tropical em Moçambique: História, Memória e Ciência. IICT-JBT/Jardim Botânico Tropical, Lisboa, 2012. Disponível em: ewv.ist.utl.pt/PDF/AM_Saber%20Tropical.pdf. Acesso em: jul. 2017.

MAGALHÃES, Ana. Moderno Tropical: arquitectura em Angola e Moçambique 1948-1975. Fotografia de Inês Gonçalves. Lisboa: Tinta de China, 2009.

MALOA, Joaquim Miranda. A urbanização moçambicana. Uma proposta de interpretação. Tese de doutorado em Geografia Humana) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, São Paulo, 2016. Disponível em: www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-05082016-155420/. Acesso em: jul. 2017.

MEDEIROS, Eduardo. Etnia e raça no desporto beirense da época colonial. O caso dos “sino-moçambicanos”. Cadernos de Estudos Africanos [on-line], n. 26, 2013, pp. 45-81. Disponível em: http://cea.revues.org/1115. Acesso em: jul. 2017.

MEDEIROS, Eduardo. Os sino-moçambicanos da Beira. Mestiçagens várias. Cadernos de Estudos Africanos [on-line], n. 13/14, 2007, pp. 1-23. Disponível em: https://cea.revues.org/494. Acesso em: jul. 2017.

MOÇAMBIQUE – DO outro lado do tempo. Direção de Luís Beja. Portugal, Beja Filmes, 1996. Documentário (71 min.).

MOORTHY, Shanti. Abdulrazak Gurnah and Littoral Cosmopolitanism. In: MOORTHY, Shanti; JAMAL, Ashraf (Orgs.). Indian Ocean Studies. Cultural, Social and Political Perspectives. Londres / Nova York: Routledge, 2010, pp. 73-102.

MOORTHY, Shanti; JAMAL, Ashraf. Introduction: New Conjunctures in Maritime Imaginaries. In: MOORTHY, Shanti; JAMAL, Ashraf (Orgs.). Indian Ocean Studies. Cultural, Social and Political Perspectives. Londres/Nova York: Routledge, 2010, pp. 1- 31.

MUECKE, Stephen. Fabulation: Flying Carpets and Artful Politics in the Indian Ocean. In: MOORTHY, Shanti; JAMAL, Ashraf (Orgs.). Indian Ocean Studies. Cultural, Social and Political Perspectives. Londres/Nova York: Routledge, 2010, pp. 32-44.

STOOPS, Lotte. Director’s statements. Grande Hotel. S.d. Disponível em: http://grandehotelthemovie.com/#/about/director%27s%20statement. Acesso em: ago. 2017.

TORABULLY, Khal. Ce que la Coolitude propose dans son acte de naissance: une voix de la diversité qui n’appauvrit pas l’autre à l’aune de sa propre définition de la diversité. IndesRéunionnaises, jun. 2008. Disponível em: http://www.indereunion.net/actu/khal/interKhal.htm. Acesso em: ago. 2017.

TORABULLY, Khal. [Entrevista a Pierre Carpienter]. Le Poète Mauricien a l’origine de la coolitude évoque Éduard Glissant. Montray Kréyol, set. 2016. Disponível em: http://www.montraykreyol.org/article/khal-torabully-le-poete-mauricien-a-lorigine-de-la-coolitude-evoque-edouard-glissant. Acesso em: ago. 2017.

Downloads

Publicado

2018-06-07

Como Citar

SPINUZZA, G. O ciclo do Grande Hotel da Beira: Os documentários Grande Hotel, de Lotte Stoops; Grande Hotel, de Anabela Saint-Maurice; Hóspedes da Noite, de Licínio Azevedo e Amanhecer a andar, de Sílvia Firmino. Remate de Males, Campinas, SP, v. 38, n. 1, p. 161–185, 2018. DOI: 10.20396/remate.v38i1.8651135. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8651135. Acesso em: 13 ago. 2022.