Andujar e a captura do corpo

Palavras-chave: Fotografia, Memória, Xamanismo

Resumo

Este artigo tem por objetivo discutir o trabalho fotográfico de Claudia Andujar a respeito do povo Yanomami no Brasil. Sua série “Marcados”, imaginada a partir de Gilles Deleuze e Georges Didi-Huberman, busca, pelo enquadramento fotográfico, a definição nos traços, ao mesmo tempo que provoca a (co)presença de temporalidades heterogêneas fazendo confluir reflexões sobre a memória e o anacronismo. Em “Marcados”, números abrem discussão sobre nomeação e relações de poder. A série “O invisível”, por sua vez, abre ocasião para se pensar imageticamente o xamanismo, como entendido por Eduardo Viveiros de Castro. Ao forjar o movimento em uma fotografia estática, Andujar opta por um jogo de luz-sombra que dá a ver a multiplicação dos traços que culmina em uma leitura do transe xamânico pela ótica do pulsante e do desconhecido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sabrina Alvernaz Silva Cabral, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Literatura da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e bolsista Capes

Sergio Luiz Rodrigues Medeiros, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor Titular do Departamento de Língua e Literatura Vernáculas (UFSC) e pesquisador do CNPq

Referências

ANDUJAR, Claudia. Yanomami: a casa, a floresta, o invisível. São Paulo: DMB, 1998.

ANDUJAR, Claudia. Marcados: Claudia Andujar. São Paulo: Cosac Naify, 2009a.

ANDUJAR, Claudia. Marcados [série]. 1981-1983. 1 fotografia, matriz-negativo. Coleção da artista.

ANDUJAR, Claudia. Marcados: Claudia Andujar. São Paulo: Cosac Naify, 2009b.

ANDUJAR, Claudia. [Entrevista a Paulo Boni]. Discursos Fotográficos, Londrina, v. 6, n. 9, jul./dez. 2010, pp. 249-273.

BARTHES, Roland. A câmara clara: nota sobre fotografia. Trad. Júlio Castañon Guimarães. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

BENJAMIM, Walter. Magia e técnica, arte e política. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1985. (Obras Escolhidas, Vol. I)

BENJAMIM, Walter. Passagens. Org. Willi Bolle e Cleonice Paes Barreto Mourão. Belo Horizonte/São Paulo: Ed. UFMG/Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2006.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil platôs. Capitalismo e esquizofrenia. Trad. Suely Rolnik. Rio de Janeiro: Editora 34, 1997.

DIDI-HUBERMAN, Georges. O que vemos, O que nos olha. Trad. Paulo Neves. São Paulo: Editora 34, 1998.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Sobrevivência dos vaga-lumes. Trad. Vera Casa Nova e Márcia Arbex. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Diante do tempo: história da arte e anacronismo das imagens. Trad. Vera Casa Nova e Márcia Arbex. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2015.

EINSTEIN, Carl. Negerplastik [escultura negra]. Trad. Fernando Scheibe e Inês de Araújo. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2011.

JÁ ME transformei em imagem. Direção de Zezinho Yube (etnia Hunikui – Kaxinawá), Vídeo nas Aldeias, 2008. Curta-metragem (32min.). Disponível em: <https://vimeo.com/ondemand/jametransformeiemimagem>. Acesso em: ago. 2019.

KOPENAWA, Davi; ALBERT, Bruce. A queda do céu: palavras de um xamã yanomami. Trad. Beatriz Perrone-Moisés. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

OLIVEIRA NETO, Thiago. A geopolítica rodoviária na Amazônia: BR-210 ou Grande Perimetral Norte. Revista de Geopolítica, v. 6, n. 1, jan./jun. 2015, pp. 123- 42.

RAY, Man. Self portrait. Boston: Little, Brown and Company, 1963.

SENRA, Stella. O último círculo [prefácio à obra: ANDUJAR, Claudia. Marcados: Claudia Andujar São Paulo: Cosac Naify, 2009]. [on-line.] Disponível em: <https://www.stellasenra.com.br/o-ultimo-circulo/>. Acesso em: ago. 2019.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. A inconstância da alma selvagem – e outros ensaios de antropologia. São Paulo: Cosac Naify, 2002.

YANOMAMI. [Verbete.] In: Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/obra15930/yanomami>. Acesso em: 8 out. 2019.

YANOMAMI. [Verbete.] In: Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/obra25516/yanomami%3E.%20Acesso%20em:%2028%20de%20Out.%202019.%20Verbete%20da%20Enciclop%C3%A9dia.%20ISBN:%20978-85-7979-060-7>. Acesso em: 9 maio 2020.

Publicado
2020-05-29
Como Citar
Cabral, S. A. S., & Medeiros, S. L. R. (2020). Andujar e a captura do corpo. Remate De Males, 40(1), 147-164. https://doi.org/10.20396/remate.v40i1.8657704