Paixão e filologia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v40i2.8659513

Palavras-chave:

Filologia, Língua, Dialeto

Resumo

Este artigo aborda a intempestiva relação entre crítica e linguagem que emergiu já na juventude de Pasolini, a qual será uma constante mutável por toda sua breve vida. Giorgio Agamben aponta que o jovem Pasolini não subjuga o dialeto friulano à língua constitucional, pois deseja dizer com o dialeto coisas elevadas, difíceis, com maior frescor e potência. Assim, a crítica operada por Pasolini mobilizou eruptivos debates, nos quais colocava em choque a língua como inventum (língua institucional) e a língua como inventio (língua-poesia), para desse confronto insurgir-se uma filologia crítica e inventiva. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Davi Pessoa, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Professor Adjunto de Língua e Literatura Italiana da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Brasil.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Estâncias: a palavra e o fantasma na cultura ocidental. Trad. Selvino José Assmann. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012.

AGAMBEN, Giorgio. Experimentum linguae: a experiência da língua. Trad. Cláudio Oliveira. Rio de Janeiro: Circuito, 2018.

AGAMBEN, Giorgio. L’Archeologia. [Conferência.] Palazzo Serra di Cassano, Nápoles, maio 2019a. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=Qkvlp4hUpL4. Acesso em: 5 maio 2020.

AGAMBEN, Giorgio. [Prefazione.] In: PASOLINI, Pier Paolo. (A cura di Graziella Chiarcossi) Pier Paolo Pasolini. I Turcs tal Friul. I Turchi in Friuli. Macerata: Quodlibet, 2019b, pp. 7-24.

ANTELO, Raúl. Tempos de Babel: anacronismo e destruição. São Paulo: Lumme Editor, 2007.

HAMACHER, Werner. Para – la Filología / 95 tesis sobre la filología. Trad. de Laura S. Cangati. Buenos Aires: Miño y Dávila, 2011.

PASOLINI, Pier Paolo. Le belle bandiere. Roma: L’Unità/Editori Riuniti, 1977.

PASOLINI, Pier Paolo. (A cura di Walter Siti e Silvia De Laude) Saggi sulla letteratura e sull’arte. Milano: Arnoldo Mondadori Editore, 1999.

PASOLINI, Pier Paolo. (A cura di Luigi Fontanella) Pasolini rilegge Pasolini: intervista con Giuseppe Cardillo. Milano: Archinto, 2005.

PASOLINI, Pier Paolo. La divina mimesis. Milano: Oscar Mondadori, 2006.

PASOLINI, Pier Paolo. Pasolini su Pasolini: conversazioni con Jon Halliday. Parma: Ugo Guanda Editore, 2014.

PASOLINI, Pier Paolo. (A cura di Graziella Chiarcossi) Pier Paolo Pasolini. I Turcs tal Friul. I Turchi in Friuli. Prefazione di Giorgio Agamben. Macerata: Quodlibet, 2019.

PESSOA, Davi. Pasolini, vulgo Plauto: traduzibilidades. Revista Diálogos Mediterrâneos, n. 9, 2015, pp. 89-98. Disponível em: http://www.dialogosmediterranicos.com.br/index.php/RevistaDM/article/view/186. Acesso em: 23 nov. 2020.

SCHÜRMANN, Reiner. Dai principi all’anarchia: essere e agire in Heidegger. Trad. Gianni Carchia. Bologna: Il Mulino, 1995.

Downloads

Publicado

2020-11-30

Como Citar

PESSOA, D. Paixão e filologia. Remate de Males, Campinas, SP, v. 40, n. 2, p. 546–562, 2020. DOI: 10.20396/remate.v40i2.8659513. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8659513. Acesso em: 8 mar. 2021.