Feche a porta atrás de si

a memória e o horror em K., de Bernardo Kucinski

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v41i1.8664928

Palavras-chave:

Memória , Testemunho , Psicanálise

Resumo

Com o intuito de explorar algumas reflexões sobre o romance K. relato de uma busca de Bernardo Kucinski (2011). Este texto apresenta, em um exercício de narrador presente, a relação entre dualidades: os dois narradores possíveis – o autor Kucinski e o pai K., a relação entre lembrar e esquecer, a relação entre memória e reminiscência e a movimentação cíclica entre luto e culpa, proporcionada pelo ciclo de vida e morte que perpassa a narração dos fatos e das ações em contextos de experiência da violência institucional. Tem-se como elemento principal a proposição de que o caráter autoritário da ditadura brasileira apresenta aspectos que permitem, em uma análise psicanalítica, localizar elementos narcísicos e relacionados com o Complexo de Édipo não resolvido e a transposição do recalcado para a esfera pública. Na construção da memória testemunhal, a trajetória vai desde o estudo da condição humana, passando pela construção do narrador e pela análise a partir dos estudos metapsicológicos de Sigmund Freud, objetivando lançar luzes sobre o movimento de lembrar a partir da vivência, da reminiscência, colocar a experiência sob o olhar da memória – coletiva, compartilhada, histórica – e, por fim, esquecer no campo íntimo sem apagar a inscrição dos efeitos dessa memória. K., ficção e autobiografia, oferece uma importante contribuição testemunhal aos fatos ocorridos durante a ditadura brasileira de 1964, ao mesmo tempo em que busca resolver as questões íntimas de uma família em uma busca sem fim.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danielle Barbosa, Universidade Estadual de Campinas

Doutoranda em Teoria e História Literária na Universidade Estadual de Campinas. Mestrado em Teoria e História Literária na mesma instituição, em Teoria e Crítica Literária. Graduada em Sociologia e Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas. Psicanalista e pesquisadora do Grupo U-TOPOS

Referências

ARENDT, Hannah. A condição humana. Trad. Roberto Raposo. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2007.

BENJAMIN, Walter. O narrador. In: Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BLANCHOT, Maurice. O livro por vir. Trad. Leyla Perrone-¬Moisés. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

FREUD, Sigmund. Além do princípio de prazer. In: Edição Standard Brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, XVIII (1920). Rio de Janeiro: Imago, 1996a.

FREUD, Sigmund. Análise terminável e interminável. In: Edição Standard Brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, XVIII (1937). Rio de Janeiro: Imago, 1996b.

FREUD, Sigmund. Esboço de Psicanálise (1940). In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, XXIII. Rio de Janeiro: Imago, 1996c.

FREUD, Sigmund. Luto e melancolia. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, XIV (1917). Rio de Janeiro: Imago, 1996d.

FREUD, Sigmund. O mal-estar na cultura (1930). In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, XXIII. Rio de Janeiro: Imago, 1996e.

FREUD, Sigmund. Recordar, repetir, elaborar. In: Obras completas. Vol. 10 (1911-1913). São Paulo: Companhia das Letras, 2010[1914].

KUCINSKI, Bernardo. K. – o relato de uma busca. São Paulo: Cosac Naïfy, 2014.

LACAN, Jacques. Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1998[1966].

PINHEIRO, Paulo Sérgio. Estado e terror. In: NOVAES, Adauto (Org.). Ética. São Paulo: Companhia das Letras, 1996, pp. 191-204.

RICOEUR, Paul. Tempo e narrativa. Tomo III. Trad. Roberto Leal Ferreira. São Paulo: Papirus, 1997.

ROUANET, Sérgio P. Édipo e o anjo: itinerários freudianos em Walter Benjamin. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2008.

ROUDINESCO, Elisabeth; PLON, Michel. Dicionário de psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Como Citar

BARBOSA, D. Feche a porta atrás de si: a memória e o horror em K., de Bernardo Kucinski. Remate de Males, Campinas, SP, v. 41, n. 1, p. 208–223, 2021. DOI: 10.20396/remate.v41i1.8664928. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8664928. Acesso em: 30 nov. 2021.