Disposição para o debate e capacidade de exposição e síntese em livro ambicioso sobre literatura brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v42i1.8668565

Palavras-chave:

Literatura brasileira, Crítica literária, História, Antonio Candido, Roberto Schwarz

Resumo

Há um título de Borges que poderia ser a epígrafe do livro de Luís Augusto Fischer: o tamanho de minha esperança. Duas formações, uma história consiste em um longo e detalhado ensaio escrito em prosa argumentativa que recusa o jargão e que aposta na densidade e no esclarecimento, sem deixar de afirmar uma esperança inconformista na importância da leitura e da literatura. Resulta um feito intelectual extraordinário ao articular debate teórico, avaliação de conceitos e procedimentos estabelecidos, postulação de novas propostas e, mais surpreendente, autobiografia intelectual repassada por informação precisa e formulações bem-humoradas. O conjunto não se abstém de provocar e arguir posições estabelecidas e alguns consensos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Homero Vizeu Araújo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor de Literatura Brasileira no Instituto Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Downloads

Publicado

2022-08-03

Como Citar

ARAÚJO, H. V. Disposição para o debate e capacidade de exposição e síntese em livro ambicioso sobre literatura brasileira. Remate de Males, Campinas, SP, v. 42, n. 1, p. 242–249, 2022. DOI: 10.20396/remate.v42i1.8668565. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8668565. Acesso em: 1 dez. 2022.