Fotografia e inquietação: uma leitura da imagem a partir da relação fotógrafo-fotografado

Autores

  • Amarildo Carnicel Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/resgate.v10i11.8645584

Palavras-chave:

Fotografia. Semiótica. Antropologia visual.

Resumo

Com base em alguns fundamentos da semiótica e da antropologia visual, este artigo procura ofecer elementos para uma melhor compreensão da fotografia a partir do encontro fotógrafo-fotografado. Para fazer uma análise mais atenta, elenco e classifico as imagens em cinco categorias de fotos: 'negociada', 'consentida', 'não-consentida', 'predatória' e 'denúncia'.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amarildo Carnicel, Universidade Estadual de Campinas

Jornalista, mestre em Multimeios, doutorando em Educação e pesquisador do CMU-Unicamp.

Downloads

Como Citar

CARNICEL, A. Fotografia e inquietação: uma leitura da imagem a partir da relação fotógrafo-fotografado. Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura, Campinas, SP, v. 10, n. 1, p. 41–54, 2006. DOI: 10.20396/resgate.v10i11.8645584. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/resgate/article/view/8645584. Acesso em: 21 maio. 2022.