Uma memória das africanidades

Autores

  • Denise Camargo Universidade do Vale do Itajaí

DOI:

https://doi.org/10.20396/resgate.v18i19.8645689

Palavras-chave:

Entrevista

Resumo

No embarque forçado para a travessia transatlântica, os negros africanos capturados pela escravidão marcavam a separação de suas origens por meio de um ritual. Homens deveriam dar nove voltas e mulheres, sete (Barbieri, 1998) em torno de um frondoso, imponente, acolhedor e centenário baobá que ficaria conhecido como a “árvore do esquecimento”...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Camargo, Universidade do Vale do Itajaí

Fotógrafa, fotojornalista, doutora em Artes e docente do Centro Universitário Senac (São Paulo-SP) e da Universidade do Vale do Itajaí (Balneário Camboriú-SC).

Referências

Atlântico Negro. Na Rota dos Orixás. Direção: Renato Barbieri. Filme-documentário. [S.I]. Produtora: Videografia, 1988, 54 min, color, 35mm.

TURAZZI, Maria Inez. “Uma cultura fotográfica”. In: Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional nº 27, 1998, p.09.

Downloads

Publicado

2010-02-12

Como Citar

CAMARGO, D. Uma memória das africanidades. Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura, Campinas, SP, v. 18, n. 1, p. 217–222, 2010. DOI: 10.20396/resgate.v18i19.8645689. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/resgate/article/view/8645689. Acesso em: 26 jun. 2022.