O ideal sanitário e de beleza contido nos estatutos de 1912 da Câmara Municipal da Villa Divinópolis

Autores

  • Batistina Maria de Sousa Corgozinho Universidade Estadual de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.20396/resgate.v19i21.8645708

Palavras-chave:

Estatuto. Sanitarismo. Urbanização. Cidade. Cultura urbana.

Resumo

Estudo sobre aspectos da política sanitarista anunciada no documento “Estatutos da Câmara Municipal da Villa Divinópolis contendo também o seu Regimento Interno”, aprovado em 20 de novembro de 1912, momento de organização da vida urbana nessa cidade do centro-oeste mineiro para ser aplicado buscando a aquisição de uma cultura urbana pelos seus habitantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Batistina Maria de Sousa Corgozinho, Universidade Estadual de Minas Gerais

Socióloga, doutora em Educação (UFMG), pós-doutoranda no Centro de Memória-Unicamp e professora da FUNEDI/UEMG.

Referências

BENDIX, R. “Tradição e modernidade reconsideradas”. In: National-building and citizenship: studies of our changing social order. Los Angeles : University of California Press, 1977.

CARVALHO, José Murilo. “Cidadania na encruzilhada”. In: BIGNOTTO, Newton. Belo Horizonte/MG : Edit. UFMG, 2002.

CORGOZINHO, Batistina Maria de Sousa. Continuidade e ruptura nas linhas da modernidade: a passagem do tradicional ao moderno no centro-oeste de Minas Gerais. Divinópolis/MG: FUNEDI, 2003.

ELIAS, Norbert. A sociedade dos indivíduos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Edt. Rio de Janeiro, 1994.

ESTATUTOS da Câmara Municipal da Villa Divinópolis contendo o Regimento Interno. Belo Horizonte : Imprensa Official do Estado de Minas Gerais, 1913.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Petrópolis: Vozes, 1986.

LEFEBVRE, Henri. A revolução urbana. Belo Horizonte/MG: Ed. UFMG, 2004.

RIBEIRO, Luiz César de Queiroz & PECHMAN, Robert. Cidade, povo e nação: gênese do urbanismo moderno. Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1996.

POLYANTHÉA em Homenagem ao Excellentíssimo e Reverendíssimo Senhor Dom Antonio dos Santos Cabral, 1º Bispo de Bello Horizonte: por occasião de sua primeira visita pastoral a parochia de Divinópolis, sendo vigário o Revmo. Sr Padre José Augusto d. Bicalho, 1923.

VEIGA, Cynthia Greive. “Cidadania e educação na trama da cidade: a construção de Belo Horizonte em fins do séc. XIX”. Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 1994 (Tese, Doutorado em História). Mimeo.

Downloads

Publicado

2012-11-23

Como Citar

CORGOZINHO, B. M. de S. O ideal sanitário e de beleza contido nos estatutos de 1912 da Câmara Municipal da Villa Divinópolis. Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura, Campinas, SP, v. 19, n. 1, p. 85–95, 2012. DOI: 10.20396/resgate.v19i21.8645708. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/resgate/article/view/8645708. Acesso em: 29 nov. 2021.