Habitar patrimônio cultural: o caso do ramal ferroviário Anhumas – Jaguariúna

Autores

  • Denise Fernandes Geribello Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/resgate.v19i21.8645710

Palavras-chave:

Combates & Rituais

Resumo

Apesar do número de trabalhos acerca do patrimônio industrial apresentar um crescimento significativo nas últimas décadas, pouco tem sido produzido vinculando este campo de estudo à habitação. Na maior parte dos casos em que a habitação é mencionada, trata-se ou de estudos sobre operários, nos quais a materialidade do patrimônio industrial aparece apenas como pano de fundo, ou de trabalhos que se dedicam apenas ao estudo das estruturas habitacionais, constituídas, majoritariamente, por vilas operárias. A pesquisa de mestrado “Habitar o Patrimônio Cultural: o caso do ramal ferroviário Anhumas - Jaguariúna”, apresentada neste artigo, trata da questão habitacional, trabalhando tanto a dimensão material do patrimônio industrial quanto as formas de apropriação destes bens por seus habitantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Fernandes Geribello, Universidade Estadual de Campinas

Dissertação de mestrado em História defendida em 2011 no IFCH-Unicamp.Orientadora: Profa. Dra. Silvana B. Rubino.

Referências

BOLETIM da União dos Ferroviários aposentados da Mogiana, Nov. 1992.

MATOS, Odilon N. Café e Ferrovias: a evolução ferroviária de São Paulo e o desenvolvimento da cultura cafeeira. São Paulo: Arquivo do Estado, 1981.

RELATÓRIOS da Directoria da Companhia Mogyana de Estradas de Ferro para a assemblea geral. Campinas, 1920 a 1945.

RIBEIRO, Suzana Barreto. Na linha da preservação: o leito férreo Campinas – Jaguariúna. Campinas: Direção Cultura, 2007.

Downloads

Publicado

2012-11-23

Como Citar

GERIBELLO, D. F. Habitar patrimônio cultural: o caso do ramal ferroviário Anhumas – Jaguariúna. Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura, Campinas, SP, v. 19, n. 1, p. 103–110, 2012. DOI: 10.20396/resgate.v19i21.8645710. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/resgate/article/view/8645710. Acesso em: 29 nov. 2021.