Memória e narrativa visual nos álbuns de fotografias oitocentistas das famílias Ferreira Lage e Cavalcanti

  • Rosane Carmanini Ferraz Universidade Federal de Juiz de Fora
Palavras-chave: Narrativa visual. Álbum fotográfico. Colecionismo.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar a coleção de álbuns de fotografias oitocentistas das Famílias Ferreira Lage e Cavalcanti. O estudo é parte de uma pesquisa de doutorado que tem como tema o processo de formação da coleção de fotografias oitocentistas do Museu Mariano Procópio – Juiz de Fora (MG) e sua trajetória de acervo particular a acervo público. Trata-se de uma coleção de 25 álbuns, totalizando cerca de mil fotografias. A grande maioria dos álbuns pertenceu ao colecionador Alfredo Ferreira Lage, fundador do Museu Mariano Procópio e à sua prima, Amélia Machado Cavalcanti, Viscondessa de Cavalcanti. Buscamos caracterizar a coleção, identificando as narrativas visuais contidas nestes álbuns, os principais temas, formatos, técnicas e fotógrafos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosane Carmanini Ferraz, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutoranda em História, Cultura e Poder pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Juiz de Fora. Estuda colecionismo, formação de coleções e acervos, e a relevância da redes de sociabilidade na formação de coleções de fotografias oitocentistas. Mestre (2001) e Especialista em Ciência da Religião pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Licenciada (1998) e Bacharel em História (2000) pela UFJF, atuou em projetos de pesquisa relacionados à história da arte, como bolsista de iniciação científica. Possui experiência docente no Ensino Fundamental, Ensino Médio, Técnico e Ensino Superior, na rede pública e privada. Possui experiência em conservação e processamento técnico de acervo histórico com suporte em papel. Atualmente é historiadora do Departamento de Acervo Técnico da Fundação Museu Mariano Procópio (MAPRO) e Tutora do Mestrado em Gestão e Avaliação da Educação Pública do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd)/UFJF.

Referências

AUBENAS, Sylvie. Viagens pela fotografia no século XIX: a coleção do Imperador Pedro II. In: De volta à luz: fotografias nunca vistas do Imperador. São Paulo, Rio de Janeiro: Banco Santos; Fundação Biblioteca Nacional, 2003.

BARROS, Myriam Moraes Lins de. Memória e Família. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol 2, n. 3, 1989, p. 29-42.

BORGES, Maria Eliza Linhares. A história-conhecimento e o documento fotográfico. In: História & Fotografia. Belo Horizonte: Autêntica, 2005, p. 75-109.

FABRIS, Annateresa. A invenção da fotografia: repercussões sociais. In: FABRIS, Annateresa. (org.) Fotografia: usos e funções no século XIX. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008, p. 11-37.

FABRIS, Annateresa. O circuito social da fotografia: estudo de caso I. In: FABRIS, Annateresa. (org.) Fotografia: usos e funções no século XIX. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008, p. 39- 57.

HEYNEMANN, Claudia Beatriz; RAINHO, Maria do Carmo Teixeira; LISSOVSKY, Maurício. Retratos Modernos. Rio de Janeiro: Arquivo Nacional, 2005.

KOSSOY, Boris. Origens e expansão da fotografia no Brasil. Rio de Janeiro: Funarte, 1980.

LAVELLE, Patrícia. O espelho distorcido: imagens do indivíduo no Brasil oitocentista. Belo Horizonte: UFMG, 2003.

LIMA, Solange Ferraz de. Espaços Projetados: As representações da cidade de São Paulo nos álbuns fotográficos do início do século. Revista Acervo, Rio de Janeiro, v.6, nº 1-2, p. 99-110, jan/dez 1993.

LIMA, Solange Ferraz de. O circuito social da fotografia: estudo de caso – II. In: FABRIS, Annateresa. (org.) Fotografia: usos e funções no século XIX. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2008, p. 59- 82.

MAUAD, Ana Maria. Entre retratos e paisagens: modos de ver e representar no Brasil oitocentista. Revista Studium, n.15.

MUAZZE, Mariana. As memórias da Viscondessa: Família e poder no Brasil Império. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed, 2008.

ROUILLE, Andre. A fotografia: entre documento e arte contemporânea. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2009.

VASQUEZ, Pedro Karp. O Brasil na fotografia oitocentista. São Paulo: Metalivros, 2003.

ZENHA, Celeste. O Brasil na produção das imagens impressas durante o século XIX: a paisagem como símbolo da nação. In: DUTRA, Eliana de Freitas e MOLLIER, Jean-Yves (org.). Política, nação e edição: o lugar dos impressos na construção da vida política. São Paulo: Annablume, 2006, p. 354-368.

Publicado
2015-01-22
Como Citar
Ferraz, R. C. (2015). Memória e narrativa visual nos álbuns de fotografias oitocentistas das famílias Ferreira Lage e Cavalcanti. Resgate: Revista Interdisciplinar De Cultura, 22(2), 63-72. https://doi.org/10.20396/resgate.v22i28.8645780