O Almanaque, a locomotiva da cidade moderna: Campinas, décadas de 1870 e 1880

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/resgate.v23i29.8645795

Palavras-chave:

Resenha. História Cultural. Almanaque. Campinas

Resumo

Resenha sobre o trabalho de doutoramento de Maria Carolina Bovério Galzerani, cujo objeto são os almanaques produzidos em Campinas, entre as décadas de setenta e oitenta do século XIX. Nessa obra, Galzerani nos convida a refletir sobre o engendramento das práticas culturais e das sensibilidades modernas, ditas civilizadas, republicanas, na forma como se expressam e se constroem na cidade de Campinas, nas décadas que precederam a proclamação da república. A autora foi professora da Faculdade de Educação da Unicamp entre 1986 e 2015. Pesquisadora do acervo do CMU nas décadas de oitenta e noventa do século XX, foi orientanda do professor José Roberto do Amaral Lapa em seus estudos de pós-graduação em História Social, realizados entre 1992 e 1998, no IFCH-Unicamp.  Iniciado como dissertação de mestrado, esse trabalho foi defendido como tese de doutorado, pela originalidade e singularidade de sua contribuição acadêmica. O Centro de Memória-Unicamp está, no momento em que escrevo, preparando sua publicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Carvalho Koyama, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2013), graduada em História pela mesma universidade (1984). Tem experiência nas áreas de Educação e de História, com ênfase em ensino de História, arquivos e ação educativa, atuando principalmente nos seguintes temas: arquivos, ensino de história, formação de professores e práticas de memória, em suas relações com as TDICs. Atualmente é pesquisadora colaboradora da Faculdade de Educação - UNICAMP. Membro do GT de Ensino de História e do Conselho Consultivo da ANPUH-SP. Membro do International Council of Archives (ICA). Corresponding Member do Sub-Comitee on Education and Research - Memory of World Program/Unesco. Autora de "Arquivos online: ação educativa no universo virtual" ( ARQ-SP, 2015).

Referências

BENJAMIN, Walter. Passagens. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2007.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história. Obras escolhidas I. São Paulo: Brasiliense, 1986.

GAY, Peter. A Educação dos sentidos. A experiência burguesa. Da rainha Vitória a Freud. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

GIDDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. São Paulo: Unesp, 1991.

Downloads

Publicado

2015-07-29

Como Citar

KOYAMA, A. C. O Almanaque, a locomotiva da cidade moderna: Campinas, décadas de 1870 e 1880. Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura, Campinas, SP, v. 23, n. 1, p. 107–108, 2015. DOI: 10.20396/resgate.v23i29.8645795. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/resgate/article/view/8645795. Acesso em: 8 dez. 2021.