Da vergonha à ostentação: um breve ensaio sobre formações discursivas que constroem a memória discursiva sobre o pênis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/resgate.v24i1.8647135

Palavras-chave:

Memória discursiva. Pênis. Pintura. Pornografia.

Resumo

Embasado em alguns conceitos da Análise do Discurso francesa e da Psicanálise lacaniana, o presente ensaio pretende abrir uma discussão sobre a memória discursiva em torno de noções de virilidade, e sua representação em imagens do pênis disseminadas tanto pela Arte Ocidental de cultura com origem judaico-cristã, bem como algumas representações na pornografia brasileira contemporânea.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel de Oliveira Rodrigues, Universidade Estadual de Campinas

Licenciado em em Letras (Português - Inglês) pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande e mestre em Ciências da Comunicação/Jornalismo pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Atualmente é Doutorando em Linguística/Análise do Discurso pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas (IEL/Unicamp). Tem experiência nas áreas de docência do ensino técnico e superior (foco em Letras e Comunicação), e de Comunicação Corporativa.

Referências

ACHARD, Pierre et al. Papel da memória. Tradução de José Horta Nunes. Campinas: Pontes, 2007.

ALTHUSSER, Louis. Aparelhos ideológicos do Estado. Rio de Janeiro: Graal, 1983.

ARISTÓFANES. As nuvens. Tradução de Junito de Souza Brandão. Rio de Janeiro: Grifo, 1976.

BÍBLIA. Português. Bíblia de Referência Thompson. Tradução de João Ferreira de Almeida. Edição revista e corrigida. Compilado e corrigido por Frank Charles Thompson. São Paulo: Vida, 1992.

CASTORIADIS, Cornelius. A instituição imaginária da sociedade. São Paulo: Paz e Terra, 1986.

CHARAUDEAU, Patrick; MAINGUENEAU, Dominique. Dicionário de análise do discurso. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2014.

COURTINE, J. J; MARANDIN, Jean-Marie. Quel objet pour l’analyse du discours? In: CONEIN, Bernard et al. Matérialités discursives. Lille: Presses Universitaires, 1981. p. 21-33.

DIDEROT, Denis. Salon de 1765. Paris: Hermann, 1984.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2009.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. 3. ed. São Paulo: Loyola, 1996.

FREUD, Sigmund. O mal-estar na civilização. In: FREUD, Sigmund. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1974. v. 23.

G MAGAZINE. São Paulo: Fractal Edições, n. 57, jun. 2002.

G MAGAZINE. São Paulo: Fractal Edições, n. 72, set. 2003.

GALLERIE DELL’ACCADEMIA DE VENICE. Leonardo da Vinci – The universal man. Disponível em: http://www.gallerieaccademia.it/leonardo-da-vinci-universal-man-gallerie-dellaccademia-venice. Acesso em: 28 ago. 2016.

GUIDE TO THE ACCADEMIA GALLERY IN FLORENCE. Michelangelo’s David. Disponível em: http://www.accademia.org/explore-museum/artworks/michelangelos-david/. Acesso em: 28 ago. 2016.

GUIRAUD, Pierre. A linguagem do corpo. São Paulo: Ática, 1991. (Série Fundamentos; 70).

LACAN, Jacques. Escritos. São Paulo: Perspectiva, 1992.

LACAN, Jacques. Seminário XI: Os quatro conceitos fundamentais da Psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

LAPLANCHE, J.; PONTALIS, J. B. Vocabulário da Psicanálise. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

MUSEU THYSSEN-BORNEMISZA. Thyssen-Bornemisza Collection. Disponível em: http://www.museothyssen.org/en/thyssen/ficha_obra/369. Acesso em: 28 ago. 2016.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Discurso e argumentação: um observatório do político. Fórum linguístico, Florianópolis, n. 1, p. 73-81, jul./dez. 1998.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Tradução de Eni Orlandi et al. Campinas: Editora da Unicamp, 2009.

PLANCY, J.A.S. Collin de. Dictionnaire infernal. Paris: Plon, 1863.

WEB GALLERY OF ART. A criação de Adão. Disponível em: http://www.wga.hu/art/m/michelan/3sistina/4ceilin2.jpg. Acesso em: 28 ago. 2016.

ZIMERMAN, David. Vocabulário contemporâneo de Psicanálise. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001.

Downloads

Publicado

2016-10-14

Como Citar

RODRIGUES, G. de O. Da vergonha à ostentação: um breve ensaio sobre formações discursivas que constroem a memória discursiva sobre o pênis. Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura, Campinas, SP, v. 24, n. 1, p. 115–138, 2016. DOI: 10.20396/resgate.v24i1.8647135. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/resgate/article/view/8647135. Acesso em: 23 jan. 2022.