Da universidade à commoditycidade

ou de como e quando, se a educação/formação é sacrificada no altar do mercado, o futuro da universidade se situaria em algum lugar do passado

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/riesup.v5i0.8652634

Palavras-chave:

Resenha, Educação superior, Ensino superior, Universidade

Resumo

Refletir sobre a Universidade, historicamente concebida como locus da Educação Superior, interessa a todos que vivem em sua órbita – estudantes, professores, técnicos –, como àqueles que a veem como importante instituição produtora de saber científico e formação humana integral. Por isso mesmo, constituiu-se, ao longo do tempo, como síntese das relações sociais em que esteve inserida. No século XXI, disputa-se a hegemonia econômica, política e cultural sobre esse nível de ensino, interesses sociais burgueses perpassam os projetos educativos realizados nas Instituições de Ensino Superior (IES), coerentemente alinhados ao atual estágio de desenvolvimento capitalista: o financeiro. As discussões postas para debate na obra objeto desta resenha – Da universidade à commoditycidade: ou de como e quando, se a educação/formação é sacrificada no altar do mercado, o futuro da universidade se situaria em algum lugar do passado –, de autoria de Lucídio Bianchetti e Valdemar Sguissardi, situam o leitor quanto ao projeto de classe burguês que a domina, materializado nas formas mercantis que a atingem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda de Aragão Mikolaiczyk, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina.

Referências

BIANCHETTI, Lucídio; SGUISSARDI, Valdemar. Da universidade à commoditycidade: ou de como e quando, se a educação/formação é sacrificada no altar do mercado, o futuro da universidade se situaria em algum lugar do passado. Campinas, SP: Mercado das Letras, 2017. ISBN 978-85-7591-495-3.

Publicado

2019-01-11

Como Citar

MIKOLAICZYK, F. de A. Da universidade à commoditycidade: ou de como e quando, se a educação/formação é sacrificada no altar do mercado, o futuro da universidade se situaria em algum lugar do passado. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 5, p. e019008, 2019. DOI: 10.20396/riesup.v5i0.8652634. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8652634. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

Resenhas