Proteção social versus adoecimento por carcinoma epidermóide: Contribuições do serviço social

Autores

  • Priscila Ribeiro Lima Universidade Estadual do Rio de Janeiro
  • Fernanda dos Reis Melo Instituto Nacional do Câncer
  • Letícia Batista Silva Universidade Estadual do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.20396/sss.v13i1.8634917

Palavras-chave:

Proteção social. Trabalho. Serviço social. Oncologia

Resumo

Este artigo apresenta uma breve discussão sobre o papel fundamental da proteção social, com destaque para as que se apresentam no âmbito do trabalho, no contexto de adoecimento por carcinoma epidermóide. É um tipo de câncer com grande expressividade dentro do campo da oncologia que acomete, em especial, homens em idade laborativa, o que justifica sua escolha como objeto de problematização deste texto. Essa discussão torna-se importante no sentido de apontar elementos que contribuam para a reflexão crítica no debate sobre a garantia e ampliação dos direitos sociais frente ao cenário atual de contrarreforma do Estado brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscila Ribeiro Lima, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Assistente social, Mestranda em Serviço Social do PPGSS/UERJ

Fernanda dos Reis Melo, Instituto Nacional do Câncer

Assistente social. Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Serviço Social na UERJ a partir de 2013. Mestre em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública/ FIOCRUZ (2001). Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996). Tecnologista Pleno III - em Serviço Social do Instituto Nacional do Câncer.

Letícia Batista Silva, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Assistente Social do INCA, Mestre em Serviço Social pela UFRJ, Doutoranda em Serviço Social do PPGSS/UERJ.

Downloads

Publicado

2015-05-12

Como Citar

LIMA, P. R.; MELO, F. dos R.; SILVA, L. B. Proteção social versus adoecimento por carcinoma epidermóide: Contribuições do serviço social. Serviço Social e Saúde, Campinas, SP, v. 13, n. 1, p. 61–76, 2015. DOI: 10.20396/sss.v13i1.8634917. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/sss/article/view/8634917. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)