Aspectos sociais e ações profissionais em estudos sociais de pessoas com Síndrome de Treacher Collins

Autores

  • Jocasta Soares Pardo Gimenez Hospital de Reabilitaçao de Anomalias Cranio-faciais
  • Maria Inês Gandara Graciano Universidade de São Paulo
  • Soraia Helena Bomfim Blattner Hospital de Reabilitação Anomalias Craniofaciais
  • Eliana Fidêncio de Oliveira Mendes Instituição Toledo de Ensino Faculdade de Serviço Social de Bauru

DOI:

https://doi.org/10.20396/sss.v13i1.8634921

Palavras-chave:

Fatores socioeconômicos. Disostose mandibulofacial. Relações interprofissionais. Serviço social

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo geral evidenciar os aspectos sociais e as ações profissionais constitutivas do estudo social realizado pelos assistentes sociais do HRAC no atendimento de pessoas com Síndrome de Treacher Collins. O estudo foi de tipologia descritiva com abordagem quanti-qualitativa. Englobou a pesquisa documental e bibliográfica. O universo da pesquisa foi constituído de 98 sujeitos matriculados no HRAC e a amostra resultou em 75 sujeitos, atualmente em tratamento no HRAC. Foram analisados prontuários e relatórios emitidos pelo Serviço de Informática Hospitalar do HRAC relacionados aos sujeitos da pesquisa, abrangendo os seguintes eixos: aspectos clínicos, aspectos constitutivos do estudo socioeconômico, aspectos psicossociais, recursos, parecer e intervenção social, de acordo com o protocolo do Serviço Social constante no prontuário. Entre os resultados da pesquisa destacou-se o importante papel interventivo e interdisciplinar do assistente social, especialmente na orientação das famílias no sentido de identificar os recursos e fazer uso dos mesmos no atendimento e na defesa de seus direitos tendo como eixo fundamental a prevenção e intervenção em situações de abandono e/ou interrupção do tratamento de forma a viabilizar o processo de reabilitação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jocasta Soares Pardo Gimenez, Hospital de Reabilitaçao de Anomalias Cranio-faciais

Graduação em serviço social - Instituição Toledo de Ensino (2008), atuando principalmente nos seguintes temas: Programa Bolsa Familia, Qualidade de Vida e fissura labiopalatina. Foi Bolsista do Fapesp - Iniciação Científica - nos anos de 2008 e de Treinamento Tecnico com a Pesquisa "O estudo socioeconômico como instrumento estratégico de conhecimento da realidade social: indicadores e metodologia utilizados em hospitais de ensino do estado de São Paulo", nos anos de 2009 a 2010. Atualmente aluna do curso "Residencia Multiprofissional em Saúde - HRAC/USP.

Maria Inês Gandara Graciano, Universidade de São Paulo

Graduação em Serviço Social pela Instituição Toledo de Ensino (1973), especialização em Instrumentalização p/ Supervisão em Serviço Social pela Instituição Toledo de Ensino (1977), especialização em Administração Hospitalar pelo Centro São Camilo de Desenvolvimento Em Administração Hospitalar (1982), mestrado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988), doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1995) e Pós-doutorado em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2010). Atualmente é Assistente Social e Chefe do Serviço Social do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo. É Coordenadora do Curso de Especialização na área da saúde e reabilitação e orientadora do Programa de Pós-Graduação do HRAC/USP.

Soraia Helena Bomfim Blattner, Hospital de Reabilitação Anomalias Craniofaciais

Graduação em Serviço Social pelo Instituição Toledo de Ensino(1982) e mestrado em Serviço Social pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho(2000). Atualmente é Assistente Social da Universidade de São Paulo, Comissão de Reest da rotina de Internação da Universidade de São Paulo, Grupo de Trabalho da Humanização da Universidade de São Paulo e Grupo de Trabalho - Custos Hospitalares da Universidade de São Paulo.

Eliana Fidêncio de Oliveira Mendes, Instituição Toledo de Ensino Faculdade de Serviço Social de Bauru

Graduação em Serviço Social pelo Instituição Toledo de Ensino(1982) e mestrado em Serviço Social pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho(2000). Atualmente é Assistente Social da Universidade de São Paulo, Comissão de Reest da rotina de Internação da Universidade de São Paulo, Grupo de Trabalho da Humanização da Universidade de São Paulo e Grupo de Trabalho - Custos Hospitalares da Universidade de São Paulo.

Referências

ANDRADE, E. C. et al. Síndrome de Treacher Collins com atresia coanal: relato de caso e revisão de suas características. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, São Paulo, v. 71, n. 1, p. 107-110, jan./fev. 2005.

ARGENTA, L. C.; IACOBUCCI, J. J. Treacher Collins syndrome: present concepts of the disorder and their surgical correction. World Journal of Surgery, New York, v. 13, n. 4, p. 401-409, July/Aug. 1989.

ARN, P.H.; MANKINEN, C.; JABS, E.W. Mild mandibulofacial dysostosis in a child with a deletion of 3p. American Journal of Medical Genetics, New York, v. 46, n. 5, p. 534-536, June 1993.

BERGONSE, G.F.R.; CARNEIRO, A.F.; VASSOLER, T.M.F. Atresia de coana: análise de 16 casos - a experiência do HRAC-USP de 2000 a 2004. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, São Paulo, v. 71, n. 6, p. 730-733, nov./dez. 2005.

BEZERRA, S.M.P. et al. Síndrome de Treacher Collins: características clínicas e relato de caso. RPG Revista de Pós Graduação, v. 12, n. 4, p. 499-505, out./dez. 2005.

BRASIL. Presidência da República. Lei n. 8662 de 7 de junho de 1993. Dispõe sobre a profissão de Assistente Social e dá outras providências. Diário oficial [da] União, Brasília, DF, 8 jul. 1993. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8662.htm>. Acesso em 05 fev. 2013.

BRAVO, M.I.S.; MATOS, M.C. Projeto ético-político do serviço social e sua relação com a reforma sanitária: elementos para o debate. In: MOTA, A.E. et al. (Org.). Serviço social e saúde: formação e trabalho profissional. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2009. p. 197–217.

CARPES, L.C.F.; AVELINO, L.C. Disostose mandíbulo-facial. Revista Brasileira de Otorrinolaringologia, Rio de Janeiro, v. 40, n. 1, p. 57-60, jan./abr. 1974.

CHIZZOTTI, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

CONSELHO FEDERAL DO SERVIÇO SOCIAL, Parâmetros para a atuação de assistentes sociais na política de saúde. Brasília: CFESS, 2010. Disponível em: <http://www.cfess.org.br/arquivos/Parametros_para_a_Atuacao_de_Assistentes_Sociais_na_Saude.pdf>. Acesso em: 5 fev. 2013.

DALBEN, G.S. Condições bucais de pacientes com craniossinostoses múltiplas sindrômicas e síndrome de Treacher Collins. 2004. 83f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Reabilitação) - Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, Universidade de São Paulo, Bauru, 2004.

DIXON, M. J. Treacher Collins syndrome. Human Molecular Genetics, Oxford, v. 5, p. 1391-1396, 1996. [Special number].

FÁVERO, E. T. O estudo social: fundamentos e particularidades de sua construção na área judiciária. In: CONSELHO FEDERAL DO SERVIÇO SOCIAL (Org.). O estudo social em perícias, laudos e pareceres técnicos: contribuição ao debate no judiciário, penitenciário e na previdência social. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2007. p. 9-51.

FRAGA, C. K. A atitude investigativa no trabalho do assistente social. Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 101, p. 40-64, jan./mar. 2010.

FREITAS, C. P. Avaliação das disgenesias dentarias em pacientes com síndrome de Apert, Treacher Collins e sequência de Pierre Robin matriculados no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais. 2006. 28f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Endodontia) - Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais, Universidade de São Paulo, Bauru, 2006.

GRACIANO, M. I. G. Estudo socioeconômico: um instrumental técnico-operativo. São Paulo: Veras, 2013. 203 p.

GRACIANO, M. I. G.; TAVANO, L. D.; BACHEGA, M. I. Aspectos psicossociais da reabilitação. In: Trindade, I. E. K.; Silva Filho OG. (Coord.). Fissuras labiopalatinas: uma abordagem interdisciplinar. São Paulo: Editora Santos, 2007. p. 311-331.

GRACIANO, M. I. G.; LEHFELD, N. A. S.; Estudo socioeconômico: indicadores e metodologia numa abordagem contemporânea. Serviço Social & Saúde, Campinas, v. 9, n. 9, p. 157-185, jul. 2010.

HUNGRIA, H. D. Disacusias. Implante coclear: a criança surda. In: ______. Otorrinolaringologia. 8. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000. p. 429-442.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. IBGE Teen: a família brasileira. Disponível em: <http://teen.ibge.gov.br/mao-na-roda/a-familia-brasileira>. Acesso em: 5 fev. 2013.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo demográfico 2010: número de católicos cai e aumenta o de evangélicos, espíritas e sem religião. <http://saladeimprensa.ibge.gov.br/noticias?view=noticia&id=1&busca=1&idnoticia=2170>. Acesso em: 22 ago. 2012.

MARTINELLI, M.L. Concepção de profissão na perspectiva sócio-histórica: premissas analíticas. São Paulo: Mimeo, 2005.

MARTINELLI, M.L. O exercício profissional do assistente social na área da saúde: algumas reflexões éticas. Serviço Social & Saúde, Campinas, v. 6, n. 6, p. 21-33, maio 2007.

MINAYO, M.C.S. Pesquisa social: teoria método e criatividade. 31. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

MIOTO, R.C. Estudos Socioeconômicos. In: Conselho Federal do Serviço Social. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: Conselho federal do Serviço Social, 2009. p. 481-512.

SHAH, F. A. et al. Treacher Collins syndrome with acute airway obstruction. International Journal of Pediatric Otorhinolaryngology, Limerick, v. 54, n. 1, p. 41-43, Aug. 2000.

SILVA, D. L. et al. Síndrome de Treacher Collins: revisão de literatura. Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia, São Paulo, v. 12, n. 1, p. 116-121, jan./mar. 2008.

SUM, H. Doenças mendelianas selecionadas. In: NORA, J.J.; FRASER, F.C. Genética médica. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1991. p. 101-156.

VASCONCELOS, A.M. O Serviço Social na Saúde. In: SASERS: Sindicato dos Assistentes Sociais no Estado do RS. Porto Alegre: Sindicato dos Assistentes Sociais no Estado do RS, 2009. Disponível em: <http://www.sasers.com.br/estatuto/oservicosocialnasaude.pdf>. Acesso em: 26 jun. 2009.

ZANINI, S. A. Disosteses mandibulofaciais ou síndrome de Treacher Colllins. In: ZANINI, S. A. Cirurgia craniofacial: malformações. Rio de Janeiro: Revinter; 2000. p. 223-228.

Downloads

Publicado

2015-05-12

Como Citar

GIMENEZ, J. S. P.; GRACIANO, M. I. G.; BLATTNER, S. H. B.; MENDES, E. F. de O. Aspectos sociais e ações profissionais em estudos sociais de pessoas com Síndrome de Treacher Collins. Serviço Social e Saúde, Campinas, SP, v. 13, n. 1, p. 93–110, 2015. DOI: 10.20396/sss.v13i1.8634921. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/sss/article/view/8634921. Acesso em: 29 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)