Banner Portal
O humano e as relações humanas nas ações da saúde
PDF

Palavras-chave

Humano. Saúde. Trabalhador. Paciente

Como Citar

TERRA, S. R. de A. M.; GUARALDO, M. C. M. dos S. O humano e as relações humanas nas ações da saúde. Serviço Social e Saúde, Campinas, SP, v. 4, n. 1, p. 109–120, 2015. DOI: 10.20396/sss.v4i1.8634977. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/sss/article/view/8634977. Acesso em: 21 fev. 2024.

Resumo

Este artigo procura pensar saúde não apenas como um campo de grandes tecnologias, mas também um espaço de construção de relações entre as pessoas que interagem o tempo todo, seja no papel de trabalhador, seja no papel de paciente; de como num espaço institucional a todo momento são construídas as trocas intersubjetivas entre estes dois personagens. Resgata a importância da discussão do que é humano no campo da saúde e da necessidade de fazer parte de toda ação desenvolvida nesta área.

https://doi.org/10.20396/sss.v4i1.8634977
PDF

Referências

ADRATT, E. S. Medicina e humanização. Paraná. 2002. Mimeografado. 14 p.

BRASIL. Ministério da Saúde. HumanizaSUS POLÍTICA NACIONAL DE

HUMANIZAÇÃO. Brasília: MS. 2004, 55 p.

CAMPOS, G.W.S. Um método para análise e co-gestão de coletivos. São Paulo: Editora Hucitec, 2000. 236 p.

CARMONA, S.H. e COSSERMELLI. T. Trabalho de Conclusão de Estágio

apresentado à Disciplina de Estágio Supervisionado em Psicologia das Organizações. 2004. (Pontifícia Universidade Católica de Campinas).

GUARALDO, M.C.S., TERRA, S.R.A.M. Resgatando o Humano nas Relações Humanas: A Construção de uma Política de Humanização no Hospital das Clínicas da UNICAMP. Monografia Especialização Curso de Saúde Pública. DMPS/FCM/UNICAMP. Campinas. 2004. 79 f.

MARX. K. O capital: crítica da economia política. São Paulo: Nova Cultural, 1985. v. I, Livro Primeiro, Tomo 1.

MERHY, E.E. Crise do modo de se produzir saúde: uma discussão do modelo assistencial e o trabalho médico no Brasil. Campinas: FCM/UNICAMP. 2000. Mimeografado. 12 p.

MERHY, E. E. e ACIOLI, G.G. Uma nova escola médica é possível? Aprendendo com as possibilidades de construção de novos paradigmas a formação em medicina. Revista Pro−Posições. Campinas. 14, 1 (40), jan./ abr. 2003

ONOCKO R. Reflexões sobre o conceito de humanização em saúde. Revista Saúde e Debate. Rio de Janeiro: 27 (64): 123-130, maio/ ago. 2003.

SIGNORI, C.G.; TREVISAN, D.; PORTO, J.C. e BUDIN, M. Projeto de Humanização. 2003. (Trabalho de Conclusão de Curso em Psicologia das Organizações. Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Campinas)

A Serviço Social e Saúde utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.