Abuso sexual de crianças e adolescentes: trama, drama e trauma

Vicente de Paula Faleiros

Resumo


Neste texto é abordada a questão do abuso sexual de crianças e adolescentes tanto como uma relação complexa de violência, segredo e cumplicidade intra-familiar como uma relação social inserida no imaginário social como trama de relações, drama social e trauma para os vitimizados. O artigo aponta também para a superação dessa violência, propugnando por um paradigma de pensamento e ação fundados na defesa dos direitos humanos, na apreensão da complexidade da questão da violência sexual e da sexualidade, na mudança das dinâmicas familiares e de seu contexto, e na construção de redes sociais.


Palavras-chave


Abuso sexual de crianças e adolescentes. Incesto. Violência sexual intrafamiliar. Superação da violência

Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT, H. Da violência. Brasília, Editora da UnB, 1985

COHEN, C. O incesto. Um desejo. Casa do Psicólogo Livraria e Editora Limitada, São Paulo. 1993.

COSTA, J. de J. da (Coord.) Rompendo o silêncio. Seminário multiprofissional de capacitação sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. CDCA, Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini/Procuradoria Geral da Justiça, São Luis, 1997.

DELTAGLIA, L. La Réparation des Abus Sexuels, in CASTRO, D. (sous la direction), Incestes. Paris, L´Esprit du Temps, 1995, p. 351-357.

DIDIER-WEILL, A.. Caïn, l`homme furieux. In: DANZIGER, C. Violences des familles. Paris, Autrement, 1997, p.17-21

DUARTE, J. C.; ARBOLEDA, M. D. R. C. (2000). El abuso sexual infantil: um grave problema social. In DUARTE, J. C.; ARBOLEDA, M. D. R. C. (Orgs). Guía para la evalución del abuso sexual infantil. Madrid, Pirámide.

FALEIROS, E. T. S. (2000) Repensando os Conceitos de Violência, Abuso e Exploração Sexual de Crianças e de Adolescentes. MJ/DCA/UNICEF/VISÃO MUNDIAL/CECRIA. Brasília.

FALEIROS, V. de P.; FALEIROS, E. T. S. (2001). Circuito e curtos-circuitos. Atendimento, defesa e responsabilização do abuso sexual contra crianças e adolescentes.São Paulo, Veras Editora

FALEIROS, V. de P. (1997) Estratégias em Serviço Social. São Paulo, Cortez

FALEIROS, V. de P. (1998) Redes de Exploração e Abuso Sexual e Redes de Proteção. Brasília, Anais do VIII Congresso Nacional de Assistentes Sociais, Goiânia.

FALEIROS, V. de P. A questão da violência. In: SOUSA, Jr. J. G. et al. Educando para os direitos humanos. Porto Alegre, Síntese, 2004, p. 83-98

LAZARTIGUES, A. (1995) Quand l´inceste devient réalité. In: CASTRO, D. (sous la direction) Incestes. L´Esprit du Temps. Paris, p. 49-70

LEMPERT, B. (1995). La menace incestueuse. In: CASTRO, D. (sous la direction) (1995) Incestes. L´Esprit du Temps. Paris

MADANES, Cloé (1997) Sexo, amor e violência – Estratégias para a transformação. Campinas/SP, Editorial Psy

MILLER, A. (1984) C`est por ton bie. Racines de la violence dans l´éducation de l`enfant.Paris, Aubier

PINHEIRO, V. L. (2001). Família, Violência e Silêncio. NECASA. Núcleo de Estudos e Atendimento da Criança da Universidade Federal de Goiânia. Dissertação de Mestrado

RODRIGUES, A. A. (2000). A violência doméstica contra crianças e adolescentes: a análise da realidade no Distrito Federal a partir do atendimento realizado pelo SOS Criança no período 1997/1998. Brasília, UnB, Pós-Graduação em Política Social, Dissertação de Mestrado

SAFFIOTI, H. I. B. O poder do macho. São Paulo: Moderna, 1987.

SEBOLD, J. (1987) Indicators of child sexual abuse in males. Special Issue: Child sexual abuse". Social Casework, 1987, Feb Vol. 68 (2), pp. 75-80 (in Orchard Place Treatment Ctr, Des Moines, IA). Traduzido por Edileusa Rocha, revisado por Vicente Faleiros e Eva Silveira Faleiros.

TEICHER, M. H. (2002). Feridas que não cicatrizam: a neurobiologia do abuso infantil. In www.sciam.com.br




DOI: https://doi.org/10.20396/sss.v2i1.8636441

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Serviço Social e Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Serv. Soc. & Saúde, Campinas (SP) - e-ISSN 2446-5992.