Representações em torno da dependência de drogas entre futuros professores: estudo de caso

Autores

  • Eliane Ganev Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/sss.v12i2.8639495

Palavras-chave:

Serviço social em saúde e educação. Drogadição. Representações sociais. Formação docente

Resumo

O artigo apresenta e discute pesquisa realizada em universidade sediada na capital paulista, na qual ouvimos 378 futuros professores sobre sua formação para atuar na prevenção da dependência de álcool e outras drogas nas escolas, matéria que consideramos de interesse para a atuação profissional em Serviço Social relacionada concomitantemente à Saúde e à Educação. Utilizamos como referências: os atuais marcos legais brasileiros sobre o tema, estudos epidemiológicos recentes realizados no país e produções voltadas aos fundamentos teóricos da área. A metodologia configurou-se como estudo de caso e pesquisa-ação, e incluiu convênio de cooperação técnica com uma agência pública paulista. Dentre os resultados, ressaltamos: a persistência de visões próprias do senso comum acerca do tema genérico “drogas” e o desconhecimento das atuais políticas sobre drogas; mas também, a existência de potencialidades para qualificar a formação docente no campo da prevenção. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Ganev, Universidade de São Paulo

Doutora em Integração da América Latina, PROLAM/USP, 2002; Mestre em Ciências da Comunicação ECA/USP, 1998; Bacharel em Serviço Social, atual UNISANTOS, 1985. Pesquisadora e Docente Titular do Mestrado Acadêmico de Políticas Sociais e do Bacharelado em Serviço Social da Universidade Cruzeiro do Sul, UNICSUL, São Paulo, SP.

Downloads

Publicado

2015-08-14

Como Citar

GANEV, E. Representações em torno da dependência de drogas entre futuros professores: estudo de caso. Serviço Social e Saúde, Campinas, SP, v. 12, n. 2, p. 211–220, 2015. DOI: 10.20396/sss.v12i2.8639495. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/sss/article/view/8639495. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos