O princípio do diálogo nas atividades educativas no programa de residência multiprofissional em saúde

  • Patricia Tiemy Arakaki Nakashima de Andrade Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Estela Márcia Rondina Scandola Escola de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul
  • Maria de Fátima Bregolato Rubira de Assis Universidade Anhanguera
Palavras-chave: Educação popular em saúde. Hospital. Residência multiprofissional. Diálogo.

Resumo

O hospital além de ser um local de atendimento de doentes e seus afins, é também o local propício para que ocorra a Educação Popular em Saúde com os usuários. O presente artigo tem por objetivo analisar as atividades educativas coletivas realizadas no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde (PREMUS) a partir do princípio do diálogo da Política Nacional de Educação Popular em Saúde (PNEPS). Metodologia de base qualitativa e análise documental, onde se buscou coletar, organizar e analisar os dados das atas que registraram as atividades educativas, entre julho/2014 a julho/2015 que ocorreram na Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) do Hospital São Julião, sendo utilizado como base para compreensão dos dados, a PNEPS de 2012. Foram encontrados registros de 56 (cinquenta e seis) atas, cujos dados foram organizados em um quadro onde foram observados: frequência semanal das atividades coletivas de Educação em Saúde; os temas das atividades estão, geralmente, relacionados às especificidades de cada área profissional; e, no que se refere ao diálogo, observou-se que há interatividade, mas sem a perspectiva dos princípios da PNEPS. Espera-se que este estudo contribua para potencializar o serviço já existente, disseminar para os demais ambientes hospitalares e, sobretudo, reafirmar as possibilidades da Educação Popular em Saúde, como instrumentalidade promotora de conhecimentos e, portanto, indutora de direitos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Tiemy Arakaki Nakashima de Andrade, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Bacharel em Serviço Social, Especialista em Cuidados Continuados Integrados. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS. 

Estela Márcia Rondina Scandola, Escola de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul

Doutora em Serviço Social pelo ISCTE-IUL. Escola de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul e tutora da Residência Multiprofissional em Saúde do Hospital São Julião.

Maria de Fátima Bregolato Rubira de Assis, Universidade Anhanguera
Mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional pela Universidade Anhanguera UNIDERP. Coordenadora do Programa de Residência Multiprofissional em Cuidados Continuados Integrados – PREMUS CCI, no Hospital São Julião.

Referências

AURÉLIO, Dicionário. Disponível em: https://dicionariodoaurelio.com/ministrar Acesso em: 02 mar 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Educação Popular em Saúde. Brasília: DF, 2012. Disponível em: http://www.crpsp.org.br/diverpsi/arquivos/PNEPS-2012.PDF Acesso dia 10 jan 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro. Portaria n. 2.761, de 19 de novembro de 2013. Institui a Política Nacional de Educação Popular em Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde (PNEPS-SUS). Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt2761_19_11_2013.html Acesso dia 10 jan 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde. I Seminário Nacional da Residência Multiprofissional em Saúde. Brasília – DF, 2005.

BORDENAVE, J.E.D. Alguns fatores pedagógicos. OPS. Brasília, 1983. Disponível em: http://www.fo.usp.br/wp-content/uploads/EAlguns.pdf Acesso dia 15 abr 2017.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL - CFESS. Parâmetros para atuação de assistentes sociais na saúde. Brasília: CFESS, 2010. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/Parametros_para_a_Atuacao_de_Assistentes_Sociais_na_Saude.pdf Acesso dia 10 jan 2017.

DESLAURIERS, J. P.; KÉRISIT, M. O delineamento de pesquisa qualitativa. A Pesquisa Qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Editora Vozes. 3ª. Edição. Petrópolis, 2012.

FALEIROS, V.; VASCONCELLOS, L. C. F.; SILVA, J. F. S.; SILVEIRA, R. M. G.; A construção do SUS: histórias da Reforma Sanitária e do processo participativo. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa, 2006.

FRANCO, T. A. V.; SILVA, J. L. L.; DAHER, D. V. Educação em Saúde e a Pedagogia Dialógica: uma reflexão sobre grupos educativos na Atenção Básica. Informe-se em promoção da saúde, v.7, n.2.p.19-22, 2011. Disponível em: http://www.uff.br/promocaodasaude/grpos%20ed.pdf. Acesso em 31 mai 2017.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Organização, Introdução e Revisão Técnica de Roberto Machado. 4.ed. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1984.

GATTI, B. A. Grupo focal na pesquisa em Ciências Sociais e Humanas. Brasília: Líber Livro Editora, 2005.

GESAWORLD. Projeto: Bases para a criação e desenvolvimento de uma Rede de Cuidados Continuados no Estado do Mato Grosso do Sul: E2. P4. Modelo de Cuidados Continuados e Estratégias básicas para dar impulso a criação e desenvolvimento do novo modelo. São Paulo: Gesaworld, 2012. Não publicado

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 12ª ed. São Paulo: HUCITEC, 2010.

MINAYO, M. C. S. (org). Pesquisa social. Petrópolis: Vozes, 2007.

PEDROSA, J. I. S. Educação Popular no Ministério da Saúde: identificando espaços e referências. In: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Caderno de Educação Popular e Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2007.

PEREIRA, A. A.; OLIVEIRA, N. H. D. de. Reflexões acerca do assistente social em sua dimensão educativa com famílias. Serviço Social e Saúde, v. 12, n. 1, 2013. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/Parametros_para_a_Atuacao_de_Assistentes_Sociais_na_Saude.pdf Acesso dia 10 fev 2017.

SARRETA, F. O. Educação permanente em saúde para os trabalhadores do SUS. 2009. 232 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Universidade Estadual Paulista Campus de Franca, Franca, 2009.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL-UFMS/HSJ/SES. Projeto Pedagógico do Programa de Residência Multiprofissional ou em Área Profissional da Saúde. Campo Grande: MS, 2014. Não publicado

WARSCHAUER, C. Rodas em rede: oportunidades formativas na escola e fora dela. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.

Publicado
2018-01-17
Como Citar
Andrade, P. T. A. N. de, Scandola, E. M. R., & Assis, M. de F. B. R. de. (2018). O princípio do diálogo nas atividades educativas no programa de residência multiprofissional em saúde. Serviço Social E Saúde, 16(2), 279-300. https://doi.org/10.20396/sss.v16i2.8651467
Seção
Artigos