Serviço Social no âmbito hospitalar

a identidade atribuída ao Assistente Social em uma unidade de Pronto Socorro

Palavras-chave: Competências profissionais, Atribuições privativas, Política de saúde, Identidade profissional

Resumo

O presente artigo foi elaborado a partir da experiência como assistente social residente junto ao Programa de Residência Multiprofissional Integrada em Saúde da Universidade Federal do Pampa, Campus Uruguaiana-RS, especificamente na ênfase Urgência e Emergência, Turma 2017-2019. Objetiva-se explicitar os atuais desafios à materialização das Atribuições Privativas e Competências Profissionais do Assistente Social em Unidades de Pronto Socorro no âmbito hospitalar, a fim de relacioná-los a identidade atribuída ao profissional de Serviço Social nestas unidades. A discussão tornar-se relevante na medida em que tenciona dar visibilidade ao trabalho do profissional de Serviço Social no âmbito hospitalar, especificamente em Unidades de Pronto Socorro. Neste sentido, o presente artigo foi elaborado com base em uma pesquisa documental, a qual se caracterizou como qualitativa de natureza exploratória, assim como se estruturou baseada no método dialético-crítico. Ao final do estudo foi possível evidenciar que o Assistente Social encontra diversos desafios em seu espaço sócio ocupacional. Tendo que lidar com a contradição das ações médico assistenciais e as ações voltadas as proposições do Sistema Único de Saúde –SUS, que faz com que alguns  profissionais que atuam em Unidade de Pronto Socorro não entendam o papel do profissional do Serviço Social. Em virtude disto o Assistente Social tem em seu contexto de trabalho uma realidade de resistência na defesa de sua identidade profissional, no intuito de materializar as suas Atribuições e Competências no âmbito hospitalar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelli Ferrioli Vidal, Universidade Federal do Pampa

Assistente Social, formada pela Universidade Federal do Pampa. Especialista em Urgência e Emergência
pelo Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Urgência e Emergência da Universidade Federal do Pampa.

Rosilaine Coradini Guilherme, Universidade Federal do Pampa

Doutora em Serviço Social, Professora no Curso de Serviço Social e no Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde - Universidade Federal do Pampa-Unipampa (RS).

Referências

BRASIL, Casa Civil. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Diário Oficial da união, v. 128, n. 182, 1990. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/legislacao/lei8080_190990.htm. Acesso em: 9 out. 2018.

BARROCO, Maria Lucia Silva; HELENA, Terra Sylvia. Código de ética do (a) assistente social comentado. Cortez Editora, 2014.

BRAVO, Maria Inês Souza. Política social e democracia. São Paulo, Cortez, 2001.

BRAVO, Maria Inês Souza. Política de saúde no Brasil. Serviço Social e Saúde: formação e trabalho profissional, v. 3, p. 88-110, 2006. Disponível em: http://www.escoladesaude.pr.gov.br/arquivos/File/Politica_de_Saude_no_Brasil_Ines_Bravo. pdf. Acesso em: 12 set.2018.

BRAVO, Maria Inês Souza. O trabalho do assistente social nas instâncias públicas de controle democrático. CFESS. In: ______. Direitos sociais e competências profissionais. Brasília, CFESS, p. 411-428, 2009. disponível em: http://cressrn.org.br/files/arquivos/9IN2mnNP98m5WmPos4l3.pdf. Acesso em: 11. out 2018.

BRAVO, Maria Inês Souza; MATOS, Maurílio Castro de. Reforma Sanitária e Projeto Ético Político Serviço Social: Elementos para o Debate. In: Saúde e Serviço Social BRAVO, Maria, Inês Souza et all i (Orgs). São Paulo: Cortez; Rio de Janeiro: UERJ, 2004.

BRAVO, Maria Inês Souza; MATOS, Maurílio Castro de. Projeto ético-político do serviço social e sua relação com a reforma sanitária: elementos para o debate. Serviço social e saúde: formação e trabalho profissional, v. 4, p. 197-217, 2006. Disponível em: http://www.fnepas.org.br/pdf/servico_social_saude/texto23.pdf. Acesso em: 29 set. 2018.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. Lei 8662/1993. Dispõe sobre a profissão de Assistente Social e dá outras providências. Conselho Federal de Serviço Social (CFESS). Brasília, 1993. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/legislacao_lei_8662.pdf. Acesso em: 7 out. 2018.

CONSELHO FEDERAL DE SERVIÇO SOCIAL. Parâmetros para a atuação de Assistentes Sociais na Saúde. Conselho Federal de Serviço Social (CFESS). Brasília, 2010. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/Parametros_para_a_Atuacao_de_Assistentes_Sociais_na_ Saude.pdf. Acesso em: 7 ago. 2018.

CHIORO, Arthur; SCAFF, Alfredo. A implantação do Sistema Único de Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 1999. Disponível em: > http://www.escoladesaude.pr.gov.br/arquivos/File/Material3_ChioroA.pdf<. Acesso em: 22 set. 2018.

COSTA, Maria Dalva Horácio da O trabalho nos serviços de saúde e a inserção dos(as) assistentes sociais. Serviço Social & Sociedade. São Paulo: Cortez, nº 62, 2000.

DALMOLIN, Bárbara Brezolin, et al. Significados do conceito de saúde na perspectiva de docentes da área da saúde. Esc Anna Nery, v. 15, n. 2, p. 389-94, 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v15n2/v15n2a23. Acesso em: 23 out. 2018.

GUERRA, Yolanda. A dimensão investigativa no exercício profissional. In:______. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, p. 701, 2009. Disponível em: > http://www.cressrn.org.br/files/arquivos/C8pQHQOyl68c9Bc41x5Y.pdf<. Acesso em: 12 nov. 2018

IAMAMOTO, Marilda Villela. O Serviço Social na cena contemporânea. In:______. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. Brasília: CFESS/ABEPSS, p. 15-50, 2009. Disponível em: http://unesav.com.br/ckfinder/userfiles/files/O%20Servico%20Social%20na%20cena%20contemporanea%20Marilda.pdf. Acesso em: 11 nov. 2018

MACINKO, James; BAHIA, Ligia; ALMEIDA, Celia; PAIM, Jairnilson. Saúde no Brasil 1 O sistema de saúde brasileiro: história, avanços e desafios. Veja, v. 6736, n. 11, p. 60054-8, 2012. Disponível em: http://www.escoladesaude.pr.gov.br/arquivos/File/Material2_sistema_de_saude_brasileiro_hi storia_avancos_e_desafios_Paim_et_al.pdf. Acesso em: 02 out. 2018.

MARTINELLI, Maria Lucia. A nova identidade profissional. Serviço Social Hospitalar. Coordenadoria do Hospital das Clinicas, FMUSP. São Paulo. v. 4, n. 1. p. 21-25, 1997.

MARTINELLI, Maria Lucia. Serviço Social: identidade e alienação. Ed. 13. São Paulo. Cortez, 2009.

MENDES, Eugênio Vilaça. As redes de atenção à saúde. Ciência e saúde coletiva. Rio de Janeiro, v.15, n.5, Agos. 2010, p. 2297-2305. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v15n5/v15n5a05.pdf. Acesso em: 06 set. 2018

MIOTO, Regina Célia Tamaso; NOGUEIRA, Vera Maria Ribeiro. Serviço Social e Saúde– desafios intelectuais e operativos. Ser Social, v. 11, n. 25, p. 221-243, 2009.

PAIVA, Carlos Henrique Assunção; TEXEIRA, Luiz Antonio. Reforma sanitária e a criação do Sistema Único de Saúde: notas sobre contextos e autores. História, Ciências, SaúdeManguinhos, v. 21, n. 1, 2014. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18594. Acesso em: 16 set. 2018.

VIDAL, Michelli Ferrioli. Relatórios Mensais de Trabalho da Assistente Social Residente - Residência Integrada em Urgência e Emergência / 2017 - 2018. Uruguaiana: Unipampa, 2018 (Trabalho não publicado).

YAZBEK, Maria Carmelita. Os fundamentos históricos e teórico-metodológicos do Serviço Social brasileiro na contemporaneidade. In:______. Serviço Social: direitos sociais e competências profissionais. CFESS, ABEPSS. Brasília-DF, 2009. Disponível em: http://cressrn.org.br/files/arquivos/ZxJ9du2bNS66joo4oU0y.pdf. Acesso em: 26 nov. 2018.

Publicado
2019-12-16
Como Citar
Vidal, M. F., & Guilherme, R. C. (2019). Serviço Social no âmbito hospitalar. Serviço Social E Saúde, 18, e019010. https://doi.org/10.20396/sss.v18i0.8654658