Banner Portal
Considerações acerca da relação linguagem e cognição na ciência cognitiva
PDF

Palavras-chave

Linguística.

Como Citar

DIAS, Vivian Ferreira. Considerações acerca da relação linguagem e cognição na ciência cognitiva. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 45, p. 33–41, 2011. DOI: 10.20396/cel.v45i0.8637013. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8637013. Acesso em: 25 jun. 2024.

Resumo

The present study searches to investigate the notion of language as well linguistic aspects privileged by Fodor (important representative of Cognitive Science) as far as establishment of relationships between cognition and language is concerned. This investigation will be based on representative material of author’s studies focusing, mainly, on dichotomy natural language X language of thought.
https://doi.org/10.20396/cel.v45i0.8637013
PDF

Referências

FODOR, J. (1975). The language of thought. Cambridge (Massachussetts): Harvard University Press.

FODOR, J. (2000). The mind doesn’t work that way: The scope and limits of Computacional Psychology. Cambridge: The MIT Press.

GARDNER, H. (1996). A nova ciência da mente: Uma história da revolução cognitiva. São Paulo: EDUSP.

MORATO, E. M. (1997). Discurso e neurolingüística: problemas e perspectivas. Cadernos da FFC. Marília, v.6, n.2.

MORATO, E. M. (1998). A contribuição de Vygotsky para a pesquisa hoje: As relações entre Linguagem e Cognição e sua repercussão para a pesquisa lingüística. In: Centenário de nascimento de Piaget, Freinet, Vygotsky, Jakobson. Campinas: Faculdade de Educação da Unicamp.

MORATO, E. M. (2001). Neurolingüística. In: MUSSALIM, F. & BENTES, A. C. (orgs.) Introdução à lingüística: domínios e fronteiras – v. II. São Paulo: Cortez.

SAUSSURE, F. de. (1995). Curso de lingüística geral. 20ed. São Paulo: Cultrix.

SEARLE, J.R. (1980). Minds, Brains and Programs. In: The behavioral and brain science. Cambridge: Cambridge University Press; pp 417-424.

VYGOTSKI, L.S. (1987). Linguagem e pensamento. São Paulo: Martins Fontes.

O periódico Cadernos de Estudos Linguísticos utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.