Banner Portal
O tópico discursivo como categoria analítica textual-interativa
PDF

Palavras-chave

Linguística.

Como Citar

PINHEIRO, Clemilton Lopes. O tópico discursivo como categoria analítica textual-interativa. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 48, n. 1, p. 43–52, 2011. DOI: 10.20396/cel.v48i1.8637254. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8637254. Acesso em: 14 jun. 2024.

Resumo

Our purpose is to show that the discursive topic can be taken as analytic category in the studies of textual-interactive processes. We will discuss this thesis taking the analysis of metadiscourse, process textualinteractive current in genre textual, spoken and written.
https://doi.org/10.20396/cel.v48i1.8637254
PDF

Referências

BROWN, G. & YULE, G. (1983). Discourse analysis. Cambridge: Cambridge University Press.

FÁVERO, L. L., ANDRADE, M. L. da C. V. de O. e AQUINO, Z. G. O. (1999). A correção do texto falado: tipos, funções e marcas. In: NEVES, M. H. de M (org.). Gramática do português falado, vol VII. São Paulo: Humanitas/FFLCH/USP, Campinas/SP: Editora da Unicamp.

GIVÓN, T. (1993). English grammar: a functional-basead introduction. Philadelphia: J. Benjamins.

GORSKI, E. (1994). O tópico semântico-discursivo na fala e na escrita. Tese (Doutorado em Letras), UFRJ, Rio de Janeiro.

JUBRAN, C. C. A. S. et al. (1992). Organização tópica da conversação. In: ILARI, R. (org.). Gramática do português falado, vol. II. Campinas/SP: UNICAMP, São Paulo: FAPESP.

JUBRAN, C. C. A. S. (2000). Metadiscurso em entrevista televisiva: um enfoque interacional. Scripta, v. 4, n.7.

JUBRAN, C. C. A. S. (2002). Marcadores metadiscursivos em entrevista televisiva: funções textuais-interativas. Estudos Lingüísticos, XXXI, CD Room.

KOCH, I. G. V. (1999). Segmentação: uma estratégia de construção do texto falado. In: NEVES, M. H. de M (org.). Gramática do português falado, vol VII. São Paulo: Humanitas/FFLCH/USP, Campinas/SP: Editora da Unicamp.

KOCH, I. G. V. et al. (1994). Proposta teórica do grupo de organização textual-interativa do Projeto de Gramática do Português Falado. (mimeo).

MARCUSCHI, L. A. (1999). A hesitação. In: NEVES, M. H. de M (org.). Gramática do português falado, vol VII. São Paulo: Humanitas/FFLCH/USP, Campinas/SP: Editora da Unicamp.

MONDADA, L. (2001). Gestion du topic et organisation de la conversation. Cadernos de estudos lingüísticos,41.

NEVES, M. H. de M (org.). (1999). Gramática do português falado, vol VII. São Paulo: Humanitas/FFLCH/ USP, Campinas/SP: Editora da Unicamp.

PINHEIRO, C. L. (2005). Estratégias textuais-interativas: a articulação tópica. Maceió: EDUFAL.

O periódico Cadernos de Estudos Linguísticos utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.