O pensamento entre o corpo e a consciência: o papel da linguagem na disputa por uma filosofia da vida segundo Nietzsche

Autores

  • Gustavo Arantes Camargo Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.20396/cel.v55i2.8637296

Palavras-chave:

Nietzsche. Linguagem e Corpo.

Resumo

A temática da linguagem aparece no centro das preocupações de Nietzsche na medida em que, ao tentar pensar a vida e seus movimentos pulsionais, se vê diante da dificuldade de expressar tais movimentos a partir dos conceitos e categorias existentes e também, mais radicalmente, diante do que considera limitações inerentes à própria linguagem. Nietzsche criará não apenas conceitos, como o de vontade de potência, mas também forjará todo um estilo em busca de fazer uma filosofia da vida que escape à moral e permita a livre expressão dos afetos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Arantes Camargo, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor adjunto na Universidade Federal do Rio de Janeiro campus Macaé.

Referências

BLONDEL, E. Nietzsche: le corps et la culture, Paris: PUF, 1986.

KAUFMANN, Walter. Nietzsche: philosopher, psychologist, Antichrist. New Jersey: Princeton University Press, fourth edition, 1974.

KLOSSOWSKI, Pierre. Nietzsche et le cercle vicieux. Paris: Mercure de france, 1969. Nietzsche e o círculo vicioso. Tradução de Hortência S. Lencastre. Rio de Janeiro: Pazulin Editora, 2000.

NIETZSCHE, F. W. fragments posthumes. Automne 1887 – mars 1888. Oeuvres philosophiques complètes, XIII. Paris: Galimard. 1976

NIETZSCHE, F. W. fragments posthumes. Automne 188 – automne 1887. Oeuvres philosophiques complètes, XII. Paris: Galimard.1978

NIETZSCHE, F. W. fragments posthumes. Automne 1884 – automne 1885. Oeuvres philosophiques complètes, XI. Paris: Galimard. 1982

NIETZSCHE, F. W. O livro do filósofo. Tradução de Eduardo Ferreira Frias, 3ª. Ed., São Paulo: Centauro, 2001.

NIETZSCHE, F. W. Além do bem e do mal. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das letras, 2002.

NIETZSCHE, F. W. Assim falou Zaratustra. Tradução de Mário da Silva. Rio de Janeiro: Civilização brasileira, 2003a.

NIETZSCHE, F. W. Ecce homo: como alguém se torna o que é. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das letras, 2003b.

NIETZSCHE, F. W. Aurora. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo, Companhia das letras, 2004.

NIETZSCHE, F. W. Crepúsculo dos ídolos. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo, Companhia das letras, 2006.

WOTLING, P. Nietzsche et le problème de la civilization. Paris: PUF, 2a. ed., 1999.

Downloads

Publicado

2013-12-19

Como Citar

CAMARGO, G. A. O pensamento entre o corpo e a consciência: o papel da linguagem na disputa por uma filosofia da vida segundo Nietzsche. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 55, n. 2, p. 163–175, 2013. DOI: 10.20396/cel.v55i2.8637296. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8637296. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos