A elipse de VP em português e a Cartografia das Estruturas Sintáticas

Autores

  • Aquiles Tescari Neto UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.20396/cel.v57i2.8642402

Palavras-chave:

Elipse de VP. Movimento do verbo. Cartografia

Resumo

O trabalho recorre ao fenômeno da elipse de VP para advogar em favor de um tratamento cartográfico à arquitetura da oração. Em particular, sugere haver uma relação estrita entre a subida do verbo à flexão e a recuperação ou não de determinados advérbios em construções de elipse de VP. Uma análise cartográfica à la Cinque (1999) dá conta de explicar os padrões encontrados para diferentes classes de AdvPs não só em relação ao movimento do verbo como também em relação ao fenômeno da elipse, o que não poderia ser naturalmente explicado por análises competitivas. São utilizados dados do português.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aquiles Tescari Neto, UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor adjunto A no Departamento de Letras Vernáculas da UFRJ. Doutor em "Scienze del Linguaggio" pela Università di Venezia. Realizou estágio de pós-doutorado no Instituto de Estudos da Linguagem da UNICAMP.

Referências

AMBAR, M. M. Sobre a posição do sujeito, movimento do verbo e estrutura da frase. Actas do V ENAPL. (Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa). Lisboa: APL, 1989, p. 369-399.

BELLETTI, A. Generalized Verb Movement. Torino: Rosenberg & Sellier, 1990.

BELLETTI, A. Introduction”. In: BELLETTI, A. (Ed.) Structures and Beyond: The Cartography of Syntactic Structures, vol.3. New York: Oxford University Press, 2004, p. 3-14.

BRITO, A.M. Clause Structure, Subject Positions and Verb Movement: About the Position of Sempre in European Portuguese and Brazilian Portuguese”. In: D’HULST, Y. et al. (Eds.) Romance Languages and Linguistic Theory. Amsterdam: John Benjamins, 2001, p. 63-85.

CHOMSKY, N. The Minimalist Program. Massachusetts: MIT Press, 1995.

CINQUE, G. Adverbs and Functional Heads: A Cross-linguistic Perspective. New York: Oxford Univerisity Press, 1999.

CINQUE, G. Issues in adverbial syntax. Lingua, 114, 2994, p. 683-710.

CINQUE, G. Restructuring and Functional Heads. The Cartography of Syntactic Structures. Vol.4. New York, Oxford: Oxford University Press, 2006.

CINQUE, G. Word Order Typology. A Change of Perspective. In: BIBERAUER, T.; SHEEHAN, M. (Eds.) Theoretical Approaches to Disharmonic Word Order. Oxford: Oxford University Press, 2013, p. 47-73.

CINQUE, G.; RIZZI, L. The Cartography of Syntactic Structures. In: HEINE, B.; NARROG, H. (Eds.). The Oxford Handbook of Linguistic Analysis. New York: OUP, 2013, p. 51-65.

COSTA, J. A multifactorial approach to adverb placement: assumptions, facts, and problems. Lingua, 114, 2004, p. 711–753.

COSTA, J. Adverbs and the Syntax-Semantics Interplay. Estudos Linguísticos (Lisboa), vol.2, 2008, p. 13-25.

COSTA, J.; GALVES, C. External Subjects in Two Varieties of Portuguese: Evidence for a Non-Unified Analisys. In: BEYSSADE, C. et al. (Eds.). Proceedings of Going Romance 2000. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins, 2002, pp. 109-125.

COSTA, J.; FIGUEIREDO Silva, M.C. Notas sobre a concordância verbal e nominal em português”. Estudos Linguísticos, XXXV, 2006, p. 95-109.

CYRINO, S.M.L. O objeto nulo no português do Brasil: um estudo sintático-diacrônico. Londrina: EdUEL, 1997.

CYRINO, S.M.L. On Richness of Tense and Verb Movement in Brazilian Portuguese. In: CAMACHO-TABOADA, V. et al. (Eds.). Information Structure and Agreement. Amsterdam: John Benjamins, 2013, p. 297–318.

CYRINO, S.; MATOS, G. VP ellipsis in European and Brazilian Portuguese – a comparative analysis. Journal of Portuguese Linguistics, 1(2), 2002, pp. 177-195.

DONATI, C. La Sintassi: Regole e Strutture. Bologna: Il Mulino, 2008.

ERNST, T. The Syntax of Adjuncts. Cambridge, Cambridge University Press, 2000.

ERNST, T. On the role of semantics in a theory of adverb syntax. Lingua, 117, 2007, p. 1008–1033.

FIGUEIREDO SILVA, M. C. A posição sujeito no português brasileiro: frases finitas e infinitivas. Campinas: Editora da UNICAMP, 1996.

GALVES, C. O Enfraquecimento da Concordância no Português Brasileiro. In: ROBERTS, I; KATO, M. (Org.) Português Brasileiro: Uma Viagem Diacrônica. Campinas: Editora da UNICAMP, 1993, p. 387-408.

GALVES, C. V-movement, levels of representation and the Structure of S. Letras de Hoje, n. 96, 1994, pp. 35-58.

HARWOOD, W.; AELBRECHT, L. To be or not to be elided: VP ellipsis revisited. Talk given at Manchester and Salford New Researchers Forum in Linguistics., 2012.

HARWOOD, W. Being progressive is just a phase: celebrating the uniqueness of progressive aspect under a phase-based analysis. Natural Language & Linguistic Theory, 2015, p. 523-573.

KAYNE, R. The Antisymmetry of Syntax. Cambridge, Mass.: MIT Press, 1994.

HARWOOD, W. Overt vs. Covert Movements, Syntax 1, 1998, p. 128-191.

LAENZLINGER,C. Elements of Comparative Generative Grammar: a Cartographic Approach.Padova: Unipress, 2011.

LUNGUINHO, M.V.S. Verbos auxiliares e a sintaxe dos domínios não finitos. Tese (Doutorado em Semiótica e Linguística Geral), Universidade de São Paulo, 2011.

MATOS, G. Elipse do Predicado em Português – SV Nul e Despojamento. Tese (Doutorado), Universidade de Lisboa, 1992.

MATOS, G. Estruturas binárias e monocêntricas em sintaxe – algumas observações sobre a coordenação de projecções máximas. Actas do X ENAPL. Lisboa: APL, 1995, p. 301-315.

MATOS, G. & CYRINO, S. Elipse de VP no Português Europeu e no Português Brasileiro. Boletim da Abralin, 26, n.esp., 2001, p. 386-390.

MODESTO, M. On the Identification of Null Arguments. PhD Dissertation, USC, 2000.

NILSEN, Ø. Domains for Adverbs. Lingua, 114, 2004, p. 809-847.

POLLOCK, J-Y. Verb Movement, Universal Grammar, and the Structure of IP. Linguistic Inquiry, 20(3), 1989, p. 365-474.

QUAREZEMIN, S.; TESCARI NETO, A. Da sintatização dos focos contrastivo e exaustivo -em CP e das estratégias de marcação de foco. ReVEL, edição especial, n.10, 2015, p. 42-77. Disponível em: http://www.revel.inf.br/files/eb575603b243ddb4990470247c2ece43.pdf. Acesso em 5 de dezembro de 2015.

RAPOSO, E. On the null object in European Portuguese. In: JAEGGLI, O.; SILVA-CORVALÁN, C. (Org.) Studies in Romance Linguistics. Dordrecht: Foris, 1986.

RECH, N.S.F. Auxiliares: uma subclasse dos verbos de reestruturação, Tese, UFSC, 2009.

RIZZI, L. The Fine Structure of Left Periphery”. In: Haegman, L. (Ed.). Elements of Grammar. Dordrecht: Kluwer Academic Publisher, 1997, p. 282-337.

SILVA, G. V. Word order in Brazilian Portuguese. Berlin:Mouton de Gruyter, 2001.

TESCARI NETO, A. On Verb Movement in Brazilian Portuguese: a Cartographic Study. Tese (Doutorado em ‘Scienze del Linguaggio’) – Università Ca’ Foscari di Venezia, Itália, 2013. Disponível no site: http://arca.unive.it/handle/10278/2957 Acesso em 6 de julho de 2015.

TESCARI NETO, A. Verb Raising, the Impoverishment of the Verbal Paradigm and the Weakening of Tense in Brazilian Portuguese. A sair na Revista do GEL (no prelo 1).

TESCARI NETO, A. Por que advérbios altos não são diagnósticos para o movimento do verbo? Linguística (Alfal), 2015 (no prelo 2).

TESCARI NETO, A. “Só”, “exclusivamente” and their positions in the sentence. Alfa (São José Rio Preto), v. 59, n. 3, 2015a, p. 573-602. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-57942015000300573&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 5 de dezembro de 2015. http://dx.doi.org/10.1590/1981-5794-1509-7.

TESCARI NETO, A. A posição dos advérbios focalizadores na hierarquia universal. Manuscrito, UFRJ, 2015b.

ZYMAN, E. Two Investigations of Adverbs and Clause Structure in English. Dissertação (Mestrado) – Princeton University, 2012.

Downloads

Publicado

2015-12-16

Como Citar

TESCARI NETO, A. A elipse de VP em português e a Cartografia das Estruturas Sintáticas. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 57, n. 2, p. 205–226, 2015. DOI: 10.20396/cel.v57i2.8642402. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8642402. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos