Palatalização progressiva das oclusivas alveolares com a fricativa /s/ em contexto anterior na cidade de Maceió

Autores

  • Almir Almeida Oliveira Universidade Estadual de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.20396/cel.v60i3.8650713

Palavras-chave:

Sociolinguística Variacionista. Palatalização progressiva. Maceió.

Resumo

Este trabalho investiga, sob a ótica da Sociolinguística Variacionista (LABOV, 2008 [1972]), os processos fonéticos/fonológicos da palatalização progressiva das oclusivas alveolares com a fricativa /S/ em contexto anterior, como em palavras do tipo gos[ʧ]o e des[ʤ]e, produzidos no Português Brasileiro falado em Maceió, contrapondo os dados linguísticos coletados com as variáveis externas (idade, sexo e escolaridade) e internas (contexto seguinte, acento, tamanho da palavra, vozeamento e fronteira lexical), a fim de identificar possíveis condicionantes de uso das variantes. A partir do método hipotético-indutivo empregado, os resultados obtidos apontam para a interação social entre a variável escolaridade e as variáveis idade e sexo, indicando que os informantes mais jovens e do sexo feminino são os maiores favorecedores desse processo de palatalização quando têm baixos índices de escolarização, ao passo que apresentam comportamento linguístico inverso, inibindo a palatalização, quando possuem maiores níveis de escolaridade. Assim, há indícios de que as formas palatalizadas padecem de uma valoração social negativa e é evitada por mulheres, jovens e pessoas escolarizadas, bem como sofrem condicionamento linguístico ao serem mais produtivas em certos ambientes fonéticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Almir Almeida Oliveira, Universidade Estadual de Alagoas

Cursa atualmente estágio de Pós-doutoramento na Universidade Federal de Alagoas. Mestrado e doutorado em Letras e Linguística pela Universidade Federal de Alagoas; Especialização em Programação do Ensino de Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Pernambuco e graduação em Letras pela mesma. Atua na área da Sociolinguística variacionista, pesquisando aspectos fonéticos e fonológicos do português. Professor Assistente da Universidade Estadual de Alagoas e líder do Grupo de Estudo da variação linguística de Alagoas - GEVAL-AL.

Referências

AQUINO, J. A. R para cientistas sociais. Ilhéus, BA: EDITUS, 2014.

BATTISTI, E.; ROSA, R. S. Variação e mudança linguística: análise em tempo real da palatalização das oclusivas alveolares em um falar do rio grande do Sul. Web-Revista Sociodialeto. Vol. 2, n. 2, novembro de 2012. Disponível em . Acesso em 13 jan. 2016.

BISOL, L. Palatalization and its variable restriction. In: International Journal of Sociology of Language, Mouton, n. 89, p. 107-124, 1991.

CAMPOY, J. M. H.; ALMEIDA, M. Metodología de la investigación sociolinguística. Granada: Editorial Comares, 2005.

CARVALHO, S. A palatalização das plosivas dentais na fala de pescadores no norte e noroeste do Rio de Janeiro. 2002. Dissertação (Mestrado em Letras) Faculdade de Letras da UFRJ. Rio de Janeiro, 2002.

CLARKE, S. Language in Newfoundland and Labrador: past, present and future. Journal of the Canadian Association of Applied Linguistics. V. 19, 11–34, 1997.

CLEMENTS, G. N. The geometry of phonology features (1985). In: GOLDSMITH, J. (Org.) Phonological Theory: the essential readings. Massachusetts: Blackwell, 1999. p. 177-224.

CRISTÓFARO SILVA, Thaïs et al. Revisitando a palatalização no português brasileiro. In: Revista de estudos linguísticos. V. 20, n. 2, Belo Horizonte. p. 59-89, jul./dez. 2012. Disponível em: http://www.periodicos.letras.ufmg.br/. Acessado em 10 de novembro de 2016 às 13h30min.

HENRIQUE, P.; HORA, D. Um olhar sobre a palatalização das oclusivas dentais no vernáculo pessoense. In: XXIV Jornada Nacional do Grupo de Estudos Linguísticos do Nordeste, 2012, Natal-RN. Anais... Natal: EDUFRN, 2012. p. 150-161.

HORA, D. A palatalização das oclusivas dentais: variação e representação não-linear. Tese (Doutorado em Letras) – Instituto de Letras, PUC-RS, Porto Alegre, 1990.

LABOV, W. Padrões Sociolinguísticos. São Paulo: Parábola, 2008.

MENDOZA-DENTON, N. Language and identity. In: CHAMBERS, J. K.; TRUDGILL, P..; SCHILLING-ESTES, N. (Eds). The Handbook of Language Variation and Change. Blackwell Publishing. 363-381. Disponível em: http://www.blackwellreference. com/subscriber/book?id=g9781405116923_9781405 116923. Acessado em 12 de maio de 2016 às 15h40min.

MOLLICA, M. C.; BRAGA, M. L. Introdução à Sociolinguística: o tratamento da variação. São Paulo: Contexto, 2003.

MOTA, Jacira; ROLEMBERG, Vera. Variantes africadas palatais em Salvador. In: HORA, Demerval da. (Org.) Diversidade Linguística no Brasil. João Pessoa: Ideia, 1997. p. 131 - 140.

NEUSCHRANK, Aline.; MATZENAUER, Carmen Lúcia Barreto. A palatalização na diacronia do PB: o surgimento dos segmentos palatais à luz de teoria fonológica. In: Linguística. Montevidéu, vol. 27. p. 18 - 46, jun. 2012. Disponível em: http://www.scielo.edu.uy/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2079-312X201200020 0003 Acesso em 14 jan. 2014 às 9h30min.

OLIVEIRA, A. A. Processos de Palatalização das oclusivas alveolares em Maceió. 2017. Tese (Doutorado em Letras e Linguística). Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística da Universidade Federal de Alagoas – PPGLL-UFAL, Maceió, 2017.

PAGOTTO, E. G. Variação e (‘) identidade. Maceió: EDUFAL, 2004.

SANKOFF, D. Variable rules. In: AMMON, U.; DTTMAR, N.; MATTEIR, K. J. (Eds.) Sociolinguistics: an international handbook of the science os language and society. Ney York: Walter de Gruyter, 1988. p. 984-998. (Tradução caseira de Maria Marta Pereira Scherre. Brasília, 1992: revista em 1993, incorporando sugestões detalhadas de Ivone Isidoro Pinto (UFRJ), Maria Thereza Gomes Fiorett (UFRJ) e Maria Clara Álvares Correa Dias (UnB).

SANKOFF, D.; LABOV, W. On the uses of variable rules. Language in Society, v. 8, n. 2, 1979. p. 189-221.

SANTOS, L. F. Realização das oclusivas /t/ e /d/ na fala de Maceió. 1996. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística). Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística da Universidade Federal de Alagoas – PPGLL-UFAL, Maceió, 1996.

SOUZA NETO, A. F. Realizações dos fonemas /t/ e /d/ em Aracaju – Sergipe. Aracaju: Editora UFS, 2014.

TAGLIAMONTE, S. A. Analyzing Sociolinguistic Variation. New York: Cambridge University Press, 2006.

TARALLO, F. A pesquisa socio-linguística. Série Princípios. São Paulo: Ática,1997.

TRUDGILL, P. Language in the British Isles. Cambridge: Cambridge University Press, 1984.

Downloads

Publicado

2018-11-22

Como Citar

OLIVEIRA, A. A. Palatalização progressiva das oclusivas alveolares com a fricativa /s/ em contexto anterior na cidade de Maceió. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 60, n. 3, p. 630–646, 2018. DOI: 10.20396/cel.v60i3.8650713. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8650713. Acesso em: 8 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos