Um tratamento unificado da omissão e da expressão de sujeitos e objetos diretos pronominais de 3ª pessoa em português brasileiro

  • Gabriel de Ávila Othero Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Ana Carolina Spinelli Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Sujeito pronominal, Objeto nulo, Retomada anafórica.

Resumo

RESUMO: Este trabalho apresenta um estudo sobre dois fenômenos envolvendo pronomes que vêm ocorrendo de maneira concomitante na história do português brasileiro (PB): a realização de objeto direto nulo (ON) de 3ª pessoa e o preenchimento pronominal do sujeito. Realizamos uma pesquisa diacrônica que buscou: (i) verificar se houve aumento de sujeitos pronominais expressos no intervalo de 20 anos em Porto Alegre (RS); (ii) verificar se houve aumento de objetos nulos na retomada anafórica nesse mesmo período, nessa mesma cidade; e (iii) verificar quais traços semântico-discursivos do referente (animacidade, especificidade ou gênero semântico) estão atuando como gatilho para a manifestação do pronome nas ocorrências de sujeito e de objeto direto pronominais. Analisamos dois corpora de língua falada espontânea: o corpus do projeto VARSUL, da década de 1990, e o corpus LinguaPOA, produzido e transcrito entre 2015 e 2018. Também usamos dados do NURC, com base no levantamento de Monteiro (1994). Nossos resultados mostram que houve apenas um leve aumento nas ocorrências de sujeito expresso no período de tempo analisado, o que sinaliza que essa mudança está estável em PB. Da mesma forma, também encontramos apenas um leve aumento de ONs no período, o que parece indicar, igualmente, a estabilização de uma mudança. Com relação ao objetivo (iii), mostramos que a distribuição de sujeitos nulos vs expressos e de objetos nulos vs pronomes plenos pôde (até certo ponto) ser explicada com a hipótese do gênero semântico do antecedente. Para os casos destoantes, deixamos sugestões para análises futuras.

Palavras-chave: Sujeito pronominal; Objeto nulo; Retomada anafórica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel de Ávila Othero, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
É formado em Letras Português e Letras Português/Inglês pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos - Unisinos (2001); é Especialista em Estruturas da Língua Portuguesa pela Universidade Luterana do Brasil - ULBRA (2002); é Mestre (2005) e Doutor (2009) em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS; fez Pós-Doutorado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2009-2010) e na Universidade Estadual de Campinas - Unicamp (2017-2018). É professor associado do Instituto de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. É o editor-chefe da Revista Virtual de Estudos da Linguagem - ReVEL (ISSN 1678-8931, www.revel.inf.br) desde 2003. Tem experiência na área de Linguística, Gramática do Português Brasileiro e História das Ideias Linguísticas, atuando principalmente nos seguintes temas: Gramática, Sintaxe e Teoria da Otimidade.
Ana Carolina Spinelli, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Mestre em Teoria e Análise Linguística (UFRGS), graduada em Letras Licenciatura Português-Espanhol (UFRGS/2016) e em Pedagogia - Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental (PUCRS/2016). Possui experiência em pesquisa acadêmica na área de Linguística, com ênfase em Teoria e Análise Linguística, abrangendo principalmente a Sintaxe. Trabalhou como pesquisadora bolsista de Iniciação Científica e monitora de disciplinas, além de auxiliar de professor na educação infantil.

Referências

AYRES, M. R. Aspectos condicionadores do objeto nulo e do pronome pleno em português brasileiro: uma análise da fala infantil. Dissertação de mestrado, Faculdade de Letras, PUCRS, 2016.

BAGNO, M. Gramática pedagógica do português brasileiro. São Paulo: Parábola, 2011.

BISOL, L.; MENON, O.; TASCA, M. VARSUL, um banco de dados. In: VOTRE, S.; RONCARATI, C. Anthony Julius Naro e a linguística no Brasil: uma homenagem acadêmica. Rio de Janeiro: 7Letras, 2008.

BISOL, L.; MONARETTO, V. N. O. Prefácio: VARSUL e suas origens, uma história sumariada. ReVEL, edição especial n. 13, 2016.

CALLOU, D. O projeto NURC no Brasil: da década de 70 à década de 90. Linguística, v. 11, 1999.

CARVALHO, D. A estrutura interna dos pronomes pessoais em português brasileiro. Tese de Doutorado – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Alagoas, 2008. 154f.

CARVALHO, D. Caso default e o sincretismo pronominal no português. Salvador, 2014.

CASTILHO, A. T. Apresentação – projeto de gramática do português falado. In: CASTILHO, A. T. (org.) Gramática do português falado, vol. I: a ordem. 4ª ed. Campinas: Ed. da Unicamp, 2002.

CERQUEIRA, F. Reflexos semânticos na sintaxe da terceira pessoa. Letrônica, v. 8, n. 2, 2015.

CERQUEIRA, F. A sintaxe do “ele” acusativo. In: CARVALHO, D.; BRITO, D. (orgs.) Pronomes: morfossintaxe e semântica. Salvador: EDUFBA, 2018.

COELHO, I. L.; OTHERO, G. A.; VIEIRA-PINTO, C. A. Reanálise de variáveis semânticas no condicionamento do objeto nulo e do pronome pleno na fala de Florianópolis. Fórum Linguístico, v. 14, n. 4, 2017.

COLLISCHONN, G.; MONARETTO, V. Banco de dados VARSUL: a relevância de suas características e a abrangência de seus resultados. ALFA, v. 56, n. 3, 2012.

COMRIE, B. Language universals and linguistic typology. Chicago: University of Chicago Press, 1989.

CREUS, S; MENUZZI, S. O papel do gênero na alternância entre objeto nulo e pronome pleno em português brasileiro. Revista da ABRALIN, Florianópolis, v. 3, n. 1-2, 2004.

CYRINO, S. M. Observações sobre a mudança diacrônica no português do Brasil: objeto nulo e clíticos. In: ROBERTS, I. & KATO, M. A. (orgs.). Português brasileiro: uma viagem diacrônica. Campinas: Ed. da Unicamp, 1993.

CYRINO, S. M. O objeto nulo no português do Brasil: um estudo sintático-diacrônico. Tese de doutorado, UNICAMP, Campinas, 1994. (Publicada em 1997 pela Ed. da Universidade Estadual de Londrina, Londrina PR)

CYRINO, S. M. L.; DUARTE, M. E.; KATO, M. A. Visible subjects and invisible clitics in Brazilian Portuguese. In: KATO, M. A.; NEGRÃO, E. V. (eds.) Brazilian Portuguese and the Null Subject Parameter. Frankfurt: Vervuert-Iberoamericana, 2000, p. 55-104.

DOWTY, D. Thematic proto-roles and argument selection. Language, 67 (3), 1991.

DUARTE, M. E. L. Clítico acusativo, pronome lexical e categoria vazia no português do Brasil. In: TARALLO, F., (org.) Fotografias sociolingüísticas. Campinas: Editora da Unicamp, 1989, p. 19-34.

DUARTE, M. E. L. Do pronome nulo ao pronome pleno: a trajetória do sujeito no português do Brasil. In: ROBERTS, I.; & KATO, M. A. (orgs.). Português brasileiro: uma viagem diacrônica. Campinas: Ed. da Unicamp, 1993.

DUARTE, M. E. L. A perda do princípio “evite pronome” no português brasileiro. Tese de doutorado, UNICAMP, 1995.

DUARTE, M. E. L. O sujeito em peças de teatro (1833-1992): estudos diacrônicos. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

GRAVINA, A. P. Diacronia e sujeito nulo no português brasileiro: um estudo comparativo. Filologia e Linguística Portuguesa, v. 16, p. 199-231, 2014a.

GRAVINA, A. P. Sujeito nulo e ordem VS no português brasileiro: um estudo diacrônico-comparativo baseado em corpus. Tese de Doutorado. Unicamp, 2014b.

HOLMBERG, A. Null subject parameters. In: BIBERAUER, T. et al. Parametric variation: Null subjects in minimalist theory, p. 88-124. Cambridge: CUP, 2010.

HOLMBERG, A.; NAYUDU, A.; SHEEHAN, M. Three partial null‐subject languages: a comparison of Brazilian Portuguese, Finnish and Marathi. Studia Linguistica, v. 63, n. 1, p. 59-97, 2009.

HOPPER, P. J., THOMPSON, S. Transitivity in grammar and discourse. Language 56, 1980.

MONTEIRO, J. L. Pronomes pessoais: subsídios para uma gramática do português do Brasil. Fortaleza: Edições UFC, 1994.

MOREIRA DA SILVA, S. Études sur la symétrie et l’asymétrie SUJET/OBJET dans le Portugais du Brésil. Tese de Doutorado. Universidade de Paris VIII, 1983.

OLIVEIRA, S. M. Objeto direto nulo, pronome tônico de 3ª pessoa, SN anafórico e clítico acusativo no português brasileiro: uma análise de textos escolares. ReVEL, vol. 5, n. 9, agosto de 2007.

OTHERO, G. A.; AYRES, M. R.; SCHWANKE, C.; SPINELLI, A. C. A relevância do traço gênero semântico na realização do objeto nulo em português brasileiro. Working Papers em Linguística 17(1), 64-85, 2016.

OTHERO, G. A.; CYRINO, S.; SCHABBACH, G.; ROSITO, R.; ALVES, L. M. Objeto nulo e pronome pleno na retomada anafórica em PB: uma análise em corpora escritos com características de fala. Revista da Anpoll, v. 1, 2018.

OTHERO, G. A.; SCHWANKE, C. Retomadas anafóricas de objeto direto em português brasileiro escrita. Revista de Estudos da Linguagem, v. 26, n. 1, 2018.

OTHERO, G. A.; SPINELLI, A. C. Analisando a retomada anafórica do objeto direto em português falado. Revista Letras, v. 96, p. 174-195, 2017a.

OTHERO, G. A.; SPINELLI, A. C. Sujeito expresso e nulo no começo do séc. XXI (e sua relação com o objeto nulo em PB). Seminários de Teoria e Análise Linguística. Porto Alegre: UFGRS, 2017b.

PIVETTA, V. Objeto direto anafórico no português brasileiro: uma discussão sobre a importância dos traços semântico-pragmáticos – animacidade/especificidade vs. gênero semântico. Dissertação de mestrado, UFRGS, 2015.

ROBERTS, I. A deletion analysis of null subjects. In: BIBERAUER, T. et al. Parametric variation: Null subjects in minimalist theory, p. 125-152. Cambridge: CUP, 2010.

SCHWENTER, S. A. Null objects across South America. Selected proceedings of the 8th Hispanic Linguistics Symposium. Somerville: Cascadilla Press, 2006.

SCHWENTER, S.; SILVA, G. Overt vs. null direct objects in spoken Brazilian Portuguese: a semantic/pragmatic account. Hispania, v. 85 n. 3, p. 577-586, 2002.

SCHWENTER, S. A.; SILVA, G. Anaphoric direct objects in spoken Brazilian Portuguese: semantics and pragmatics. Revista Internacional de Lingüística Iberoamericana, 2003.

SOARES, E. C. Anaphora in Discourse: Null Subjects in Brazilian Portuguese. Tese de Doutorado. Paris, Université Paris Diderot, PARIS 7, 2017.

TARALLO, F. Relativization strategies in Brazilian Portuguese. Tese de Doutorado. University of Pennsylvania, 1983.

TARALLO, F. Diagnosticando uma gramática brasileira: o português d’aquém e d’além mar no final do século XIX. In: ROBERTS, I.; KATO, M. A. (orgs.) Português brasileiro: uma viagem diacrônica. Campinas: Ed. da Unicamp, 1993.

VAN VALIN, R. D., LAPOLLA, R. J. Syntax. Cambridge: CUP, 1997.

Publicado
2019-02-21
Como Citar
Othero, G. de Ávila, & Spinelli, A. C. (2019). Um tratamento unificado da omissão e da expressão de sujeitos e objetos diretos pronominais de 3ª pessoa em português brasileiro. Cadernos De Estudos Lingüísticos, 61, 1-30. https://doi.org/10.20396/cel.v61i1.8654211