O ethos atópico

  • Helio Oliveira UNIFEOB/docente
Palavras-chave: Ethos discursivo, Atopia discursiva, Intolerância

Resumo

Este artigo se dedica a um tema bem pouco explorado: o funcionamento dos discursos atópicos, aqueles caracterizados por um pertencimento problemático ao espaço social, operando nas fronteiras entre o tolerável e o inaceitável. O objetivo principal é identificar e descrever o ethos típico do enunciador do discurso atópico. Os resultados mostram um ethos híbrido instável, constituído de traços fluidos que contribuem para a dissimulação do fiador desse tipo de discurso, caracterizado por uma identidade flutuante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helio Oliveira, UNIFEOB/docente
Doutor em linguistica pelo IEL- UNICAMP; Professor no curso de Letras da UNIFEOB - departamento de Letras, area: Análise do Discurso e Semântica.

Referências

BARROS, D. L. P. Intolerância, preconceito e exclusão. In: LARA & LIMBERTI (org) (2015). Discurso e desigualdade social. São Paulo, Contexto, 2015, p. 61-78.

BARROS, D. L. P. Estudos discursivos da intolerância: o ator da enunciação excessivo. Cadernos de estudos linguísticos. (58.1), Campinas, 2016, p. 7-24.

FERREIRA, N. C. Serenidade e paixão: a instabilidade de um ethos na divulgação científica neodarwinista. In: MOTTA, A. R.; SALGADO, L. S. (org) Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2008.

MAINGUENEAU, D. Problemas de ethos. In: Cenas da enunciação. São Paulo: Parábola Editorial, 2008a, p. 55-73.

MAINGUENEAU, D. A propósito do ethos. In: MOTTA, A. R.; SALGADO, L. S. (org) (2008) Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2008b.

MAINGUENEAU, D. A paratopia e suas sombras. In: Doze conceitos em Análise do Discurso. São Paulo: Parábola Editorial, 2010, p. 157-170.

MIQUELETTI, F. Tucanos e “mal-entendidos”. In: MOTTA, A. R.; SALGADO, L. S. (org) (2008) Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2008.

MOTTA, A. R. Entre o artístico e o político. In: MOTTA, A. R.; SALGADO, L. S. (org) (2008) Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2008.

MOTTA, A. R.; SALGADO, L. S. (org) Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2008.

OLIVEIRA, H. O racismo que (não) se vê: a fórmula “consciência negra” e a atopia do discurso racista brasileiro. Tese (Doutorado em Linguística) – Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP. Campinas, 2018.

PÊCHEUX, M.; FUCHS, C. A propósito da análise automática do discurso: atualização e perspectivas. In. GADET E HAK (orgs.) Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Editora da Unicamp, [1975] 1990.

STEVENSON, R. L. O médico e o monstro. São Paulo: Companhia das Letras [1886] 2015.

Publicado
2019-07-01
Como Citar
Oliveira, H. (2019). O ethos atópico. Cadernos De Estudos Lingüísticos, 61, e019021. https://doi.org/10.20396/cel.v61i0.8654947
Seção
Dossiê Ethos discursivo em diversas dimensões