Saturação metafórica

um ponto de interseção entre as metáforas e os gêneros

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/cel.v63i00.8659123

Palavras-chave:

Metáfora, Saturação metafórica, Gênero discursivo

Resumo

Este trabalho investiga o papel de um aspecto específico da linguagem metafórica – exatamente, a sua saturação (p. ex., DUNN, 2011) – na organização cognitiva dos tipos de discurso. Esta investigação cumpre (i) a identificação de expressões metafóricas em textos identificados com diferentes gêneros, quais sejam letras de canção e charges; e (ii) a análise da saturação metafórica dessas expressões em função de aspectos prototípicos desses gêneros. Os resultados mostram que o funcionamento da saturação metafórica depende do tipo de discurso. Enquanto que, em textos do discurso literário, esse aspecto se acomoda, preferencialmente, no plano intratextual (dentro de um único texto), em textos do jornalismo crítico, embora se estruture de modo situado em nichos metafóricos (VEREZA, 2007; 2010a), esse aspecto pode se estender no plano intertextual. Além disso, a saturação metafórica atua de forma decisiva na identificação e caracterização dos respectivos gêneros, na medida em que cumpre os seus propósitos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dalby Dienstbach, Universidade Federal Fluminense

Doutora em Linguística pela Universidade Federal Fluminense. Pesquisadora na Diretória de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV DAPP).

Referências

ANDRADE, C. D. A vida passada a limpo. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

ALVES, T.; VINICIUS, H.; MELO, J.; ALVES, S.; SILVA, N.; MARCOS, J. Regime fechado. Intérpretes: Simone e Simária. In: DINIZ, S.; ESCRIG, S. Live: álbum de Simone e Simária. Rio de Janeiro/São Paulo: Universal Music Brasil, 2016. 1 CD. Faixa 1.

BAAKE, K. Metaphor and knowledge: the challenge of writing science. Albany: The State University of New York Press, 2003.

BERBER SARDINHA, T. Metaphor and corpus linguistics. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 11, n. 2, p. 329-360, 2011.

BRASIL. Ministério Público Federal. Caso Lava Jato. Brasília, D.F., Ministério Público Federal, 2017. Disponível em: http://www.mpf.mp.br/grandes-casos/lava-jato. Acesso em: 10 abr. 2020.

CABRAL, I. Ficha limpa, jogo sujo. Sorriso pensante, Natal, 12 out. 2012. Disponível em: http://www.ivancabral.com/2012/10/charge-do-dia-ficha-limpa-x-jogo-sujo.html. Acesso em: 10 abr. 2020.

CAMERON, L. Metaphor in educational discourse. Londres: Continuum, 2003.

CIENKI, A.; MÜLLER, C. (Eds.). Metaphor and gesture. Amsterdam: John Benjamins, 2008.

CRISP, P.; HEYWOOD, J.; STEEN, G. Metaphor identification and analysis, classification and quantification. Language and Literature, v. 11, n. 1, p. 55-69, 2002.

DEIGNAN, A. Metaphor and corpus linguistics. Amsterdam: John Benjamins, 2005.

DEOLLI, S.; VOX, A. Nocaute. Intérpretes: Jorge e Mateus. In: BARCELOS, J.; OLIVEIRA, M. Os anjos cantam. Rio de Janeiro: Som Livre, 2015. 1 CD. Faixa 4.

DIENSTBACH, D. Metáforas na realização da subjetividade me sonetos. Calidoscópio, no prelo.

DUNN, J. Gradient semantic intuitions of metaphoric expressions. Metaphor and Symbol, v. 26, n. 1, p. 53-67, 2011..

DYLAN, B.; LEVY, J. Hurricane. Intérprete: Bob Dylan. In: ZIMMERMAN, R. Desire. Washington, D.C.: Columbia, 1975. 1 disco. Lado A. Faixa 1.

FLUDERNIK, M. (Ed.). Beyond cognitive metaphor theory: perspectives on literary metaphors. Nova York: Routledge, 2011.

GIBBS, R. Metaphor wars: conceptual metaphors in human life. Cambridge: Cambridge University Press, 2017.

GORKY, R.; MAFFALDA; BISPO, P. K.O. Intérprete: Pabllo Vittar. In: SILVA, P. Vai passar mal. [S.l.]: BMT, 2017. 1 CD. Faixa 2.

HALLYN, F. (Ed.). Metaphor and analogy in the sciences. Dordrecht: Kluwer Academics, 2000.

JUNGES, M. Lista do Petrolão. Sinovaldo [online], Porto Alegre, 06 mar. 2015. Disponível em: http://sinovaldo.com.br/2015/03/06/lista-do-petrolao/. Acesso em: 10 abr. 2020.

K.O. Direção: João Monteiro. Marília: Brabo, 2017. 1 videoclipe.

LAKOFF, G.; JOHNSON, M. Metáforas da vida cotidiana. Trad.: Grupo de Estudos da Indeterminação e da Metáfora. Campinas: Mercado de Letras / São Paulo: EDUC, 2002.

LAKOFF, G. The contemporary theory of metaphor. In: ORTONY, A. (Ed.). Metaphor and thought. 2. Ed. Cambridge: Cambridge University Press, 1993, p. 202-251.

LÉO. Petrolão. Tododia, Americana, 14 mar. 2015. Disponível em: https://jornaloexpresso.wordpress.com/2015/03/03/lista-dos-parlamentares-corruptos-do-petrolao-sai-as-19-horas/. Acesso em: 10 abr. 2020.

MENDES, L. O macaco, a banana e o preconceito racial: um estudo da metáfora no discurso. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem). Instituto de Letras, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2016.

MOISÉS, M. Dicionário de termos literários. 12. Ed. São Paulo: Pensamento/Cultrix, 2004.

MÜLLER, C. Metaphors dead and alive, sleeping and awaking: a dynamic view. Chicago: The University of Chicago Press, 2008.

NUNES, J. As metáforas nas ciências sociais. São Paulo: Humanitas / Goiânia: UFG, 2005.

PETERS, G. A via mundana para o sublime: preliminares a uma sociologia psicológica do talento e da genialidade. Cadernos do Sociófilo, n. 3, p. 179-237, 2013.

RABAÇA, C.; BARBOSA, G. Dicionário de comunicação. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

SEMINO, Elena. Metaphor in discourse. Cambridge, UK: Cambridge University Press, 2008.

SEMINO, E. The adaptation of metaphors across genres. Review of Cognitive Linguistics, v. 9, n. 1, p. 130-152, 2011.

SEMINO, E.; STEEN, G. Metaphor in literature. In: GIBBS, R. The Cambridge handbook of metaphor and thought. Nova York: Cambridge University Press, 2008, p. 232-246.

SIQUEIRA, M.; OLIVEIRA, A.; DIENSTBACH, D.; ALMEIDA, G.; BRANGEL, L. Metaphor identification in a terminological dictionary. Ibérica, n. 17, p. 157-174, 2009.

SALOMON, J.; MIO, J. Metaphor density and persuasion. In: ANNUAL CONVENTION OF THE WESTERN PSYCHOLOGICAL ASSOCIATION, 68, 1988, São Francisco. Proceedings… São Francisco: Unidade de São Francisco, 1988.

STEEN, G. Understanding metaphor in literature: an empirical approach. Londres/Nova York: Longman, 1994.

STEEN, G. Metaphor in Bob Dylan's “Hurricane”: genre, language, and style. In: SEMINO, E.; CULPEPER, J. (Eds.). Cognitive stylistics: language and cognition in text analysis. Amsterdam / Filadélfia: John Benjamins, 2002, p. 184-209.

STEEN, G. Can discourse properties of metaphor affect metaphor recognition? Journal of Pragmatics, v. 36, n. 7, p. 1295-1313, 2004.

STEEN, G. Finding metaphor in grammar and usage: a methodological analysis of theory and research. Amsterdam: John Benjamins, 2007.

STEEN, G.; DORST, A.; HERRMANN, J.; KAAL, A.; KRENNMAYR, T.; PASMA, T. A method for linguistic metaphor identification: from MIP to MIPVU. Amsterdam / Filadélfia: John Benjamins, 2010.

TEMMERMAN, R. Towards new ways of terminology description: the sociocognitive approach. Amsterdam: John Benjamins, 2000.

VEREZA, S. Metáfora e argumentação: uma abordagem cognitivo-discursiva. Linguagem em (Dis)curso, v. 7, n. 3, p. 487-506, 2007.

VEREZA, S. Articulating the conceptual and the discursive dimensions of figurative language in argumentative texts. D.E.L.T.A., v. 26, n. especial, p. 701-718, 2010a.

VEREZA, S. O lócus da metáfora: linguagem, pensamento e discurso. Cadernos de Letras, n. 41, p. 199-212, 2010b.

VIANNA, W.; VIEIRA, A.; PARDAL, L. Beijinho no ombro. Intérprete: Valesca Popozuda. In: SANTOS, V. Valesca Popozuda. Rio de Janeiro: Pardal Records, 2013. 1 CD. Faixa 1.

Downloads

Publicado

2021-06-23

Como Citar

DIENSTBACH, D. Saturação metafórica: um ponto de interseção entre as metáforas e os gêneros. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 63, n. 00, p. e021016, 2021. DOI: 10.20396/cel.v63i00.8659123. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8659123. Acesso em: 18 set. 2021.