Memória e(m) discurso na pandemia de COVID-19

o acontecimento do vírus e a arte em rede

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/cel.v63i00.8664096

Palavras-chave:

Discurso, Memoriais virtuais, Covid-19

Resumo

Este artigo tem como objetivo observar os efeitos de sentidos criados com a emergência de memoriais virtuais que ressignificam o acontecimento da pandemia de Covid-19 no Brasil. Assim, tais memoriais, a nosso ver, constituem como acontecimentos discursivos capazes de restaurar e ressignificar novas memórias sobre o morrer, (re)contando-as por meio da arte e da resistência, além de desregular os implícitos e já ditos cristalizados por práticas sociais numa memória social. Para esta nossa reflexão, selecionamos algumas publicações do perfil @Museudoisolamento da rede social Instagram e na página eletrônica com o mesmo nome a fim de analisar a oposição vida versus morte e os efeitos de sentido gerados quando tais discursos se (re)produzem em meio digital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco Antonio Almeida Ruiz, Universidade Federal de Goiás

Professor Adjunto na Faculdade de Letras da Universidade Federal de Goiás.

Lucília Maria Abrahão e Sousa, Universidade de São Paulo

Professora com dedicação exclusiva da Universidade de São Paulo, Brasil.

Referências

ALLGAYER, L. Sem título. Instagram Museu do Isolamento, 31 dez. 2020. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CJdvVqMn0F-/. Acesso em: 20 jan. 2021.

BALDINI, L; NASCIMENTO, E. M. “Esse verso é um pouquinho de uma vida inteira...”: os inumeráveis e a morte inominável. Linguasagem, v. 37, n. 1, p. 69-90, 2021. Disponível em: http://www.linguasagem.ufscar.br/index.php/linguasagem/article/view/857/489. Acesso em: 19 mai. 2021.

BAUMAN, Z.; DONSKIS, L. Mal líquido: vivendo num mundo sem alternativas. São Paulo: Zahar, 2019.

BBC. O que diz o “estudo” alemão sobre máscaras em crianças, tema citado em live por Bolsonaro. 26 fev. 2021.Disponível em: https://g1.globo.com/educacao/volta-as-aulas/noticia/2021/02/26/o-que-diz-o-estudo-alemao-sobre-mascaras-em-criancas-tema-citado-em-live-por-bolsonaro.ghtml. Acesso em: 18 mai. 2021.

Estado de Minas. Há um ano, Bolsonaro chamava COVID de gripezinha em rede nacional; relembre. 24 mar. 2021. Disponível em: https://www.em.com.br/app/noticia/politica/2021/03/24/interna_politica,1250005/ha-um-ano-bolsonaro-chamava-covid-de-gripezinha-em-rede-nacional-relembre.shtml. Acesso em: 18 mai. 2021.

GIORGIANO, G. Sem título. Instagram Museu do Isolamento, 15 set. 2020. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CFLCKwRHJFO/. Acesso em: 11 jan. 2021.

GOOGLE NOTÍCIAS. Coronavírus (COVID-19): Brasil. 20 maio 2021. Disponível em: https://news.google.com/covid19/map?hl=pt-BR&mid=%2Fm%2F015fr&gl=BR&ceid=BR%3Apt-419. Acesso em: 20 mai. 2021.

G1. Qual é a origem do novo coronavírus? 27 fev. 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/02/27/qual-e-a-origem-do-novo-coronavirus.ghtml. Acesso em: 18 mai. 2021.

HENDRELC. Sem título. Instagram Museu do Isolamento, 7 dez. 2020. Disponível em: https://www.museudoisolamento.com Acesso em: 20 jan. 2021.

LEANDRO-FERREIRA, M. C. Resistir, resistir, resistir...primado prático discursivo! In: FERRARI, A. S. Et al. (Orgs.). Discurso, resistência e... Cascavel, PR: EDUNIOESTE, 2015, p. 159-167.

MONTES, M. Sem título. Instagram Museu do Isolamento, 5 jan. 2021. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CJrRWsiHVY9/. Acesso em: 20 jan. 2021.

MUÑOZ, J. M. L.; PETRI, V.; BRANCO, N. L. História, memória e gestos de interpretação: uma experiência linguística no Museu de Cádiz. In: VENTURINI, M. C. (Org.). Museus, Arquivos e Produção do Conhecimento em (Dis)Curso. Campinas, SP: Pontes Editores, 2017.

ORLANDI, A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. Campinas: Pontes Editores, 2006.

PÊCHEUX, M. A análise de discurso : três épocas (1983). In: GADET, F.; HAK, T. (Org.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. 5a ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2014.

PÊCHEUX, M. O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas: Pontes, 2008.

PÊCHEUX, M. Papel da memória. In: ACHARD, P. (org.). Papel da memória. Campinas: Pontes, 2010.

PÊCHEUX, M. Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do óbvio [1975]. Trad. Eni Puccinelli Orlandi [et al.]. 3º edição, Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1997.

PERSEGUIM, G. Sem título. Instagram Museu do Isolamento, 28 jul. 2020. Disponível em: https://www.museudoisolamento.com Acesso em: 20 jan. 2021.

SANTOS, S. S. B. Pêcheux. In: OLIVEIRA, L. A. Estudo do discurso: perspectivas teóricas. São Paulo: Parábola, 2013.

SOUSA, L. M. A.; GARCIA, D. A.; HERCULINO. B. M. Luto e(m) rede social: quando o poético ajuda na cicatrização. In: (Orgs.). Angela Corrêa Ferreira Baalbaki e Luiz Felipe Andrade Silva. Discursos da pandemia: entre dores e incertezas. Campinas, Pontes Editores, 2020.

SOUZA, A. Sem título. Instagram Museu do Isolamento, 12 out. 2020. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CGQmNOVnfkN/. Acesso em: 11 de jan. 2021.

TOYAMA, Laura. Sem título. Instagram Museu do Isolamento, 15 set. 2020. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CFLQK5Lnsbf/ Acesso em: 20 jan. 2021.

WANS, A. Sem título, Instagram Museu do Isolamento, 11 jan. 2021. Disponível em: https://www.instagram.com/p/CFLQK5Lnsbf/ Acesso em: 20 jan. 2021.

Downloads

Publicado

2021-11-29

Como Citar

RUIZ, M. A. A.; SOUSA, L. M. A. e. Memória e(m) discurso na pandemia de COVID-19: o acontecimento do vírus e a arte em rede. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, SP, v. 63, n. 00, p. e021032, 2021. DOI: 10.20396/cel.v63i00.8664096. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8664096. Acesso em: 21 jan. 2022.

Edição

Seção

Versões do luto: análise do discurso e psicanálise

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)