Infância e cena contemporânea

os direitos das crianças no contexto da arte e da cultura

Palavras-chave: Cena contemporânea, Infância, Direitos da criança.

Resumo

Este artigo propõe uma reflexão sobre os direitos da criança no contexto da experimentação artística. O trabalho discute questões estéticas, éticas e políticas acerca da participação de crianças na cena contemporânea por meio da análise de performances e espetáculos que colocam em xeque concepções conservadoras de infância que, principalmente nos últimos dois anos, vem respaldando condutas de censura e ataques à artistas e obras no Brasil e no mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Melissa da Silva Ferreira, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Referências

ABRAMOWICZ, Anete. Estudos sobre a criança e a infância: nas fronteiras entre a Sociologia e a Educação. In: OLIVEIRA, Fabiana Luci de; RODRIGUES, Tatiana Consentino (Orgs.). Conversas metodológicas. UFSCar, 2016. Disponível em: http://www.neab.ufscar.br/?page_id=5744. Acesso em: 14 ago. 2019.

BOENISCH, Von Peter M. Other people live: rimini protokoll and their ‘Theatre of Experts’. Contemporary Theatre Review, v. 18, n. 1, p. 80–113, 2008.

BRASIL. Artigo 227. Constituição Federal de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em: https://www.senado.leg.br/atividade/const/con1988/con1988_06.06.2017/art_227_.asp. Acesso em: 14 ago. 2019.

BROOK, Peter. A porta aberta: reflexões sobre a interpretação e o teatro. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.

BRUM, Eliane. A invenção da infância sem corpo. In: El País Brasil, mai. 2018. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/03/12/opinion/1520873905_571940.html. Acesso em: 29 jul. 2019.

CAPRON, Stéphane. Romeo Castellucci censuré au Mans: le Préfet fait supprimer une scène du Concept du visage du fils de Dieu. Sceneweb.fr, 13 abr. 2018. Disponível em: https://sceneweb.fr/romeo-castellucci-censure-au-mans-le-prefet-fait-supprimer-une-scene-du-concept-du-visage-du-fils-de-dieu/. Acesso em: 14 ago. 2019.

CROYDEN, Margaret. Conversations with Peter Brook, 1970-2000. Nova York: Theatre Communication Group, 2009.

DASTÈ, Catherine. Una actriz em la clase. In: El niño, el teatro y la escuela. Traducción: Carmen Hierro. Madrid: Editorial Villalar, 1978.

FERREIRA, Melissa da Silva. Isto não é um ator: o teatro da Socìetas Raffaello Sanzio. São Paulo: Perspectiva, 2016.

FISCHER-LICHTE, Erika. The transformative power of performance. London and New York: Routledge, 2008.

LAFRANCE, Maude B. Quand le réel entre en scène: la figure de l’enfant chez Castellucci. In: Jeu Revue du Théâtre. Montreal, n.142, p.90-97, 2012.

LE MANS La SACD dénonce la «censure» d'une pièce de Romeo Castellucci. Le Maine Libre, 2018. Disponível em: http://www.lemainelibre.fr/actualite/le-mans-la-sacd-denonce-la-censure-dune-piece-de-romeo-castellucci-18-04-2018-217674. Acesso em: 14 ago. 2019.

MUSEU DE ARTE DO RIO. O nome do medo. Rio de Janeiro, Museu de Arte do Rio, 2017. Disponível em: https://www.museudeartedorio.org.br/sites/default/files/releaseonomedomedo_final.docx_.pdf. Acesso em: 14 ago. 2019.

TONEZZI, José. A cena contaminada – um teatro das disfunções. São Paulo: Perspectiva, 2011.

Publicado
2019-08-28
Como Citar
Ferreira, M. da S. (2019). Infância e cena contemporânea. Conceição/Conception, 8(1), 42-54. https://doi.org/10.20396/conce.v8i1.8654771
Seção
Artigos Temáticos