Ações de resistência no complexo da maré

produção de vida em um contexto marcado por necropolíticas

Autores

  • Rodrigo dos Santos Monteiro Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/conce.v9i00.8661305

Palavras-chave:

Necropolítica, Redes da maré, Centro de artes da maré

Resumo

O histórico do Complexo da Maré é marcado por uma série de necropolíticas (MBEMBE, 2018b). Como forma de resistência, a organização Redes da Maré busca reparar algumas marcas deixadas nesse processo. O recorte escolhido por este artigo apresenta o Centro de Artes da Maré como eixo que não aparta ação artística e cidadania e que promove, através de suas ações performativas (NYONG’O, 2019), um exercício constante da empatia radical (VALVERDE, 2015) como movimento latente de transformação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo dos Santos Monteiro, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).  Produtor cultural e arte educador.

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O que resta de Auschwitz: o arquivo e a testemunha (Homo Sacer III). Trad.: Selvino J. Assmann. São Paulo: Boitempo, 2008.

COUTINHO, Marina H.; SOTER, Silvia. Teatro e Dança no Centros de Artes da Maré: ações de contra-mundo. Urdimento, Florianópolis, v.1, n.34, p. 60-76, mar.-abr. 2019. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101342019060. Acesso em: 10 jun. 2020. DOI: http:/dx.doi.org/10.5965/1414573101342019060.

MARIJSSE, Simon. Um mergulho na história: o nascimento e formação do Complexo da Maré. Rio on watch: relato das favelas cariocas, Rio de Janeiro, 19 jan. 2017. Disponível em:

https://rioonwatch.org.br/?p=23997#:~:text=A%20Favela%20de%20Timbau%20foi,Sapateiro%20em%201956%20o%201957%E2%80%B3.&text=At%C3%A9%20o%20in%C3%ADcio%20dos%20anos,a%20configura%C3%A7%C3%A3o%20original%20da%20Mar%C3%A9. Acesso em: 10 jul. 2020.

MBEMBE, Achille. Crítica da razão negra. Trad.: Sebastião Nascimento. São Paulo: n-1 edições, 2018a.

MBEMBE, Achille. Necropolítica: biopoder, soberania, estado de exceção, política da morte. Trad.: Renata Santini. São Paulo: n-1edições, 2018b.

MOTTA, Eugênia. Resistência aos números: a favela como realidade (in)quantificável. Mana, Rio de Janeiro , v. 25, n. 1, p. 72-94, Abr. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132019000100072&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 15 jul. 2020. Epub May 30, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1678-49442019v25n1p072.

NYONG’O, Tavia. Afrofabulations: the queer drama of black life. New York: New York University Press, 2019.

PAVLOVA, Adriana. Dança e política: movimentos da Lia Rodrigues Companhia de Danças na Maré, 2015. Dissertação (Mestrado em Artes da Cena) – Escola de Comunicação/Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.

REDES DA MARÉ. Redes da Maré, 2020. Disponível em: https://www.redesdamare.org.br/br/. Acesso em: 14 jul. 2020.

REDES DA MARÉ. Boletim Direito à Segurança Pública na Maré. Rio de Janeiro: Redes da Maré, 2019. Disponível em: https://www.redesdamare.org.br/media/downloads/arquivos/BoletimSegPublica_2019.pdf. Acesso em: 14 jul. 2020.

SCHWARCZ, Lilia Moritiz; STARLING, Heloisa Murgel. Brasil: uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

VALVERDE, Clara. De la necropolítica neoliberal a la empatia radical: violência discreta, cuerpos excluídos y repolitización. Barcelona: Editorial Icària, 2015.

YÚDICE, George. A conveniência da cultura: usos da cultura na era global. Trad.: Marie-Anne Kremmer. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

Publicado

2020-11-09

Como Citar

MONTEIRO, R. dos S. . Ações de resistência no complexo da maré: produção de vida em um contexto marcado por necropolíticas. Conceição/Conception, Campinas, SP, v. 9, n. 00, p. e020003, 2020. DOI: 10.20396/conce.v9i00.8661305. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conce/article/view/8661305. Acesso em: 6 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos Temáticos