Banner Portal
O retorno da cobra grande
PDF

Palavras-chave

Ancestralidade
Re-encanto
Corpo-terra

Como Citar

RIBEIRO, Ruth Silva Torralba. O retorno da cobra grande: ancestralidade e cuidado com o corpo-terra . Conceição/Conception, Campinas, SP, v. 11, n. 00, p. e022008, 2022. DOI: 10.20396/conce.v11i00.8671235. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conce/article/view/8671235. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

Esse texto segue o serpentear da Cobra Grande, da Mãe D’água, ser que habita e encanta as águas profundas das terras brasilis antes do colonizador aqui pisar. Nesse movimento, relata as experiências vividas na Teko Haw Maraka’nà, aldeia em contexto urbano na cidade do Rio de Janeiro, com as experimentações Corpo-Terra. Lançamos flechas de re-encanto, plantando sementes no território da dança e das práticas somáticas para sanar as feridas coloniais de nosso chão.       

https://doi.org/10.20396/conce.v11i00.8671235
PDF

Referências

BENITES, Sandra. Viver na língua guarani nhandewa (mulher falando). Dissertação de Mestrado Programa de Pós-graduação em Antropologia Social – Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro

CABNAL, Lorena. Sanación, bem-viver e a rede da vida In Outras Economias: alternativas ao capitalismo e ao atual modelo de desenvolvimento Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul – Pacs, Rio de Janeiro, 2018.

DORRICO, Julie. Eu sou macuxi e outras histórias. Nova Lima: Caos e Letras, 2019.

NUÑEZ, Geni. “Descolonização do Pensamento Psicológico” In Revista Plural revista do Conselho Regional de Santa Catarina, n.2, s/d.

NUÑEZ, Geni. Monoculturas do pensamento e a importância do reflorestamento do imaginário. In Revista ClimaCom, Diante dos Negacionismos | pesquisa – ensaios | ano 8, no. 21, 2021.

JORDAN, Judith Payró. Mulher indígena: arte e resistência, Entrevista com Potira Krikati Guajajara In Arte e Ensaio. (Revista do PPGAV/EBA/UFRJ). Rio de Janeiro. n. 38, julho de 2019, p. 184 a 188.

KAMBEBA, Márcia Wayna. Ay Kakyritama: eu moro na cidade. São Paulo: Pólen, 2018.

KAMBEBA, Márcia Wayna. O lugar do saber ancestral. São Paulo, Uk’a, 2021.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

PACHAMAMA, Aline Rochedo. Boacé Uchó. A história está na terra: narrativas e memórias do Povo Puri da Mantiqueira. Rio de Janeiro: Pachamama, 2020.

PACHAMAMA, Aline Rochedo. Guerreiras Rio de Janeiro: Pachamama, 2018.

PAPÁ, Carlos Pytun jera: Desabrochar da noite cadernos SELVAGEM publicação digital da Dantes Editora, Biosfera, 2021.

PAREDES, Julieta. Hilando fino desde el feminismo comunitário. Mexico: Mujer creando comunidade, 2014.

PARIRI, Juma. “Educação pela pedra” e a cartilha muda do sangue texto apresentado na Residência do Hemispheric Encounters, Toronto, 2022.

POTIGUARA, Eliane. Rio de Janeiro: Grumim, 2018.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Conceição/Conception

Downloads

Não há dados estatísticos.