Processo de institucionalização do esporte paralímpico brasileiro: caracterização do caso da equipe de rúgbi em cadeiras de rodas da Unicamp/ADEACAMP

  • Gustavo Moreira Pasini Universidade Estadual de Campinas
  • Luis Felipe Correia de Campos Universidade Estadual de Campinas
  • José Irineu Gorla Universidade Estadual de Campinas
  • Paulo Cesar Montagner Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Esporte paralímpico. Rúgbi em cadeiras de rodas. Gestão esportiva.

Resumo

O movimento paralímpico apresenta em sua trajetória um processo de consolidação. No Brasil, o seu desenvolvimento vem sendo impulsionado por diferentes agentes sociais, Estatais e Privados. Este estudo pretende apresentar uma contextualização do desporto paralímpico nacional com o objetivo principal em caracterizar o caso da equipe de Rúgbi em cadeira de rodas da UNICAMP/ADEACAMP, procurando apontar o desenvolvimento nas formas de gestão desportiva em sua manifestação do alto rendimento, realçando as formas de organização e financiamento. Para tanto, utilizando do método de análise de conteúdo, que possibilita construir instrumentos visando estudar os conteúdos das mensagens, buscando inferir e selecionar os aspectos latentes e manifestos dos conteúdos expressos das falas e dos conteúdos de entrevistas, que permitam interpretar a pesquisa qualitativa do presente projeto. Com essa metodologia foi possível construir ainda que introdutoriamente um panorama deste projeto atualmente desenvolvido na UNICAMP, determinados na configuração expressa por atletas, dirigentes e técnicos buscando interpretação da estruturação da equipe discutindo como esse conjunto de fatores nortea o funcionamento da UNICAMP/ADEACAMP, além das formas e sistemas de distribuição de recursos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Moreira Pasini, Universidade Estadual de Campinas
Bacharel e Professor Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (2006 á 2012).
Luis Felipe Correia de Campos, Universidade Estadual de Campinas
Doutorando em Atividade Física Adaptada pela FEF/UNICAMP. Mestrado em Atividade Física Adaptada pela FEF/UNICAMP. Especialização em Avaliação e Prescrição de Exercícios para diferentes populações FEF/UNICAMP. Bacharel e Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas -UNICAMP. 
José Irineu Gorla, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em EDUCAÇÃO FÍSICA pela Universidade Estadual de Londrina -UEL (1987), especialização em Avaliação da Performance Motora pela UEL, Mestrado e doutorado em Educação Física na área de Atividade Física, Adaptação e Saúde pela Universidade Estadual de Campinas -UNICAMP. Pós_doutorado na faculdade de Medicina da UNICAMP.
Paulo Cesar Montagner, Universidade Estadual de Campinas
Doutor em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1999), atualmente é Professor Livre-Docente na Faculdade de Educação Física da Unicamp, tendo sido seu Diretor na gestão 2006-2010. 

Referências

PRONI, W. M. Esporte espetáculo e futebol-empresa. 1998. 262 f. Tese (Doutorado em Educação Física) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1998.

BALDI, M.; LOPES, D. F. Rede-forma híbrida ou nova forma. Revista Brasileira e Portuguesa de Gestão, v.1, n. 3, out./dez. 2002.

MARQUES, R. F. R. et al. Esporte olímpico e paralímpico: coincidências, divergências e especificidades numa perspectiva contemporânea. Revista Brasileira Educação Física e Esporte, v. 23, n. 4, p.365-377, out./dez. 2009.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo. Ed. Atlas, 1991.

ARAUJO, P. F. Desporto adaptado no Brasil: origem, institucionalização e atualidade. Brasília: Ministério da Educação e do Desporto: INDESP, 1998.

Publicado
2014-07-11
Como Citar
Pasini, G. M., Campos, L. F. C. de, Gorla, J. I., & Montagner, P. C. (2014). Processo de institucionalização do esporte paralímpico brasileiro: caracterização do caso da equipe de rúgbi em cadeiras de rodas da Unicamp/ADEACAMP. Conexões: Educação Física, Esporte E Saúde, 12(2), 82-93. https://doi.org/10.20396/conex.v12i2.2170
Seção
Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 > >>