Banner Portal
Caracterização das lesões esportivas em atletas de Parabadminton
PDF

Palavras-chave

Parabadminton
Esporte adaptado
Lesões esportivas
Pessoa com deficiência física

Como Citar

STRAPASSON, Aline Miranda; BAESSA, Dcheimy Janayna; STORCH, Jalusa Andreia; DUARTE, Edison. Caracterização das lesões esportivas em atletas de Parabadminton. Conexões, Campinas, SP, v. 11, n. 4, p. 58–71, 2013. DOI: 10.20396/conex.v11i4.8637590. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8637590. Acesso em: 25 jul. 2024.

Resumo

O objetivo deste estudo foi caracterizar a prevalência de lesões esportivas em atletas com deficiência física que praticam Parabadminton (Pbd). Para tanto, realizou-se uma pesquisa de campo descritiva, exploratória, de natureza quantitativa e de corte transversal. A amostra foi composta por 19 atletas que participaram do Campeonato Nacional de Pbd. Como instrumento de coleta utilizou-se um questionário composto por 14 questões abertas e fechadas que trataram sobre particularidades da condição de deficiência, tempo de participação na modalidade e outros esportes, questões relativas as lesões esportivas nos atletas. Os resultados prevalentes relacionados as lesões esportivas foram: subluxação de ombro (13,35%), entorse de tornozelo (13,35%), escoriações de cotovelo e joelho (13,35%), e com 6,66%: bursite no ombro, epicondilite, cisto no punho, distensão muscular do bíceps braquial, contusão na costela, tendinite de membro inferior, ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho, ruptura de menisco e fasceíte plantar. Em relação aos segmentos corporais afetados, constatou-se a prevalência de 47% das lesões afetando os membros superiores, 47% os membros inferiores e 6% o tronco. Inferiu-se que o Pbd gera risco para desenvolvimento de lesões esportivas em seus atletas, o que alerta-nos para a necessidade de implementação de medidas de prevenção e controle das mesmas.

https://doi.org/10.20396/conex.v11i4.8637590
PDF

Referências

BWF - BADMINTON WORLD FEDERATION. Para-Badminton: overview. 2012. Disponível em: http://www.bwfbadminton.org/page.aspx?id=15437. Acesso em: 28 jun. 2012.

DISABILITY SPORT WALE. Chwaraeon Anabledd Cymru. Community Cymuned. Badminton/Wheelchair Badminton. 2007. Disponível em: http://www.disability-sport-wales.org/10714.html Acesso em: 05 maio 2010.

BWF - BADMINTON WORLD FEDERATION. National Para-Badminton Contacts. 2013. Disponível em: http://www.bwfbadminton.org/page.aspx?id=23018. Acesso em: 10 out. 2013.

FERNANDO, H. Badminton adaptado promete decolar em Brasília. 2010. Disponível em: http://www.badminton.org.br/noticias695.asp Acesso em: 05 mar. 2010.

SAMARONE, L. Entrevista concedida à Aline Miranda Strapasson. Campinas, 16 out. 2013.

BWF - BADMINTON WORLD FEDERATION. BWF Para-Badminton classification cegulations.2011. Disponível em: http:/www.bwfbadminton.org/file_download.aspx?id=66422&tid=1 Acesso em: 28 jun. 2012.

DUARTE, O. História dos esportes. São Paulo: Makron Books do Brasil, 2000.

DUARTE, O. História dos esportes. 4. ed. São Paulo: Ed. SENAC SP, 2003.

ALMANAQUE ABRIL. Esporte. São Paulo: Abril, 2005.

BWF - BADMINTON WORLD FEDERATION. Laws of Badminton (Parabadminton clauses shaded). 2012. Disponível em: http://www.bwfbadminton.org/file_download.aspx?id=364295&tid=1 Acesso em: 18 julho 2012.

COMITÊ OLÍMPICO BRASILEIRO (COB). Badminton. Peteca olímpica. 2011. Disponível em http://www.cob.org.br/esportes/infograficos/BD/index.html Acesso em 18 mar. 2011.

FERRARA, M. S.; BUCKLEY, W. E. Athletes with disabilities injury registry. Adapted Physical Activity Quarterly, Champaign, v. 13, n. 1, p. 50-60, 1996.

THOMAS, J. R.; NELSON, J. K.; SILVERMAN, S. J. Métodos de pesquisa em atividade física. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2012.

ROCCO, F. M.; SAITO, E. T. Epidemiologia das lesões esportivas em atletas de basquetebol em cadeira de rodas. Acta Fisiátrica, São Paulo, v. 13, n. 1, p. 17-20, 2006.

GANTUS, M. C.; ASSUMPÇÃO, J. D. Epidemiologia das lesões do sistema locomotor dos atletas de basquetebol. Acta Fisiátrica, São Paulo, v. 9, n. 2, p. 77-84, 2002.

ANDRADE, C. C. A.; CASTRO, T. G. M. Epidemiologia das lesões traumato-ortopédicas no esporte adaptado. 2010. 29f. Monografia (Graduação em Fisioterapia) – Faculdade de Fisioterapia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2010.

DANTAS, M. J. B.; SOUZA, T. L. F.; SILVEIRA, J. C.; SANTOS, R. R. L. Epidemiologia das lesões esportivas nos atletas da terceira divisão do campeonato brasileiro de basquetebol em cadeira de rodas. Extensão e Sociedade, v. 3, n. 3, 2011.

AZARBAL, M.; ADYBEIK, D.; ETTEHAD, H.; KIA, M. A. A survey of elbow injuries in badminton players. Internet Journal of Orthopedic Surgery, Texas, v. 2, n. 1, jan. 2003.

FAHLSTRÖM, M.; LORENTZON, M.; ALFREDSON, H. Painful conditions in the achilles tendon region in elite badminton players. American Journal of Sports Medicine, Chicago, v. 30, n. 1, p. 51-54, 2002.

FAHLSTRÖM, M.; BJÖRNSTIG, U.; LORENTZON, R. Acute achilles tendon rupture in badminton players. American Journal of Sports Medicine, Chicago, v. 26, n. 3, p. 467-470, 1998.

JØRGENSEN, U.; WINGE, S. Epidemiology of badminton injuries. Internacional Journal Sports Medicine, Sttugart, v. 8, n. 6, 1987.

HØY, K. et al. Badminton Injuries: a prospective epidemiological and socioeconomic study. British Journal of Sports Medicine, London, v. 28, n. 4, p. 276-279, dez. 1994.

SHARIFF, A. H.; GEORGE. J.; RAMLAN, A. A. Musculoskeletal injuries among malaysian badminton players. Singapure Medical Journal, Singapure, v. 50, n. 11, p. 1095-1097, 2009.

O periódico Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.