Análise da composição corporal, dos hábitos alimentares e do nível de atividade física de meninos de uma escola pública e uma particular de Santa Bárbara D’ Oeste-Sp

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v11i3.8637606

Palavras-chave:

Avaliação, Meninos, Obesidade, Atividade física, Escola, Hábitos alimentares

Resumo

A obesidade infantil tem se tornado um problema de saúde pública. O objetivo do estudo foi comparar dados antropométricos, nível de atividade física, classe socioeconômica e hábitos alimentares em meninos de escola pública e particular do município de Santa Bárbara d’Oeste. Foram avaliados 64 meninos de 11 a 14 anos. Foram realizadas medidas de peso corporal, estatura, circunferência da cintura e quadril, dobras cutâneas tricipital e panturrilha medial. Eles responderam a dois questionários, um de nível socioeconômico e outro de nível de atividade física, além do registro alimentar de 24 horas. Os alunos da escola particular tiveram valores maiores na circunferência da cintura, do quadril, na relação cintura-quadril, nas dobras cutâneas tricipital e panturrilha medial e no percentual de gordura. A classificação do índice de massa corporal e do nível socioeconômico também foi diferente. Não houve diferença no nível de atividade física. Os resultados indicam que o excesso de peso foi maior nos alunos da escola privada, mas pode acometer meninos independentemente da escola frequentada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andresa Mella, Prefeitura Municipal de Santa Bárbara d'Oeste

Doutoranda em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (2016), Mestre em Educação Física pela Universidade Metodista de Piracicaba, na área da Performance Humana (2011), possui Especialização em Fisiologia do Exercício pela Universidade Estadual de Campinas (2008) e Graduação em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Metodista de Piracicaba (2005). 

Marcelo de Castro Cesar, Universidade Metodista de Piracicaba

Médico formado pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Mestre em Reabilitação e Doutor em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), Pós-doutorado no Departamento de Saúde Coletiva na Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP. Atualmente, é docente do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Tem experiência na área de Ciências da Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação da aptidão física; atividade física e saúde; fisiologia do exercício; saúde coletiva.

Bruno de Souza Vespasiano, Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva

Professor na Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva (FAIT), Professor Convidado no curso de Especialização- Fisiologia do Esforço no Treinamento- Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), Professor Convidado no curso de Especialização- Método Pilates: Prescrição do Exercício Físico e Saúde- Faculdades Associadas de Ensino São João da Boa Vista (UNIFAE) e Universidade Estácio de Sá (UNESA), Professor dos cursos de extensão do Ministério do Esporte, Doutorando em Ciências do Movimento Humano pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), Mestre em Educação Física pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), Especialista em Bioquímica do Exercício pela Universidade Gama Filho (UGF), Especialista em Fisiologia do Exercício pela Universidade Gama Filho (UGF), Especialista em Exercício Físico aplicado à Reabilitação Cardíaca e Grupos Especiais pela Faculdade de Educação Física da ACM de Sorocaba (FEFISO), Graduado em Educação Física pelas Faculdades Integradas de Itapetininga (FKB). Estudou parte do doutorado na Pós Graduação em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Possui experiência em educação física escolar, fisiologia humana e do exercício, treinamento desportivo, treinamento de força e aeróbio.

Maria Imaculada de Lima Montebelo, Universidade Metodista de Piracicaba

Graduação em Ciências Habilitação em Matemática pela Universidade Metodista de Piracicaba (1978), graduação em Pedagogia - Licenciatura em Pedagogia pelo Instituto de Ciências Sociais Americana (1980), mestrado em Agronomia (Estatística e Experimentação Agronômica) pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1986) e doutorado em Agronomia (Estatística e Experimentação Agronômica) pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (1997). Atualmente e professor tempo parcial da Universidade Metodista de Piracicaba. Tem experiência na área de Probabilidade e Estatística, com ênfase em Probabilidade e Estatística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: estatistica aplicada e ensino de estatística.

Referências

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Disponível em: http://www.ibge.gov.br/ibgeteen/datas/saude/obesidade.html. Acesso em: 21 maio 2009.

COSTA, R. F.; CINTRA, I. P.; FISBERG, M. Prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares da cidade de Santos, SP. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, São Paulo, v. 50, n. 1, p. 60-67, 2006.

RAMOS, A. M. P. P.; BARROS FILHO, A. A. Prevalência da obesidade em adolescentes de Bragança Paulista e sua relação com a obesidade dos pais. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, São Paulo, v. 47, n. 6, 2003.

SLAUGHTER, MH; LOHMAN, TG; BOILEAU, RA et al. Skinfold equations for estimation of body fatness in children and youth. Human Biology, Detroit, v. 60, n. 5, p. 709-723, 1988.

COLE, T. J. et al. Establishing a standard definition for child overweight and obesity worldwide: international survey. British Medical Journal, London, v. 320, n. 7244, p. 1240– 1243, 2000.

COLE, T. J. et al. Body mass index cuts offs to define thinness in children and adolescents: international survey. British Medical Journal, v. 335, n. 7612, p. 194-201, 2007.

LOHMAN, T. G.; ROCHE, A. E.; MARTORELL, R. Anthropometric standardization reference manual. Champaign: Human Kinetics Books, 1988.

PARDINI, R. et al. Validação do questionário internacional de nível de atividade física (IPAQ - versão 6): estudo piloto em adultos jovens brasileiros. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 9, n. 3, p. 45-51, 2001.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE PESQUISA (ABEP). Disponível em: http://www.abep.org/codigosguias/CCEB2008-Base2006e2007.pdf. Acesso em: 13 set. 2009.

THOMPSON, F. E.; BYERS, T. Dietary assessment resource manual. Journal of Nutrition, Philadelphia, v. 124, supl. 11, p. 2245S-2317S.

PIERINI, D. T.; CARRASCOSA, A. P. M.; FORNAZARI, A. C. et al. Composição corporal, atividade física e consumo alimentar de alunos do ensino fundamental e médio. Motriz, Rio Claro, v. 12, n. 2, p. 113-124, 2006.

CELESTRINO, J. O.; COSTA, A. S. A prática de atividade física entre escolares com sobrepeso e obesidade. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 5, n. esp. , p. 47-54, 2006.

FERNANDES, R. A. et al. Prevalência de sobrepeso e obesidade em alunos de escolas privadas do município de Presidente Prudente – SP. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 9, n. 1, p. 21-27, 2007.

FERNANDES, R. A. et al. Fatores associados ao excesso de peso entre adolescentes de diferentes redes de ensino do município de Presidente Prudente, São Paulo. Revista Brasileira de Saúde Materna e Infantil, v. 9, n. 4, p. 443-449, 2009.

GONZAGA, J. M. et al. Influência da atividade física na composição corporal de adolescentes. Motriz, Rio Claro, v. 14, n. 4, p. 389-399, 2008.

SUNÉ, F. R. et al. Prevalência e fatores associados para sobrepeso e obesidade em escolares de uma cidade no Sul do Brasil. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 23, n. 6, p. 136-137, 2007.

GATTI, R. R.; RIBEIRO, R. P. P. Prevalência de excesso de peso em adolescentes segundo a maturação sexual. Revista Salus, Guarapuava, v. 1, n. 2, p. 175-182, 2007.

FAGUNDES, A. L. N. et al. Prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares da região de Parelheiros do município de São Paulo. Revista Paulista de Pediatria, São Paulo, v. 26, n. 3, p. 212-217, 2008.

PASQUARELLI, B. N. et al. Estágio de maturação sexual e excesso de peso corporal em escolares do município de São José dos Campos, SP. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 12, n. 5, p. 2, 338-344, 2010.

VANZELLI, A. S. et al. Prevalência de sobrepeso e obesidade em escolares da rede pública do município de Jundiaí, São Paulo. Revista Paulista de Pediatria, São Paulo, v. 26, n. 1, p. 48-53, 2008.

RODRIGUES, A. N. et al. Cardiovascular risk factors, their associations and presence of metabolic syndrome in adolescents. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro, v. 85, n. 1, p. 55-60, 2009.

KRINSKI, K. et al. Estado nutricional e associação do excesso de peso com gênero e idade de crianças e adolescentes. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 13, n. 1, p. 29-35, 2011.

PADILHA, A. at al. Composição corporal e estado nutricional de adolescentes de escola pública e particular do Rio de Janeiro. Ulbra e Movimento, v. 1, n. 1, 2010. Disponível em http://revista.ulbrajp.edu.br/ojs/index.php/edufisica/article/viewFile/285/21 Acesso em: 12 dez. 2010.

FARIAS, ES, SALVADOR, MRD. Antropometria, composição corporal e atividade física de escolares. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 7, n. 1, p. 21-29, 2005.

AMARAL, A. P. A.; PALMA, A. P. Perfil epidemiológico da obesidade em crianças: relação entre televisão, atividade física e obesidade. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 9, n. 4, p. 19-24, out. 2001.

GARCIA, A. F. et al. Obesidade em crianças e adolescentes do ensino fundamental de 5 ª a 8ª séries, da zona urbana de Cianorte-PR. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 14, n. 2, p. 57-63, 2003.

ARRUDA, E. L. M.; LOPES, A. S. Gordura corporal, nível de atividade física e hábitos alimentares de adolescentes da região serrana de Santa Catarina, Brasil. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 9, n. 1, p.5-11, 2007.

SILVA, D. A. S. et al. Nível de atividade física e comportamento sedentário em escolares. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 11, n. 3, p. 299-306, 2009.

SOUZA, C. O. et al. Associação entre inatividade física e excesso de peso em adolescentes de Salvador, Bahia – Brasil. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo, v. 13, n. 3, p. 468-475, 2010.

VASQUES, D. G., LOPES, A. S. Fatores associados à atividade física e aos comportamentos sedentários em adolescentes. Revista Brasileira Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 11, n. 1, p. 59-66, 2009.

Downloads

Publicado

2013-09-19

Como Citar

Mella, A., Cesar, M. de C., Vespasiano, B. de S., & Montebelo, M. I. de L. (2013). Análise da composição corporal, dos hábitos alimentares e do nível de atividade física de meninos de uma escola pública e uma particular de Santa Bárbara D’ Oeste-Sp. Conexões, 11(3), 114–128. https://doi.org/10.20396/conex.v11i3.8637606

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)